Anjo Selvagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme com Tom Sizemore (1993), veja Love Is Like That.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Anjo Selvagem
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Adaptação Casa da Criação
País de origem Portugal Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Luís Filipe Gouveia Teixeira De Sousa
Produtor(es) Luís Filipe Gouveia Teixeira De Sousa
Elenco Paula Neves
José Carlos Pereira
Alexandre Ferreira
António Pedro Cerdeira
Canto e Castro
Carlos Areia
Luísa Ortigoso
Dina Félix da Costa
Manuel Cavaco
Exibição
Emissora de televisão original Portugal TVI
Transmissão original 3 de Setembro de 2001 a 21 de Fevereiro de 2003
N.º de episódios 603
Cronologia
Olhos de Água
Filha do Mar
Programas relacionados Muñeca Brava

Anjo Selvagem foi uma telenovela portuguesa transmitida na TVI entre 3 de Setembro de 2001 a 21 de Fevereiro de 2003 às 19 horas. Foi reposta na TVI Ficção entre 24 de Outubro de 2012 e 4 de Junho de 2013, num total de 236 episódios. É uma adaptação do original Argentina "Muñeca Brava" de 1998.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mariana de Jesus (Paula Neves) nasceu e cresceu num convento. Desde logo revela um jeito de maria-rapaz, como companheira de rua dos miúdos da aldeia onde fica o convento. Mas Mariana tem outra faceta… Gosta muito de cantar e dançar, escapando-se pela janela a meio da noite com a sua amiga São (Teresa Tavares), companheira de quarto, para ir às discotecas da zona. Numa dessas saídas, Mariana conhece Pedro Brandão Salgado (José Carlos Pereira), filho de Álvaro Salgado (Alexandre de Sousa) e Helena Brandão Salgado (Manuela Carona), donos da Quinta de Nossa Senhora do Carmo.

Essa quinta já havia sido, em tempos, palco de um amor proibido. Passou-se quando Álvaro, o único filho do casal Sebastião Salgado e Angélica Salgado (Isabel de Castro), se apaixonou pela empregada da casa, Rosário Medeiros (Sílvia Balancho). O resultado foi a gravidez de Rosário, protegida por Angélica e proibida por Sebastião. Face aos problemas financeiros da sua empresa, Sebastião associa-se a Vicente Brandão, que prometeu socorrê-lo, na condição de casar a sua filha Helena com Álvaro.

Cobardemente, Álvaro aceita o casamento por conveniência e a quinta prepara-se para a grande festa. Entretanto, Rosário sabe do motivo da festa pelo irmão e, desesperada, foge da casa, numa noite de tempestade. Acaba por desmaiar em frente a um convento, onde é recolhida com uma grave pneumonia. Na quinta, nunca mais se sabe do seu paradeiro.

Álvaro compra o silêncio do irmão de Rosário, Luciano Medeiros (Manuel Cavaco), dando-lhe o cargo de mordomo. Anos mais tarde, Álvaro passa a tomar conta dos negócios. Apesar dos filhos Pedro e Marta Brandão Salgado (Sara Moniz), o casamento com Helena, que se torna uma alcoólica não assumida, é um desastre. Álvaro tem um caso com Andreia Barroso (Vera Alves), a secretária, uma mulher bonita e sofisticada que planeia o "golpe do baú".

Existem ainda dois quartos na quinta. Um ocupado por Angélica, viúva, que passa o tempo fechada, prisioneira do passado, e outro quarto onde vive Francisco Brandão (António Pedro Cerdeira), isolado, e preso a uma cadeira de rodas desde que a mãe e a noiva morreram num acidente.

Mas as histórias passadas, que se julgavam enterradas, ressurgem quando Mariana completa dezoito anos, tendo que sair do convento e arranjar um emprego. O seu destino passa pela Quinta de Nossa Senhora do Carmo, onde fará amigos, mas também alguns inimigos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco adicional[editar | editar código-fonte]


Participação especial

Banda Sonora[editar | editar código-fonte]

  • 01 - Anjo Selvagem - Maxi
  • 02 - Deixa-te Voar - Susana Félix
  • 03 - Como Um Anjo - Anjos
  • 04 - Subtil - Susana Félix
  • 05 - Promessa - Paula Teixeira
  • 06 - Se Me Queres Amar - Faces
  • 07 - Só Um Gesto Teu - Santamaria
  • 08 - Sou Assim - Tucha
  • 09 - Mundo Escuro - Milénio
  • 10 - Preso a Ti - Maxi
  • 11 - Angelica - Vitorino
  • 12 - Se Tu Não Queres (Não Me Importa) - Faces
  • 13 - Já Não Me Iludo - Susana Félix
  • 14 - Tudo o Que Sonhei (Aqui) - Tucha
  • 15 - Nostalgia de Vida - Emanuel
  • 16 - Anjo Selvagem - Vitorino
  • 17 - Sedutora & Perigosa - Emanuel
  • 18 - Palmira E Raúl - Vitorino

Audiência[editar | editar código-fonte]

O primeiro episódio, dia 2 de setembro de 2001, registou 16.6% de audiência média e 54,7% de share. Ao longo do desenrolar da história, as audiências foram oscilando... No episódio 272 (14/03/2002), a novela registou o melhor resultado com mais de 2,3 milhões de espectadores, ou seja, 24.4% de audiência média. No episódio 561 (4/1/2003), na reta final, a novela teve apenas cerca de 300 mil espectadores, ou seja, 4.2% de audiência média. O último episódio, dia 25 de fevereiro de 2003, registou 18.1% de audiência média e 44,5% de share. Ao longo de 603 emissões, a novela registou 13.6% de audiência média e 42,3% de share.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • No canal em que foi exibida marcou uma fase de transição, já que poucos programas televisivos antes deste registaram níveis tão elevados de audiências. Foi também a primeira e até 2014 a única com um episódio gravado em direto (Em Outubro de 2014 a novela da RTP Água de Mar contou com um episódio gravado em direto).
  • Os cenários foram uma constante de surpresas, alguns considerados românticos e profundamente aprazíveis, destacando-se as paisagens de Sintra e a cidade de Alverca do Ribatejo.
  • Teve bastante audiência, e o enredo é fundamentalmente uma comédia romântica.
  • A novela foi muitas vezes alvo de piadas, por humoristas, já que durou praticamente dois anos, e a indecisão de saber se Mariana de Jesus (Paula Neves) ficava ou não com Pedro Brandão Salgado (José Carlos Pereira), retiraram alguns espectadores à novela da TVI. O mesmo facto veio a constatar a falta de qualidade do enredo, por ser demasiado romântico, monótono, pouco original e pouco realista. Alguns dos actores que por lá passaram também não tiveram boa prestação por representarem papéis de fraca qualidade.
  • A história foi adaptada do original sul-americano Muñeca Brava que fala sobre uma rapariga maria-rapaz, que luta contra tudo e contra todos, para encontrar o seu verdadeiro amor.
  • Foi uma das primeiras novelas a ser adaptada pela TVI.
  • Há quem diga que este foi o papel da vida de Paula Neves e que provavelmente nunca irá ter um tão marcante, como a divertida Mariana.
  • Mais tarde, a TVI decidiu adaptar Doce Fugitiva, que na Argentina é dos mesmos escritores que Anjo Selvagem.