Pai à Força

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pai à Força
Informação geral
Formato Série
Duração 50 minutos
País de origem Portugal Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Miguel Guerreiro
Duarte Teixeira
Gonçalo Penalva
Jorge Marecos Duarte
Produtor(es) Vitor Abreu
Alberto Alves
Nuno Melo
Nuno Marvão
Elenco Pepê Rapazote
Ruben Leonardo
Beatriz Monteiro
Francisco Fernandez
Empresa(s) de produção SP Televisão
Exibição
Emissora de televisão original RTP1
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 6 de fevereiro de 200919 de fevereiro de 2012
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 92 (lista de episódios)

Pai à Força é uma série de televisão portuguesa exibida entre 2009 e 2012 pela RTP1 e produzida pela SP Televisão.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco Infantil

Participações Especiais: (Morrem no primeiro episódio)

Elenco adicional[editar | editar código-fonte]

  • Henriqueta Maia – Maria
  • Rui Mello – Duarte
  • Pedro Laginha - Lucas (entra no início da 2ª temporada)
  • Tiago Mesquita – Martim
  • Mónica Godinho – Vera (sai no final da 1ª temporada)
  • João Rosa – Sebastião (sai no final da 1ª temporada)

Participações (ordem alfabética)[editar | editar código-fonte]

Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

Temp. Episódios Ano de Transmissão Dia da Semana Audiências
(média dos episódios)
Elenco Principal
1 19
2009
Sexta-Feira
-
Pepê Rapazote, Ruben Leonardo, Francisco Fernandez e Beatriz Monteiro
2 23
2009 - 2010
Sexta-Feira
-
3 10
2010
Domingo
-

Crossover com Liberdade 21, no Episódio 23[editar | editar código-fonte]

  • Adriano Carvalho - Dr. João Branco (Embora não entre na série-mãe, neste episódio é advogado da Vasconcelos, Brito & Associados)
  • António Cordeiro - Paulo Ruas
  • Cleia Almeida - Júlia Paixão

Observações[editar | editar código-fonte]

  • Esta série começou a passar na RTP1 dia 6 de Fevereiro a partir das 21 horas. O seu primeiro episódio foi assistido por uma média de 1.241.900 milhões de espectadores, com um share de 30,3% e uma audiência média de 13,1%. A nova temporada ocupou a 5ª posição no ranking de programas mais vistos do dia!
  • O episódio n.º 23, transmitido a 13 de Novembro de 2009, contou com algo não muito frequente em televisão, o Crossover. Neste episódio, esta série fez crossover com a série Liberdade 21, também em exibição no mesmo canal. Em algumas cenas, há partilha de cenários, situações e personagens, para melhor responder à diagese do episódio.
  • Também o 29º episódio de Liberdade 21 fez crossover com esta série, pois contou com a participação de Pepê Rapazote no papel de Miguel Saraiva, cirurgião que testemunhará num julgamento defendido pela Vasconcelos, Brito & Associados.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Referências