Caraúbas (Paraíba)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Caraúbas
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 5 de maio
Fundação 1994
Gentílico caraubense
Prefeito(a) Pedro Correia (PSC)
(2013–2016)
Localização
Localização de Caraúbas
Localização de Caraúbas na Paraíba
Caraúbas está localizado em: Brasil
Caraúbas
Localização de Caraúbas no Brasil
07° 43' 37" S 36° 29' 31" O07° 43' 37" S 36° 29' 31" O
Unidade federativa  Paraíba
Mesorregião Borborema IBGE/2008 [1]
Microrregião Cariri Oriental IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Coxixola, São João do Cariri (norte); Barra de São Miguel (Paraíba) (leste); estado de Pernambuco (sul); Congo (Paraíba)[2]
Distância até a capital 258 1 km
Características geográficas
Área 445,575 km² [3]
População 3 899 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 8,75 hab./km²
Altitude 451 m
Clima semiárido]][5]
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,623 médio PNUD/2000 [6]
PIB R$ 16 901,098 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 4 301,63 IBGE/2008[7]
Página oficial

Caraúbas, município no estado da Paraíba (Brasil), localizado na microrregião do Cariri Oriental. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2010 sua população era estimada em 3899 habitantes. Área territorial de 446 km².

História[editar | editar código-fonte]

Até meados do século XVII o município era ocupado pelos índios cariris[8] . O município surgiu de uma fazenda de colonos portugueses do século XVIII, às margens do rio Paraíba do Norte. Graças às condições favoráveis, a região inseriu-se no ciclo do açúcar, apresentando características de vila já em 1780[9] . Ainda no mesmo século, o alferes Custódio Alves Martins, morador da Capitania de Pernambuco, instalou-se na cabeceira do Rio Paraíba, e ali fundou um sítio a que deu o nome de Caraúbas. Os mais velhos dizem que Caraúbas foi fundada pelo Capitão-Mor José da Costa Romeu, e recebeu o nome de Caraibeiras, depois de Carnaúba e finalmente Caraúbas, nome que possui até hoje. O Capitão-Mor construiu sua casa que também era a primeira casa de Caraúbas, ficava a beira do Rio Paraíba e era feita de pedras, ao mesmo tempo fez fez a capela de Nossa Senhora do Rosário. Quando Caraúbas passou a Distrito de São João do Cariri em 1891, havia apenas 58 pessoas, destacando-se as famílias do Major Higino, Major Eduardo Ferreira, Manoel Germano, Venâncio Quirino entre outros. Um dos mais ilustres moradores da Caraúbas foi o tenente Coronel Severiano de Farias Castro. Caraúbas evoluiu aos poucos. Por volta de 1816 foi construída uma igreja que tem como padroeiro a imagem de São Pedro, que veio de Roma desde por Capitão-Mor. A partir do século XX, além da pecuária, o beneficiamento do algodão e posteriormente do caroá trouxeram novos recursos à vila[9] . O Coronel Serveliano de Farias Castro trouxe para Caraúbas o primeiro maquinário, era uma máquina de descaroçamento de algodão. O algodão de Caraúbas já chegou a ser exportado para a Itália e Inglaterra. A Paróquia de Caraúbas foi criada em 4 de outubro de 1923, o primeiro registro de batizado feito na Paróquia foi de Pedro Jordão Sobrinho. E o primeiro Crisma foi feito na ano de 1924, pelo Arcebispo da Paraíba Adauto Aurélio Henrique. A primeira Professora de Caraúbas foi Dona Henriqueta da Costa Danda Aragão que ensinava na casa que hoje pertence João Zezinho.

A partir de 1940, investimentos urbanos trouxeram à cidade o primeiro grupo escolar (1953), a iluminação pública a diesel (1953) e o açude Campos, construído pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas.

Caraúbas teve seu nome alterado para Carabeiras pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943. O nome retornou a Caraúbas pelo pela lei estadual nº 318, de 07-01-1949.

Sua emancipação proporcionou-se no dia 29 de abril de 1994, sendo sua instalação no dia 1 de janeiro de 1997.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A maior parte da área de Caraúbas está inserida na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja. Ao norte, há uma região inserida no Planalto da Borborema[5] .

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[10] . Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca. O clima é, portanto, tropical semiárido, com chuvas de verão, que ocorrem de novembro a abril. A pluviosidade média anual é de 432 mm[5] .

A vegetação predominante é a caatinga hiperxerófila, com trechos de floresta caducifólia[5] .

O município está inserido na bacia hidrográfica do rio Paraíba, no Alto Paraíba. Os recursos hídricos da região são o rio Paraíba e o rio Sucuru, e os riachos do Boi, Vaca Morta, do Jaques, da Salina, das Cobras, da Onça, da Cachoeira, Luis Gomes, Cascudo, do Macaco, da Curimatã, do Monte Alegre e da Barriguda, a maior parte de regime temporário. Conta também com os açudes dos Campos e da Tapera e a Lagoa do Pau Ferro[5] .

Significado do Nome da cidade[editar | editar código-fonte]

As margens do Rio Paraíba, existem várias arvores conhecidas como Caraibeiras palavra da qual originou o nome da cidade de Caraúbas. Antes de Caraúbas ser fundada, ela era uma vila indígena e seus primeiros habitantes eram os índios cariris.

Limites[editar | editar código-fonte]

Pernambuco e os municípios de Congo (12 km), Coxixola (24 km), São João do Cariri (33 km) e Barra de São Miguel (20 km), São Domingos do Cariri (16 km).

Cultura[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

A Filarmônica 5 de Maio foi fundada teoricamente no dia 5 de maio de 1997, no Município de Caraúbas. Com a iniciativa da Prefeitura Municipal na administração de Severino Virgínio da Silva, que realizou a Filarmônica 5 de Maio.

Durante 11 (onze) anos houve mudanças na administração da Prefeitura Municipal.


Referências

  1. a b "Divisão Territorial do Brasil". Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consult. 11 de outubro de 2008. 
  2. Mapa da Confederação Nacional de Municípios
  3. IBGE (10 out. 2002). "Área territorial oficial". Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consult. 5 dez. 2010. 
  4. "Censo Populacional 2010". Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consult. 11 de dezembro de 2010. 
  5. a b c d e "Diagnóstico do município de Caraúbas" (PDF). Projetos Águas Subterrâneas. Ministério das Minas e Energia). 2005. Consult. 17 de dezembrooutubro de 2011. 
  6. "Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil". Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consult. 11 de outubro de 2008. 
  7. a b "Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008". Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consult. 11 dez. 2010. 
  8. . Instituto Brasileiro de Geografia e EstatísticaConfederação Nacional de Municípios http://www.cnm.org.br/municipio/historia.asp?iIdMun=100125053. Consult. 17 outubro de 2011.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  9. a b "cidades@". Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consult. 17 outubro de 2011. 
  10. Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.