Sol (dia marciano)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sol é o nome por que normalmente é designado o dia solar marciano. Tem duração média de 24 horas 39 minutos e 35,244 segundos.[1][2]

Dia sideral e dia solar[editar | editar código-fonte]

Diferença entre dia sideral e dia solar

Não se deve confundir o que normalmente se chamada de sol/dia (o chamado dia solar) com o período de rotação do planeta (o dia sideral). O dia solar, que corresponde a 24 horas 39 minutos e 35,244 segundos em Marte ou 24h 0,002s na Terra é o tempo médio que o Sol demora entre duas passagens consecutivas por um determinado meridiano. O dia sideral, que corresponde a 24h 37m 22,663s segundos em Marte ou 23h 56m 4,2s na Terra é o tempo médio que o planeta demora a fazer uma rotação completa. A diferença entre os dois períodos deriva da conjugação entre os movimentos de rotação e de translação. Num planeta prógrado como a Terra ou Marte, o dia sideral é mais curto que o dia solar. No instante 1, o Sol e uma determinada estrela distante estão alinhados no zénite. No instante 2 o planeta completou uma rotação de 360º e a estrela está novamente no zénite (o período entre 1 e 2 corresponde a um dia sideral). Só uns minutos mais tarde, no instante 3, o Sol chega ao zénite, completando um dia solar (período entre os instantes 1 e 3).

Medição do tempo em Marte[editar | editar código-fonte]

Dada a semelhança entre o dia terrestre e o dia marciano (uma diferença de 2,7 %) surge a tentação de convencionar um sol de 24 "horas" marcianas, onde cada "hora", "minuto" ou "segundo" é 2,7% mais longo que as correspondentes unidades padrão usadas na Terra. É esta convenção que é usada pelas sondas e satélites de exploração Marciana, como por exemplo as sondas Spirit e opportunity.Embora prático esta solução faz com que o segundo com unidade do Sistema Internacional de Unidades deixe de ser usada em Marte.

Equação do tempo[editar | editar código-fonte]

O analema para Marte

Tal como na Terra, também existe o fenómeno que se convencionou chamar de equação do tempo. Esta "equação" é a diferença entre o "tempo solar aparente" (o que é efetivamente observado) e o "tempo solar médio". Este desvio tem uma periodicidade anual e resulta da variação da inclinação de eixo de rotação do planeta em relação ao plano da eclíptica e da variação da velocidade orbital ao longo do ano. Na Terra esta diferença é no máximo de 16 m 23 s (por volta de 31 de outubro), mas em Marte, dada a grande excentricidade da sua órbita, esse valor chega aos 50 minutos. A equação do tempo pode ser representa num analema.

Referências

  1. Snyder, Conway W. (1979). «The extended mission of Viking». Journal of Geophysical Research. 84 (B14): 7917–7933. doi:10.1029/JB084iB14p07917 
  2. Allison, Michael; Schmunk, Robert (30 de junho de 2015). «Technical Notes on Mars Solar Time as Adopted by the Mars24 Sunclock». Goddard Institute for Space Studies. National Aeronautics and Space Administration. Consultado em 13 de junho de 2018 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.