STORMBREW

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde junho de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
STORMEBREW
STORMBREW: STORMBREW mapa SIGAD

STORMBREW (Programa de Vigilância) é um programa de vigilância da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, usado para coletar os dados da Internet. Foi divulgado , no verão de 2013 no âmbito das revelaçōes de Edward Snowden.

STORMBREW é um programa que engloba vários programas usados para a vigilância das telecomunicações. Ele cai na categoria de coleta de fluxo, o que significa que os dados são puxados diretamente dos cabos de fibra óptica e da infra-estrutura de comunicações.

Há também um Identificador da Atividade de SIGINT, o SIGAD, que leva o mesmo nome , e refere-se à uma empresa que é um "parceiro corporativo" DA NSA.

Esse parceiro foi identificado em 23 de outubro de 2013[1] como sendo a Verizon, a empresa holding da empresa norte-americana que em 29 de julho de 1998[2] [3] [4] , no processo das privatizaçōes das telecomunicaçōes no Brasil, comprou a Embratel.[5] . Parte dos serviços privatizados vieram a ser oferecidos pela Claro.

Este parceiro corporativo tem servidores em Washington, Califórnia, Texas, Flórida, e Nova York, Virgínia e Pensilvânia.[6] [7] [8]

Os programas de coleta Upstream dāo acesso à volumes gigantescos de dados, e a maior parte da pré-seleção dos dados é feita pelos próprios prestadores de serviços, antes dos dados serem repassados ​​para a NSA.

A NSA paga às compahias parceiras na coleta de dados e o orçamento para o STORMBREW no ano fiscal de 2013 é de 46,5 milhōes de dólares americanos.[9]

STORMBREW consiste nos seguintes SIGADs:

Designação Codinome Autorização Legal Alvos Tipo de Informação coletada Notas
US-3140 (PDDG:TM) MADCAPOCELOT Autorizado pela Presidencia americana - Ordem do Executiva 12333 Russia and Europa DNI e metadata através do XKeyscore, Pinwale and MARINA
US-983 (PDDG:FL) STORMBREW Global
  • "DNR (Directory ONMR)"
  • "DNI Collection, FISA e Foreign Intelligence Surveillance Act de 1978 , Contagem de acessos "
"parceiro corporativo chave com acesso aos cabos internacionais, comutadores e roteadores de redes"

Glossário[editar | editar código-fonte]

  • Contagem de acesso: nenhuma explicação foi fornecida no material de origem.
  • Diretório ONMR: nenhuma explicação tenha sido fornecido no material de origem.
  • DNI - Inteligência Digital da rede[10]
  • DNR - Reconhecimento do Número discado[11]
  • MARINA : um banco de dados da NSA dos metadados da Internet[12] [13]
  • Transit Authority - A autoridade legal americana que determina que as comunicações em trânsito nos Estados Unidos podem ser coletadas, desde que os terminais envolvidos sejam estrangeiros.

Mídia: STORMBREW e Upstream Coleção[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Operaçōes da NSA (What’s the deal with NSA’s operation names?)[1]
  2. EMBRATEL-Histórico [2]
  3. Saiba como foi a privatização da Telebrás em 1998 - 29/07/2008 - Mercado - Folha de S.Paulo[3]
  4. EMBRATEL-HistóricoWebCite query result
  5. Verizon adquire a (Verizon closes book on MCI merger-CNET News)[4]
  6. Fantástico - setembro 2013 - Petrobras foi espionada pelos EUA, apontam documentos da NSA[5]
  7. STORMBREW-servidores dp Google sāo alvo da NSA (Flying Pig: New Snowden documents show NSA deemed Google networks a "target.")09 de setembro de 2013
  8. The Washington Post: Slides da NSA explicam a coleta de dados pelo Programa PRISM (em inglês) - The Washington Post
  9. NSA paying U.S. companies for access to communications networks - The Washington Post - 29 de agosto de 2013[6]
  10. Drum, Kevin (June 8, 2013). «Mapa do Dia: Quem a NSA escuta» [S.l.: s.n.] Consultado em September 9, 2013. 
  11. Drum, Kevin (June 8, 2013). «Mapa do Dia: Quem a NSA escuta» [S.l.: s.n.] Consultado em September 9, 2013. 
  12. Nakashima, Ellen (July 31, 2013). «Newly declassified documents on phone records program released». The Washington Post [S.l.: s.n.] Consultado em September 9, 2013. 
  13. Gellman, Barton (June 15, 2013). «U.S. surveillance architecture includes collection of revealing Internet, phone metadata» [S.l.: s.n.] Consultado em September 9, 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Fantástico - Veja os documentos ultrassecretos da NSA
  • Fantástico - Petrobras foi espionada pelos EUA, apontam documentos da NSA
  • Top Level Telecommunications: Slides sobre a coleta de Upstream da NSA
  • [7] Catalogo da NSA - Iterativo - com os dispositivos de vigilancia criados pela TAO
  • [8] NSA pode escutar todas as chamadas telefônicas em qualquer pais estrangeiro (video em espanhol)
  • [9] Der Spiegel Interativo - Documentos: Video sobre tecnologia de vigilancia da NSA-Catálogo ANT (NSA)
  • [10] James Bamford: ‘A NSA hoje pode entrar na mente das pessoas’ , por Flávia Barbosa - O Globo - 19 de março de 2014.
  • [11] FAIRVIEW: programa que amplia a capacidade da coleta de dados - Mapa mostra volume de rastreamento do governo americano Brasil é o país mais monitorado da América Latina - O Globo - 11 de junho de 2013;
  • [12] EUA espionaram milhões de e-mails e ligações de brasileiros. País aparece como alvo na vigilância de dados e é o mais monitorado na América Latina - O Globo - 06 de julho de 2013;
  • [13] Jornais destacam sistema de espionagem dos EUA no Brasil. The Guardian, Washington Post e El País foram alguns dos que comentaram denúncia feito pelo O GLOBO - 07 de julho de 2013;
  • [14] Veja os documentos ultrassecretos que comprovam espionagem da presidencia do Brasil. Arquivos foram obtidos com o ex-analista da NSA Edward Snowden