Produção de eucalipto no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Acampamento indígena em plantação de eucalipto da Aracruz Celulose, ES
Valter Campanato - ABr.

O Eucalipto é a espécie mais usada em reflorestamento no Brasil,[1] tendo sido plantados em 2001 uma área de três milhões de hectares, quase o dobro da cultivada com pinus (um milhão e oitocentos mil hectares), a segunda espécie em área.[2] Seu cultivo é destinado sobretudo para a produção de chapas de madeira e para celulose.[1]

Sua origem é exótica, das ilhas que compõem a Oceania e Sudeste Asiático.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Foi plantado a primeira vez no Rio Grande do Sul, no ano de 1848, mesmo ano em que mudas foram cultivadas na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Em 1904 foi usado para a produção de lenha, combustível para a Companhia Paulista de Estradas de Ferro, sendo este o primeiro registro de plantio comercial.[4]

O engenheiro Edmundo Navarro de Andrade foi o responsável pela introdução da planta para fins de reflorestamento. Em 1919 introduziu o plantio da espécie E. urophylla em Rio Claro, SP - tendo a mesma sido erroneamente identificada como sendo E. sexo - nativas do Timor e de Java. As mudas, entretanto, advieram do Jardim Botânico de Jacarta. Outras espécies foram também cultivas em Rio Claro, o que gerou hibridações indesejáveis.[3]

Em 1937 a Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira introduziu o cultivo do eucalipto como fornecedor de lenha para a metalurgia, em sua unidade na cidade mineira de João Monlevade. Durante o Regime Militar, na década de 1970, foi implantado um modelo de grandes monoculturas do eucalipto, com grave impacto ambiental (empobrecimento e contaminação do solo, erosão, etc), além de outros problemas sociais e econômicos (decorrentes, em especial, pelos deslocamentos das populações rurais).[4]

Referências

  1. a b SIMÕES, João Walter. et allii (jun.1980). «Crescimento e Produção de Madeira de Eucalipto» (PDF). IPEF n.20, p.77-97. Consultado em 14 de outubro de 2009  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. Sociedade Brasileira de Silvicultura (2001). «Setor Florestal Brasileiro, dados socio-econômicos». Consultado em 14 de outubro de 2009 
  3. a b Lindsay D. Pryor (1971). «Aspectos da Cultura do Eucalipto no Brasil (palestra)» (PDF). IPEF n.2/3, p.53-59. Consultado em 14 de outubro de 2009 
  4. a b «O Eucalipto no Brasil» (PDF). Publicações; ALMG (institucional). Consultado em 14 de outubro de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Agricultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.