Roberta Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roberta Campos
Roberta Campos em apresentação em 2011
Informação geral
Nome completo Roberta Cristina Campos Martins Sant’Ana
Nascimento 29 de dezembro de 1977 (39 anos)
Origem Paraopeba/MG
País  Brasil
Gênero(s) Pop, MPB, folk mineira
Instrumento(s) Vocal, violão
Período em atividade 1999 - atualmente
Outras ocupações Cantora, compositora
Gravadora(s) Deckdisc
Afiliação(ões) Rafael Ramos
Influência(s) The Beatles, Milton Nascimento, Beto Guedes, Lô Borges, Bob Dylan, Kid Abelha, Pato Fu, Paralamas do Sucesso
Página oficial robertacamposoficial

Roberta Campos (Paraopeba, 29 de dezembro de 1977) é uma cantora e compositora brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Roberta Campos iniciou sua carreira com o disco Para Aquelas Perguntas Tortas (2008), neste disco independente ela realizou todo o trabalho de composição, gravação e realizou até o encarte do disco por conta própria[1]. Segundo Roberta gravar o primeiro disco ela enfrentou muita dificuldade em relação aos gastos na compra de equipamentos[2]. Com o bom recebimento do primeiro disco pelas rádios, Roberta foi contratada para o catálogo da gravadora Deckdisc, na qual gravou o disco Varrendo a Lua (2010), onde teve maior reconhecimento nacional com a canção "De Janeiro a Janeiro"[3].

Carreira[editar | editar código-fonte]

O álbum Varrendo a Lua, lançado em 2010, abriu caminho para a carreira de Roberta. Neste disco além de canções próprias, Roberta canta "Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor", de Lô Borges e Márcio Borges. Também no mesmo álbum está "Sinal de Fumaça", composta em parceria com Nô Stopa, e "Felicidade", com Carolina Zocoli. Esse álbum teve três canções em novelas. "Varrendo a Lua" em Malhação da Rede Globo[4], "De Janeiro a Janeiro" na telenovela Rebelde, na Record. Em 2013, essa canção entrou na trilha de Sangue Bom[5], também na Rede Globo.

Em 2016 a canção "Minha Felicidade" entrou para a trilha sonora da novela Sol Nascente como tema de abertura[6]. Em setembro o quarto álbum da cantora Todo Caminho É Sorte (2015) foi indicado ao Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira[7], mas não venceu a categoria.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano CD
2008 Para Aquelas Perguntas Tortas
2010 Varrendo a Lua
2012 Diário de Um Dia
2015 Todo Caminho é Sorte

Referências

  1. «"Ser feliz com o que realmente a gente gosta" é a receita para Roberta Campos fazer boa música!». Divercidade. 3 de abril de 2011. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  2. Goulart, Tainá (31 de janeiro de 2016). «Conheça o trabalho musical de Roberta Campos». Contigo!. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  3. Leão, Tom (1 de julho de 2010). «Conheça Roberta Campos, cantora e compositora comparada a Mallu Magalhães». O Globo. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  4. «'Varrendo a Lua', de Roberta Campos, faz sucesso na trilha de Malhação». Globo.com (BRA). Consultado em 29 de Setembro de 2011 
  5. «Atriz Sophie Charlotte chora ao ouvir tema romântico de Sangue Bom». Globo.com (BRA). Consultado em 31 de Outubro de 2013 
  6. «Trilha sonora de 'Sol Nascente' tem músicas de Tiago Iorc, O Rappa, Coldplay e mais». Globo.com (BRA). 27 de agosto de 2016. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  7. «Confira os brasileiros indicados para o 17º Grammy Latino». Estadão. 21 de setembro de 2016. Consultado em 16 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.