Camalaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Camalaú
Bandeira de Camalaú
Brasão de Camalaú
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 21 de junho de 1985
Gentílico camalauense
Prefeito(a) Alecsandro Bezerra dos Santos (PSDB)
Localização
Localização de Camalaú
Localização de Camalaú na Paraíba
Camalaú está localizado em: Brasil
Camalaú
Localização de Camalaú no Brasil
07° 53' 20" S 36° 49' 22" O07° 53' 20" S 36° 49' 22" O
Unidade federativa  Paraíba
Região
intermediária

Campina Grande IBGE/2017[1]

Região
imediata

Monteiro IBGE/2017[1]

Municípios limítrofes São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro, Monteiro, Sumé e Congo.
Distância até a capital 331 km
Características geográficas
Área 603,060 km² [2]
População 7 000 hab. IBGE/2011[3]
Densidade 11,61 hab./km²
Altitude 521[4] m
Clima semiárido com chuvas de verão[4]
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,581 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 23 222,162 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 921,34 IBGE/2008[6]

Camalaú, município no estado da Paraíba (Brasil), localizado na Região Geográfica Imediata de Monteiro. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2011 sua população era estimada em 7.000 habitantes. Área territorial de 603 km².

História[editar | editar código-fonte]

A fundação do povoado deu-se em 21 de junho de 1895 quando, oficialmente, Domingos Ferreira Brito e sua mulher Rosa Maria da Conceição doaram mais de dezesseis hectares de terra à Igreja Católica para a formação do Patrimônio de São José, mediante a solocitação de José Cardoso da Silva, que passou a ser considerado o fundador da cidade. A data de instalação do município ocorreu no dia 19 de março de 1962, quando houve o desmembramento de Camalaú do município de Monteiro, por força da Lei Estadual nº 2.617 de 12 de dezembro de 1961.[carece de fontes?]

Camalaú é nome de origem indígena. Poderia ter sido o nome de chefe indígena ou de um grupo de aborígines que habitava nas imediações da área onde a cidade está situada, assim como poderia ter sido, apenas, o nome da área em que residiam esses primitivos.[carece de fontes?]

Segundo alguns estudiosos, inclusive Horácio de Almeida e Coriolano Medeiros, notáveis, pesquisadores e escritores paraibanos, Camalaú seria a corruptela do tempo "Cam/B/Ara/Ú" ( Rio do Câmara, do tupi-guarani).[carece de fontes?]

Localização[editar | editar código-fonte]

Camalaú localiza-se na Mesorregião da Borborema e na Microrregião do Cariri Ocidental. Limita-se com o estado de Pernambuco e os municípios de São João do Tigre (22 km), São Sebastião do Umbuzeiro (37 km), Monteiro (35 km), Sumé (26 km) e Congo (20 km). Está distante da Capital 331,7 km,

Geografia[editar | editar código-fonte]

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município está inserido na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja[4], com relevo suave ondulado.

Clima[editar | editar código-fonte]

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[7]. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O clima é tropical semiárido. A pluviometria média anual é de 423 mm, com período chuvoso entre novembro e abril[4]. Camalaú tem temperatura média anual oscilando em torno de 25 °C.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Sua vegetação predominante é a Caatinga que varia de Herbácea a Arbustiva.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Camalaú está situado nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Paraíba, região do Alto Paraíba[4].

O município de Camalaú é banhado pelo Rio da Serra ou do Espinho, onde foi construído o açude Cordeiros (já no município do Congo, mas com a maior parte das águas no município de Camalaú) e pelo Rio Paraíba ou do Meio, no qual foi construída a barragem pública de Camalaú, além de alguns riacho importantes como o da Raposa, Ipueira, Aguazinha, Craibeira, Lamarão, Pinheiro, etc.

Solo[editar | editar código-fonte]

Não cálcios, rasos, pedregosos, da era Pré-Cambriana. Predominância de rochas metamórficas e presença de quartzo leitoso na superfície.

Artesanato[editar | editar código-fonte]

O artesanato de Camalaú destaca-se pela produção da renda renascença e::

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 17 de agosto de 2017.. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2017 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. a b c d e «Diagnóstico do Município de Camalaú» (PDF). Projeto águas subterrâneas. Ministério das Minas e Energia. 2005. Consultado em 17 de outubro de 2009. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  7. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro» .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.