Suzana Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Suzana Borges
Nome completo Maria Susana Martins Ferreira Borges
Nascimento 7 de julho de 1956 (61 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portuguesa
Ocupação Atriz
IMDb: (inglês)

Maria Susana Martins Ferreira Borges[1] (Lisboa, 7 de julho de 1956),[carece de fontes?] mais conhecida apenas por Suzana Borges, é uma actriz portuguesa.

Licenciada em Filosofia, com pós-graduação em Filosofia Contemporânea,[2] enveredou pela representação, tendo realizado estágios com Rudy Shelley e Lin Britt, do Old Vic Bristol School, Markert e Eva Winkler, do RDA de Berlim, e Marcia Haufrecht do Lee Strasberg Theatre Institute.[carece de fontes?]

Em 1992 participou na telenovela Pedra sobre Pedra, co-produção da Rede Globo e RTP1.

Teatro[editar | editar código-fonte]

Representou variados autores, entre eles Bertolt Brecht, Samuel Beckett, Tennessee Williams, Frank Wedekind, Whitehead, Beth Henley, J. B. Priestley, José Luís Peixoto, Irene Lisboa ou Cecília Meireles. Foi dirigida por encenadores como João Canijo, Caldeira Pires, Osório Mateus, Rui Madeira, João Lagarto, Fernando Heitor, Fernanda Lapa, Manuel Cintra, João Lourenço ou Diogo Dória. [carece de fontes?]

Encenou Uale – não posso encontrar, de José Luís Peixoto e Adília Lopes e criou vários espectáculos, como A Vida Não é Literatura, de Irene Lisboa, além de recitais literários, em que também participou, divulgando a obra de Emily Dickinson, Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Álvaro de Campos, Luís de Camões ou Sophia de Mello Breyner.[carece de fontes?]

Ano Peça Teatro Autoria Encenação Ref.
Hanjo Yukio Mishima Paulo Lage [3]
2015 Allo Allo Teatro da Trindade João Didelet

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1987 Repórter X Ana Sturr
1987 Serenidade Isabel
1988 Os Emissários de Khalom Paulina / Lúcia
1988 Mensagem  ?
1990 O Processo do Rei Joana de Almeida
1992 Zwischensaison Sra. Ammann
1993 Sombras en una batalla Mulher de José
1995 Une femme dans la tourmente Angela
1996 Sur un air de mambo Brigitte
1998 Tráfico Cícero
2000 A Falha Maria Filipa
2000 Tarde Demais Mãe de Laura
2001 Quem És Tu? D. Madalena de Vilhena
2002 O Rapaz do Trapézio Voador Maria dos Anjos
2003 A Mulher que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos Leonor Ferreira Bastos
2003 Vai e Vem Hortênsia Vuvu
2004 Lá Fora Luísa (mulher de Cristiano)
2005 O Fatalista Estalajadeira
2005 A Luz na Ria Formosa Mãe
2006 O Inimigo Sem Rosto Laura
2007 Corrupção Magistrada
2010 Filme do Desassossego Senhora no Restaurante

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Programa Personagem Canal
1987 A Tribo dos Penas Brancas Helana RTP
1988 A Mala de Cartão Professora RTP
1992 Pedra sobre Pedra Inez Rede Globo, RTP
1993 A Banqueira do Povo Maria do Carmo RTP
1994 Sozinhos em Casa Márcia RTP
1994/1995 Desencontros Manuela RTP
1997 Ballet Rose Eva RTP
1998 Jornalistas Irene Fonseca SIC
1999 O Fura-Vidas Maria Antónia SIC
1999 Cruzamentos Matilde RTP
2000 Médico de Família Chefe de Teresa SIC
2000 Querido Professor Sofia SIC
2000 Jardins Proibidos Mafalda Ávila Ramos TVI
2001 Segredo de Justiça RTP
2001 O Espírito da Lei Teresa SIC
2002 Super Pai TVI
2002 O Olhar da Serpente Isaura Sinfães Vasconcelos SIC
2004 Inspector Max Diana TVI
2004 Uma Aventura na Noite das Bruxas Palmira SIC
2005 Ninguém como Tu Beatriz Paiva Calado TVI
2006 Jura Mariana Carvalho SIC
2007 Conta-me Como Foi Lálá Lemos RTP
2007 O Dia do Regicídio Rainha Maria Amélia de Orleães Bragança RTP|
2007/2008 Vila Faia Beatriz Marques Vila RTP
2008 Liberdade 21 Jacinta RTP
2009 Deixa Que Te Leve Condessa Luíza de Bolonha TVI
2011 Pai à Força - II Helena RTP
2012 Louco Amor Leonor Correia TVI
2014 Bem-Vindos a Beirais Rosário Bettencourt RTP
2016 A Única Mulher TVI

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Borges, Suzana; Freire, Adriana (2005). Desavergonhadamente Pessoal – O Trabalho dos Actores. [S.l.]: Oficina do Livro. 285 páginas. ISBN 9789895551071 

Referências

  1. «Lista de associados da Audiogest» (PDF). Actividades Culturais / Ministério da Cultura. 25 de Julho de 2007. Consultado em 23 de Dezembro de 2013 
  2. «CURRICULUM VITAE» (PDF). Instituto do Cinema e Audiovisual. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  3. Guerreiro, Andreia (23 de julho de 2010). «Suzana Borges de férias no Porto». Caras. Consultado em 27 de dezembro de 2011