Sinal Fechado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sinal Fechado
Álbum de estúdio de Chico Buarque
Lançamento 1974
Gênero(s) MPB
Duração 33:24
Idioma(s) Inglês
Formato(s) LP
Cronologia de Chico Buarque
Chico Canta (1973)
Chico Buarque & Maria Bethânia ao vivo (1975)

Sinal Fechado é um disco gravado por Chico Buarque de Holanda em 1974, que levou nome de uma música de Paulinho da Viola. Devido ao fato de que seu álbum anterior, trilha sonora da peça "Calabar', havia sofrido muitos cortes da censura, e à proibição que esta impôs a Chico Buarque de assinar a autoria das suas canções, em "Sinal fechado" ele interpreta peças compostas por amigos, como Caetano Veloso – "Festa imodesta" – e Tom Jobim – "Lígia". No álbum, que ainda tem o lirismo buarqueano captado por Gilberto Gil em "Copo vazio", pela primeira vez Chico assina sob um pseudônimo, Julinho da Adelaide, na canção "Acorda, amor", marco da época.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Festa Imodesta"   Caetano Veloso 2:44
2. "Copo Vazio"   Gilberto Gil 2:46
3. "Filosofia"   André Filho, Noel Rosa 2:20
4. "O Filho Que Eu Quero Ter"   Toquinho, Vinícius de Moraes 4:11
5. "Cuidado Com a Outra"   Nelson Cavaquinho, Augusto Tomaz Jr. 2:45
6. "Lágrima"   Jackson do Pandeiro, José Garcia, Sebastião Nunes 2:14
7. "Acorda Amor"   Julinho da Adelaide, Leonel Paiva 2:20
8. "Ligia"   Tom Jobim 2:52
9. "Sem Compromisso"   Nelson Trigueiro, Geraldo Pereira 2:39
10. "Você Não Sabe Amar"   Carlos Guinle, Dorival Caymmi, Hugo Lima 3:34
11. "Me Deixe Mudo"   Walter Franco 2:15
12. "Sinal Fechado"   Paulinho da Viola 2:37
13. "Samba pra Vinícius"   Chico Buarque, Toquinho  
Duração total:
33:24
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Chico Buarque é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.