Rádio Borborema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde março de 2016). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Borborema
Rádio Borborema S/A
País  Brasil
Frequência(s) AM 1350 kHz
Sede Flag campina grande.svg Campina Grande, PB
Avenida 15 de Novembro, 2000 - Palmeira
MAPA
Slogan A emissora do povo
Fundação 8 de dezembro de 1949 (68 anos)
Fundador Assis Chateaubriand
Pertence a Rede Paraíba de Comunicação
Proprietário(s) José Carlos da Silva Júnior
Antigo(s) proprietário(s) Assis Chateaubriand (1949-1968)
Condomínio Acionário dos Diários Associados (1968-2015)
Cândido Pinheiro Júnior (2015-2016)
Formato Emissora comercial
Género Entretenimento, Jornalismo e Esportes
Faixa etária Público de 30 à 75 anos
Idioma (português brasileiro)
Prefixo ZYI 675
Prefixo(s) anterior(es) ZYO 7
Nome(s) anterior(es) Rádio Clube (2008-2016)
Emissoras irmãs TV Paraíba
Cobertura Estado da Paraíba
Coord. do transmissor 7° 10' 48.9" S 35° 53' 6.9" O
Potência 5 kW
Webcast Ouça ao vivo

Rádio Borborema é uma emissora de rádio brasileira sediada em Campina Grande, cidade do estado da Paraíba. Opera no dial AM, na frequência 1350 kHz. Fundada pelos Diários Associados em 1949, atualmente pertence a Rede Paraíba de Comunicação. Seus estúdios estão no bairro da Palmeira, e sua antena de transmissão está no bairro do Vale do Jatobá, sendo também utilizada pela Rádio Cariri.

História[editar | editar código-fonte]

A Rádio Borborema foi fundada em 8 de dezembro de 1949 por Assis Chateaubriand, tornando-se a segunda emissora da cidade de Campina Grande, uma das praças dos Diários Associados com o maior faturamento, e onde já existia a Rádio Cariri, também pertencente ao grupo. Anos depois, também vieram a ser fundados o jornal Diário da Borborema em 1957, e a TV Borborema, primeira emissora de TV do estado, em 1966.

Em 20 de agosto de 2008, devido a uma padronização das emissoras de rádio dos Diários Associados, passou a integrar a Rede Clube Brasil, e mudou o seu nome para Rádio Clube Campina Grande. Sua programação passou a ser composta de programas produzidos localmente e pela cabeça-de-rede, a Rádio Clube de Brasília.[1] Porém, com o desmantelamento da rede de emissoras em 2012, a programação passou a ser inteiramente local.

Em 19 de janeiro de 2015, a emissora teve 57,5% das suas ações vendidas pelos Diários Associados ao Sistema Opinião de Comunicação, pertencente à Cândido Pinheiro, fundador do Grupo Hapvida, que agora passava a responder majoritariamente pela emissora e outros veículos de comunicação do Diários Associados no Nordeste brasileiro.[2] Em 16 de março de 2016, a emissora voltou a se chamar Rádio Borborema.

Em dezembro de 2016, a Rede Paraíba de Comunicação (que controla a TV Paraíba em Campina Grande) comprou a Rádio Borborema, que nos próximos meses passará a ser afiliada da Central Brasileira de Notícias (CBN).[3] Ela passará a ser conhecida como CBN Borborema (CBN por causa da rede da qual será afiliada e Borborema, para manter o nome que era tradicionalmente conhecido pelo povo da antiga Rádio Borborema).

Referências

  1. Haandel, Johan van (23 de agosto de 2008). «Rádio Borborema vira Rádio Clube AM e estréia programação 24 horas». Rádio CG. Consultado em 16 de março de 2016 
  2. Fernandes, Teresa (19 de janeiro de 2015). «Hapvida controla holding no Nordeste». O Povo. Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  3. anoticia.tv (25 de dezembro de 2016). «Grupo Paraíba de comunicação compra emissora de rádio com mais de 60 anos em Campina». ANTV News. Consultado em 26 de dezembro de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.