Saudi Aramco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Saudi Arabian Oil Company
Complexo sede da Saudi Aramco em Dhahran
Pública
Atividade Petróleo e Gás
Fundação 1933 (86 anos)
Sede Dhahran, Arábia Saudita
Pessoas-chave Khalid A. Al-Falih (CEO)
Empregados 56,066 (2011)[1]
Produtos Petróleo e derivados
Faturamento 355,9 bilhões USD (2018)[1]
Website oficial www.saudiaramco.com

A Saudi Aramco (árabe: ارامكو السعودية ), oficialmente Saudi Arabian Oil Company, anteriormente conhecida como Aramco (Arabian-American Oil Company) é a companhia petrolífera estatal saudita e a maior companhia do ramo do mundo em termos de reservas de óleo cru e de produção. O valor da Saudi Aramco foi estimado em até 2 trilhões de dólares dos EUA no Financial Times, o que a torna a empresa mais valiosa do mundo. [2][3][4] Pesquisas de 2019 mostram que a Saudi Aramco, com emissões de 59,26 bilhões de toneladas de equivalente CO2 desde 1965, foi a empresa com as maiores emissões do mundo durante esse período.[5]

Baseada em Dhahran, a Saudi Aramco opera também a maior rede mundial de hidrocarbonetos, a Master Gas System. Formalmente, é conhecida como Aramco, acrónimo em inglês de Companhia Petrolífera Américo-saudita. Khalid A. Al-Falih é o presidente da multinacional saudita.

Entrada em bolsa[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2019, a Saudi Aramco protagonizou a maior entrada de sempre em bolsa, conseguindo levantar 25,6 mil milhões de dólares. A empresa fica avaliada em 1,7 trilhões de dólares, tornando-se na empresa mais bem avaliado do mundo após superar a Apple.

A Saudi Aramco colocou 1,5% do seu capital social, com dois terços destinado a investidores institucionais e o restante para particulares[6].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]