Robert Miura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Miura
Nascimento 12 de setembro de 1938 (79 anos)
Selma, Califórnia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade de Princeton
Prêmios Prêmio Leroy P. Steele (2006)
Orientador(es) George Korvin Bienkowski[1]
Campo(s) Matemática, biofísica
Tese 1966: An Asymptotic Theory for Linearized Near-Continuum Flow Problems

Robert Miura (Selma, Califórnia, 12 de setembro de 1938) é um matemático e biofísico estadunidense.

Miura estudou engenharia mecânica na Universidade da Califórnia em Berkeley, onde obteve o mestrado em 1962, estudou depois em especial construção de aeronaves na Universidade de Princeton, onde obteve o mestrado em 1964 e um doutorado em 1966, com a tese An Asymptotic Theory for Linearized Near-Continuum Flow Problems. A partir de 1965 trabalhou no Laboratório de Física do Plasma em Princeton. De lá resultou seu trabalho com Martin Kruskal, Clifford Gardner e John Greene sobre a transformação de espalhamento inversa em equações de onda não-lineares com solução por sóliton, pela qual os quatro receberam o Prêmio Leroy P. Steele de 2006.[2] Em 1967/68 trabalhou com Harold Grad no Instituto Courant de Ciências Matemáticas, onde também investigou a física do plasma. De 1968 a 1971 trabalhou na Universidade de Nova Iorque, depois na Universidade Vanderbilt e a partir de 1975 como Professor na Universidade da Colúmbia Britânica. Lá interessou-se por biofísica matemática, em especial a modelagem de impulsos de células nervosas. Desde 2001 é Professor de Matemática e Engenharia Biomédica do New Jersey Institute of Technology, onde foi também diretor da Faculdade de Matemática.

Em 1980 recebeu uma bolsa Guggenheim. É fellow da Royal Society of Canada (1995) e membro da Associação Americana para o Avanço da Ciência (2005). É coeditor do periódico Analysis and Applications.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.