Rui Rio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rui Rio
Rui Rio
Presidente do Partido Social Democrata
Período 18 de fevereiro de 2018
à atualidade
Antecessor Pedro Passos Coelho
Presidente da Câmara Municipal do Porto
Período 8 de janeiro de 2002
a 22 de outubro de 2013
Antecessor Nuno Cardoso
Sucessor Rui Moreira
Secretário-Geral do Partido Social Democrata
Período 29 de março de 1996
a 20 de junho de 1997
Antecessor Eduardo Azevedo Soares
Sucessor Carlos Horta e Costa
Dados pessoais
Nome completo Rui Fernando da Silva Rio
Nascimento 6 de agosto de 1957 (61 anos)
Porto, Portugal
Partido Partido Social Democrata
Profissão Economista

Rui Fernando da Silva Rio GCIH (Porto, 6 de agosto de 1957) é um economista e político português, Presidente da Câmara Municipal do Porto entre 2002 e 2013. É o atual Presidente do Partido Social Democrata (PSD), desde fevereiro de 2018.

Carreira académica[editar | editar código-fonte]

Estudou no Colégio Alemão do Porto (Deutsche Schule zu Porto) e licenciou-se em Economia, na Faculdade de Economia da Universidade do Porto[1], onde foi membro do Conselho Pedagógico e presidente da Associação de Estudantes. A sua direção constituiu, após o 25 de abril de 1974, a primeira associação universitária do país sem maioria comunista[2].

Vida profissional[editar | editar código-fonte]

Como economista, iniciou a sua vida profissional na indústria têxtil, tendo, após o cumprimento do serviço militar obrigatório, trabalhado também na indústria metalomecânica.

Em meados da década de 1980, iniciou o seu percurso no setor bancário. Como quadro do Banco Comercial Português, foi responsável pela montagem de operações de financiamento no mercado primário, pelo processo de admissão à cotação nas Bolsas de Valores, pelo estudo e conceção de novos produtos financeiros e pela formação dos recursos humanos na área de Mercado de Capitais.

Foi ainda diretor financeiro da fábrica de tintas CIN, com especial responsabilidade na relação da empresa com o Mercado de Capitais.

Depois de ter interrompido a sua atividade como economista durante o período em que esteve profissionalmente ativo na política, em março de 2014 assumiu funções na Boyden - Executive Search[3] e na Neves de Almeida | HR Consulting,[4] empresas da área de gestão de recursos humanos.

Antes disso, e desde janeiro de 2014, já havia retomado a sua atividade no Millennium BCP, passando a integrar o Comité de Investimentos do Millennium Fundo de Capitalização, ainda que o seja como membro independente e não executivo[5].

É vice-presidente da Assembleia-Geral da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas[6].

Foi, enquanto Presidente da Câmara Municipal do Porto, administrador não executivo da Metro do Porto, de 2002 a 2010[1].

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Rui Rio entrou na política através da Juventude Social Democrata, onde foi vice-presidente da Comissão Política Nacional, entre 1982 e 1984.

Aos 18 anos aderiu também ao Partido Social-Democrata. Nesta estrutura, entre 1996 e 1997 foi secretário-geral da respetiva Comissão Política Nacional, com Marcelo Rebelo de Sousa como presidente. De 2002 a 2005, foi vice-presidente, sendo líderes Durão Barroso e, subsequentemente, Pedro Santana Lopes. Repetiria o cargo, entre 2008 e 2010, com Manuela Ferreira Leite.

Rio foi eleito deputado à Assembleia da República, pelo Círculo do Porto, nas legislaturas iniciadas em 1991, 1995 e 1999, abandonando nesta última o mandato de deputado após ser eleito Presidente da Câmara Municipal do Porto, nas eleições autárquicas de 2001. Foi ainda vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD e seu porta-voz para as questões económicas.[1]

Depois de ter conquistado a maioria relativa nas autárquicas de 2001, Rio foi reeleito presidente da Câmara Municipal do Porto,[7] com maioria absoluta em 2005, contra Francisco Assis, e em 2009, contra Elisa Ferreira. Terminou o seu terceiro e último mandato em 22 de outubro de 2013, sendo o autarca que, na história da cidade, durante mais tempo presidiu aos seus destinos.

Paralelamente, durante oito anos (2005-2013),[8] presidiu também à Junta Metropolitana do Porto, o que, até hoje, constitui igualmente o período máximo de tempo no desempenho desse cargo.

Foi, finalmente, presidente do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, entre 2003 e 2005.

Publicou Política In Situ (2002)[9] e Análise à Distribuição Regional do Investimento Público (1999),[10] colaborou nos jornais O Comércio do Porto, Público e Diário Económico. Foi distinguido com o Prémio Personalidade Marketing Cidades e Regiões 2004 e, em 2005, com o Prémio Alfredo César Torres. Em 2012, ganhou o Prémio Carreira da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

A 9 de junho de 2006, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[11]

Liderança do PSD[editar | editar código-fonte]

Rui Rio anunciou a sua candidatura à liderança do PSD a 11 de outubro de 2017, em Aveiro.[12] Nas eleições diretas do partido, marcadas para 13 de janeiro de 2018, defrontou o ex-primeiro-ministro Pedro Santana Lopes, tendo saído vitorioso com 54,37% dos votos dos militantes do PSD.[13] Tomou posse no 37º congresso do PSD, realizado em Lisboa, de 16 a 18 de fevereiro de 2018.

Condecorações[1][14][11][editar | editar código-fonte]

História eleitoral[editar | editar código-fonte]

Liderança do PSD, 13 de janeiro de 2018[editar | editar código-fonte]

Resumo das Eleições Diretas de 2018
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PSD Rui Rio 22 728
 
53,28%
  PSD Pedro Santana Lopes 19 244
 
45,12%
Totais 41 972  
Votos em Branco 447 1,05%
Votos Nulos 236 0,55%
Participação 42 655 60,34%
Fonte: Resultados Oficiais

Referências

  1. a b c d «Site Oficial Câmara Municipal do Porto». Câmara Municipal do Porto. Cm-porto.pt 
  2. Infopedia. Acesso em 23-10-2017
  3. «Site Boyden Global Executive Search». www.boyden.pt 
  4. «Site Neves de Almeida HR Consulting». www.nevesdealmeida.pt 
  5. Jornal de Negócios
  6. «Site Oficial Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas». Otoc.pt 
  7. «Site Oficial Câmara Municipal do Porto». Câmara Municipal do Porto. Cm-porto.pt 
  8. «Site Oficial Área Metropolitana do Porto». Amp.pt 
  9. Política In Situ - ISBN 9789720451132
  10. Análise à Distribuição Regional do Investimento Público - Depósito Legal: I44683/99
  11. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Rui Fernando da Silva Rio". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  12. Group, Global Media (8 de outubro de 2017). «Rui Rio anuncia candidatura ao PSD em Aveiro». JN 
  13. Rodrigues, Sofia. «PSD. Aprovada data das directas contra vontade de Rio». PÚBLICO 
  14. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Estrangeiras». Resultado da busca de "Rui Fernando da Silva Rio". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  15. «Rui Rio condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique». Câmara Municipal do Porto. Cm-porto.pt 
  16. «Visita Apostólica do Papa Bento XVI a Portugal - 11 a 14 de Maio de 2010 - Condecorações». Diocese-porto.pt 
  17. «Site Oficial Câmara Municipal do Porto». Câmara Municipal do Porto. cm-porto.pt 
  18. «Site Oficial Câmara Municipal do Porto». Câmara Municipal do Porto. cm-porto.pt 
  19. «Site Diário da Republica Eletrónico». Ministério da Administração Interna. dre.pt 
Precedido por
Eduardo Azevedo Soares
Secretário-Geral do Partido Social Democrata
19961997
Sucedido por
Carlos Horta e Costa
Precedido por
Nuno Cardoso
Presidente da Câmara Municipal do Porto
20022013
Sucedido por
Rui Moreira
Precedido por
Pedro Passos Coelho
Presidente do Partido Social Democrata
desde 2018
Sucedido por
Incumbente