Pentecostalismo na Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pentecostalismo
Pentecostalismo

A história do pentecostalismo na Índia começa com o ministério de uma mulher brâmane. Pandita Ramabai foi uma defensora dos direitos humanos na Índia, uma das primeiras mulheres indianas a casar-se com um homem de outra casta, contrariando assim o sistema hindu de castas e karma. Ela conheceu a palavra de Deus quando foi morar na Inglaterra e lá converteu-se ao Cristianismo. Ramabai guiou um pequeno, porém renovado grupo à experiencia do batismo no Espírito Santo no incício de 1900.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]