Petróleos de Venezuela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de PDVSA)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.
Petróleos direto de la Venezuela
Entrada da sede da PDVSA em Maracaibo.
Razão social Petróleos direto de la Venezuela S.A.
Estatal
Atividade Petrolífera
Fundação 1 de janeiro de 1976 (43 anos)
Sede Caracas, Distrito Capital
Área(s) servida(s)  Venezuela
Proprietário(s) Governo da Venezuela
Presidente Rafael Ramírez Carreño
Empregados ±80.000 (2011)
Produtos Petróleo e Gás natural
Subsidiárias PDV Marina
CVP
Pequiven
CIED
PDVSA Gas
PDV (Deltaven)
Palmaven
Electricidad de Caracas
Citgo
Faturamento Aumento US$88,3 bilhões (2011)
Renda líquida Aumento US$4,3 bilhões (2011)
Website oficial www.pdvsa.com

A Petróleos de Venezuela (PDVSA) é uma empresa estatal venezuelana que se dedica a exploração, produção, refino, comercialização e transporte de petróleo da Venezuela. Fundada em 1 de janeiro de 1976, a PDVSA é a terceira maior empresa da América Latina, depois da brasileira Petrobras e a mexicana Pemex[1]; catalogada em 2005 como a terceira empresa petrolífera em nível mundial e classificada pela revista internacional Fortune como a empresa de número 41 entre as 500 maiores do mundo[2]. Em maio de 2010, a PDVSA também adquiriu, por 133.400.000 de dólares, 49% da única refinaria República Dominicana, conhecido como Refidomsa.[3]

Atualmente a PDVSA é a petrolífera com maiores reservas de petróleo do mundo, alcançando um total de 3,1 bilhões de barris e foi catalogada como a segunda petrolífera mais poderosa depois da ExxonMobil.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]