Pico dos Marins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pico dos Marins
Vista do Pico dos Marins.
Pico dos Marins está localizado em: Brasil
Pico dos Marins
Coordenadas 22° 30' 09" S 45° 07' 16" O
Altitude 2420,7 m
Localização  Brasil (município de Piquete, no estado de São Paulo)
Cordilheira Serra da Mantiqueira
Primeira ascensão 1911

O Pico dos Marins fica situado na divisa dos municípios de Piquete e Cruzeiro, no estado de São Paulo, Brasil. Localizado na Serra da Mantiqueira, seu cume está 2420,7[nota 1] metros acima do nível do mar, sendo o 26° pico mais alto do país.[nota 2] [1] Formado por um grande maciço rochoso com paredões íngremes, a montanha é um importante destino para quem pratica trekking.[2]

Localização[editar | editar código-fonte]

É o pico mais alto localizado inteiramente dentro dos limites do estado de São Paulo, pois todos os outros picos mais altos são compartilhados com Minas Gerais - por exemplo, a Pedra da Mina (2798 metros) -, uma vez que a divisa entre os dois estados, na região da Mantiqueira, está fixada principalmente na linha de cumeada da própria serra, o que na área do Pico dos Marins corresponde ao chamado Pico Marinzinho.

Ainda pode ser encontrada em várias publicações a informação de que o Pico dos Marins seria o ponto mais alto do estado de São Paulo, mas na verdade, além da Pedra da Mina, vários outros pontos da chamada Serra Fina, a porção mais a leste da Serra da Mantiqueira em território pelo menos em parte paulista, são mais altos que o Pico dos Marins, como pode ser constatado nas cartas topográficas do IBGE.[3]

Ascensão[editar | editar código-fonte]

O Pico dos Marins foi escalado pela primeira vez em 1911. O caminho até o seu cume é considerado uma das trilhas de montanha mais bonitas e preservadas do país.[4]

O trekking na subida ao pico é considerado de dificuldade média/pesada. A subida é do tipo conhecido como "escalaminhada", não sendo necessários equipamentos especiais como cordas e grampos. Sempre se deve contar com ajuda de guias para evitar perder-se na trilha.[5]

Não é recomendado subir em dia chuvoso, pois não existe abrigo da chuva ou relâmpagos.

Quem vai passar a noite no topo deve ter atenção especial para evitar a hipotermia, já que mesmo no verão, em algumas madrugadas, a temperatura pode chegar até 0ºC e no inverno atingir até -12ºC.

Visão a partir do topo do pico, com o Pico do Itaguaré e a Serra Fina ao fundo

Clima[editar | editar código-fonte]

A região compreendida entre o Maciço dos Marins e o Pico das Agulhas Negras tem algumas das mais baixas temperaturas nacionais - com média anual inferior à de São Joaquim (SC), considerada uma das cidades mais frias do Brasil - chegando facilmente a 0°C no verão e a -12°C no inverno.

Geologia[editar | editar código-fonte]

O conjunto principal do Maciço dos Marins é constituído por três pontiagudos cumes de pedra, todos com mais de 2000 metros de altitude e centenas de metros de belos penhascos rochosos. O Pico dos Marins, embora seja o mais elevado, é o mais acessível aos montanhistas, graças à sua face norte, menos vertical. Profundos vales cortados por cânions de pedra e vegetação cerrada fazem com que seus vizinhos sejam bem mais difíceis de se alcançar. No sentido norte-sul, sucedem-se os picos dos Marins, Maria e Mariana.

Notas

  1. A altitude do Pico do Marins foi obtida oficialmente em campo em 1996
  2. De acordo com medições realizadas até 2012

Referências

  1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2014). Anuário Estatístico do Brasil 2013. Visitado em 10 de janeiro de 2015.
  2. Pico do Marins.
  3. Carta Topográfica de Passa Quatro (PDF) IBGE. Visitado em 2012-11-19.
  4. Marins.
  5. Acampamento Base Marins. Visitado em 2012-11-19.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.