TV Paraíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
TV Paraíba
Televisão Paraíba Ltda.
Campina Grande, Paraíba
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 21 UHF
Virtual: 3 PSIP
Outros canais ver mais
Analógico:
3 VHF (1987-2018)
Sede Campina Grande, PB
Slogan Nós e você na mesma sintonia
Rede Rede Globo
Fundador(es) José Carlos da Silva Júnior
Pertence a Rede Paraíba de Comunicação
Proprietário(s) José Carlos da Silva Júnior
Presidente Eduardo Carlos
Fundação 1 de janeiro de 1987 (32 anos)
Prefixo ZYB 271
Emissora(s) irmã(s) CBN Campina Grande
Cobertura Cobertura - TV Paraíba (1).svg
Coord. do transmissor 7° 11' 34" S 35° 53' 45.3" O
Potência 5 kW
Página oficial redeglobo.globo.com/tvparaiba

TV Paraíba é uma emissora de televisão brasileira sediada em Campina Grande, cidade do estado da Paraíba. Opera no canal 3 (21 UHF digital), e é afiliada da Rede Globo. A emissora pertence à Rede Paraíba de Comunicação, que, por sua vez, pertence ao Grupo São Braz, de propriedade do empresário José Carlos da Silva Júnior. Seus estúdios estão no bairro da Palmeira e seus transmissores estão numa torre de telefonia próxima à sede da emissora, também no mesmo bairro.

História[editar | editar código-fonte]

A história da TV Paraíba teve o seu início no dia 19 de março de 1984, sob a denominação de Televisão Paraíba Ltda. O contrato de constituição foi arquivado na Junta Comercial do Estado da Paraíba, Delegacia Regional de Campina Grande, em 21 de março de 1984. No dia 9 de outubro de 1984, o então presidente da Republica, General João Figueiredo, assinou o Decreto Nº 90.287, publicado no Diário Oficial do dia seguinte, que outorgou concessão à Televisão Paraíba para explorar, pelo prazo de 15 anos, sem direito de exclusividade, serviços de radiodifusão de sons e imagens (televisão) na cidade de Campina Grande.

Sua construção teve inicio no dia 17 de fevereiro de 1986 e sua conclusão em 31 de dezembro do mesmo ano. A administração e fiscalização da obra ficaram a cargo do senhor José Uchôa, primeiro funcionário da TV. Durante a construção, a Televisão Paraíba abriu o seu primeiro escritório em Campina Grande, que ficava localizado no Edifício Lucas, no centro da cidade.

Na virada do ano de 1986 para 1987, à meia-noite, satisfazendo a curiosidade dos telespectadores de Campina Grande, a Televisão Paraíba entra no ar, exibindo o seu primeiro documentário "História de Bolso da Comunicação em Campina Grande". O material foi escrito, produzido, editado e dirigido por Rômulo Azevedo, com narração de Flávio Barros. Numa solenidade simples, realizada nos estúdios da emissora, a TV Paraíba foi dada por inaugurada. O primeiro telejornal da TV Paraíba a ir ao ar foi o CGTV 2ª Edição, com apresentação de Adenildo Pedrosa.

No dia 5 de agosto de 2010, a TV Paraíba, assim como a TV Cabo Branco, inaugurou os novos cenários de seus programas locais. Os estúdios ficaram mais amplos, modernos e coloridos, o que melhorou a interação com o público. Foi a primeira vez que os âncoras passaram a apresentar os telejornais em pé, dando adeus às tradicionais bancadas, símbolo do jornalismo formal. No novo formato, os programas ganharam mais leveza e proximidade com o telespectador.

Em outubro de 2013, a TV Paraíba mudou mais uma vez os seus cenários. Além da aquisição de equipamentos com tecnologia HD, os programas Bom Dia Paraíba, JPB 1ª Edição, JPB 2ª Edição, Globo Esporte e Paraíba Comunidade passaram a ser apresentados em um novo estúdio arrojado, que se harmonizou perfeitamente aos recursos do sinal digital.

Os apresentadores ganharam mobilidade durante a realização dos telejornais, já que a cenografia tem maior amplitude, e ainda passaram a utilizar os diversos monitores de LED espalhados pelo novo espaço. Além disso, a grande novidade foi a instalação de um videowall, composto por nove televisores, permitindo mais interação com os repórteres e convidados. Fez parte também da composição um painel com fotografias de Campina Grande, que destacam as belezas naturais e a paisagem urbana da cidade paraibana.

Em março de 2019 houve a mudança dos cenários da TV Cabo Branco, estreando no mesmo dia o novo grafismo compatível com as mudanças feitas em telejornais da Rede Globo e das afiliadas. O estúdio da TV Paraíba não sofreu alteração, porém a emissora passou a adotar o novo grafismo e também os novos nomes dos telejornais JPB1 e JPB2.

No dia 26 de novembro, após 20 anos de funcionamento, profissionais do escritório de Patos receberam a informação de que a direção decidiu encerrar as atividades no município, com alegações de questões de ordem econômica e de reordenamento de despesas. No entanto, a emissora manteve o escritório de Sousa.[1]

Em 21 de junho de 2019, a TV Paraíba promove um corte em seu quadro de funcionários, demitindo um apresentador, uma repórter, editores e cinegrafistas. O corte afeta também a produção das edições locais dos telejornais JPB1 e Globo Esporte, que são suspensos e passam a ser exibidos em rede estadual a partir da TV Cabo Branco em João Pessoa, sendo mantido na grade de Campina Grande apenas o JPB2. A emissora alegou que as medidas foram tomadas por "decisões empresariais".[2]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal físico Proporção de tela Programação
3.1 21 UHF 1080i Programação principal da TV Paraíba / Globo

Em 14 de junho de 2013, a TV Paraíba começou a transmitir seu sinal digital em caráter experimental. A partir desse dia, alguns programas nacionais, como Encontro com Fátima Bernardes, as novelas e os jogos da Copa das Confederações foram exibidos com qualidade de som e imagem de cinema. Um mês depois, Campina Grande passou a ver toda a programação digital, inclusive os programas locais.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Paraíba, bem como as outras emissoras de Campina Grande, cessou suas transmissões pelo canal 03 VHF em 5 de dezembro de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

Programação[editar | editar código-fonte]

A TV Paraíba produz de segunda à sexta-feira a edição local do telejornal JPB2, apresentada por Carlos Siqueira, além de, durante a programação, exibir o boletim Paraíba Notícia. O restante dos horários destinados pela Globo à programação local servem para a retransmissão em rede estadual a partir de João Pessoa dos seguintes programas da TV Cabo Branco:

  • Bom Dia Paraíba com Denise Delmiro;
  • JPB1 com Danilo Alves;
  • Globo Esporte PB com Kako Marques (bloco local);
  • Paraíba Comunidade com Hildebrando Neto;
  • G1 em 1 Minuto Paraíba com Dani Fechine, Diogo Almeida e Krys Carneiro

Aos sábados, o JPB2 também é transmitido em rede estadual.

Sinal[editar | editar código-fonte]

Canais analógicos[editar | editar código-fonte]

A área de cobertura oficial do sinal analógico da TV Paraíba abrange 86 municípios paraibanos.[4] As transmissões do sinal analógico da emissora foram cessadas em 10 municípios[5], portanto, atualmente, 76 municípios são atendidos pelo sinal analógico:

Em operação
Desativados

Canais digitais[editar | editar código-fonte]

Em operação
Região de cobertura do sinal digital:
  TV Cabo Branco
  TV Paraíba

O sinal digital da TV Paraíba abrange 49 municípios paraibanos[7][8][9]:

Demais cidades que recebem o sinal:

Retransmissoras em implantação

Slogans[editar | editar código-fonte]

  • 1987 - A Nova imagem de Campina
  • 1996- Cada vez mais você
  • 2007- 20 Anos transmitindo emoções
  • 2008 - Levando sempre o melhor até você
  • 2011 - A Gente se liga em você
  • 2012 - 25 Anos. Por você, somos muito mais.
  • 2013 - Por você, somos muito mais.
  • 2015 - TV Paraíba, mais um ano compartilhando com você.
  • 2017- 30 Anos em sua companhia

Referências

  1. Jozivan Antero (26 de novembro de 2018). «Após mais de 20 anos, TV Paraíba fecha escritório na cidade de Patos». patosonline.com. Consultado em 27 de novembro 2018 
  2. «TV Paraíba demite apresentador, repórter e mais seis profissionais e encerra JPB1 e Globo Esporte de CG» (html). ClickPB. Televisão. 21 de junho de 2019. Consultado em 21 de junho de 2019 
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 22 de janeiro de 2018 
  4. «Mapa de Cobertura - TVs Cabo Branco e Paraíba» (PDF). Consultado em 25 de dezembro de 2018 
  5. «Sinal analógico de TV é desligado em Campina Grande e mais nove cidades da PB nesta quarta-feira». Consultado em 25 de dezembro de 2018 
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 7 de junho de 2012. Arquivado do original em 13 de setembro de 2014 
  7. «Veja lista de municípios que receberão a TV Digital antes da Copa». Rede Globo - TV Cabo Branco Digital. 24 de abril de 2014. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  8. «TV Paraíba lança sinal HD na região de Catolé do Rocha nesta quarta (25)». Rede Globo - TV Paraíba Digital. 25 de maio de 2016. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  9. «Sinal analógico de televisão é desligado em dez cidades paraibanas». TV Paraíba - G1. 6 de dezembro de 2018. Consultado em 4 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]