Manuel Cavaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Manuel Cavaco
Nome completo Manuel Tavares Cavaco
Nascimento 14 de junho de 1944 (74 anos)
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Ator
IMDb: (inglês)

Manuel Tavares Cavaco[1] (14 de Junho de 1944) é um actor português.[2]

Proveniente de uma família de amadores teatrais, frequentou o Conservatório Nacional de Teatro cujo curso de Formação de Actores não completou para iniciar o seu percurso profissional. Estreia-se no teatro em 1963, sob a direcção de Carlos Avilez, na peça A Castro de António Ferreira, apresentada na Sociedade Guilherme Cossoul e que traz alguma polémica pela arrojada encenação. Mantém-se até 1965 no Teatro Moderno de Lisboa. Co-fundador do Teatro Experimental de Cascais (1965), passa depois pelo Grupo de Acção Teatral, trabalhando com Artur Ramos e Glicínia Quartin e, entre 1971 e 1973 integra a companhia de Amélia Rey Colaço - Robles Monteiro, sediada no Teatro Nacional D. Maria II. Muda-se em 1972 para o Teatro Villaret junto de Raúl Solnado. Fica no Teatro Aberto (Grupo4) de 1974 a 1980, onde é dirigido por João Lourenço. Em 1986 regressa ao Teatro Nacional para interpretar com Eunice Muñoz a peça Mãe Coragem de Bertolt Brecht. Do seu percurso teatral salienta a interpretação de autores como Tchekov, António Ferreira, Brecht, José Régio, Camilo Castelo Branco, António José da Silva - o Judeu, Bernardo Santareno ou Gil Vicente.

Actor pontual no cinema - fez cerca de 15 longas-metragens - salienta os filmes Um Campista em Apuros (1968) de Herlander Peyroteo, Manhã Submersa (1980) de Lauro António, Os Abismos da Meia-Noite (1984) de António de Macedo, Guerra de Mirandum (1984) e Ao Sul (1995) de Fernando Matos Silva, Balada da Praia dos Cães (1988) de José Fonseca e Costa, Matar Saudades (1989) de Fernando Lopes, Um Crime de Luxo (1991) de Artur Semedo [3], O Segredo das Pedras Vivas (1992/2016) de António de Macedo [4], Adeus Princesa (1994) de Jorge Paixão da Costa.

Desde a década de 90 que se dedica maioritariamente aos projectos de televisão, onde se estreara em 1957 com uma breve aparição em Monólogo do Vaqueiro, primeira peça apresentada na RTP. Participou depois em várias séries, como Ivone a Faz Tudo de Fonseca e Costa (RTP, 1978); Zé Gato de Rogério Ceitil (RTP, 1979); Retalhos da Vida de Um Médico de Artur Ramos (RTP, 1980); O Tal Canal com Herman José (1983). Integrou ainda o elenco de um sem número de novelas nacionais (1993 - Verão Quente; 1994 - Na Paz dos Anjos; 1995 - Desencontros; 1995 - Roseira Brava; 1996 - Primeiro Amor; 1996 - Filhos do Vento; 1997 - A Grande Aposta; 1998 - Terra Mãe; 1999 - A Lenda da Garça; 2001 - Olhos de Água; 2005 - Mundo Meu; 2006 - Doce Fugitiva; 2009 - Meu Amor; 2011 - Rosa Fogo; 2013 - Dancin' Days, entre outras).

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Projeto Personagem Canal Notas
1966 Poeira nos Olhos RTP Teatro
1966 A Perguiça RTP Teatro
1967 Gente Nova em Férias RTP Série
1971 Eu Sou a Filha do Rei RTP Teatro
1971 O Gato RTP Teatro
1971 Maridos Peraltas e Mulheres Sagazes RTP Teatro
1971 A Senhora das Brancas Mãos RTP Teatro
1971 O Emissário RTP Teatro
1971 Não és tu a Mulher com quem Casei RTP Teatro
1972 Aventuras de Batatinha e Casacão RTP Teatro
1972 Uma Mulher sem Importância RTP Teatro
1972 O Presépio Português RTP Teatro
1972 O Leque de Lady Windermere RTP Teatro
1972 Três Anjos Caíram do Céu RTP Teatro
1973 12 Homens em Conflito RTP Teatro
1973 A Madrinha de Charley RTP Teatro
1974 Milho Para o 8º Exército RTP Teatro
1974 Sabina Freire RTP Teatro
1975 O Homem que se Arranjou RTP Teatro
1975 O Galo e a Raposa RTP Teatro
1978 Ivone a Faz Tudo RTP Série
1979 Zé Gato Homem Série
1980 Retalhos da Vida de um Médico Série
1983 O Tal Canal Série
1985 Chuva na Areia Manganão Telenovela
1987 A Relíquia Teatro
1987/1988 Lá em Casa Tudo Bem Clemente Série
1988 Uma Bomba Chamada Etelvina Teatro
1989 O Pato Teatro
1989 O Deslize de Isabel Teatro
1989 O 2º Tiro Teatro
1989 O Cacilheiro do Amor Série
1989 Crime à Portuguesa Eduardo Filme
1990 Os Melhores Anos Adalberto Guia Serie
1992 Soluna Teatro
1993 A Visita da Velha Senhora Teatro
1993 Felizmente Há Luar Teatro
1993/1994 Verão Quente Alberto Telenovela
1994/1995 Na Paz dos Anjos Crispim Saraiva Telenovela
1995 Desencontros Inspector Rincão Telenovela
1996 Roseira Brava Santa Comba Telenovela
Primeiro Amor Rogério Gonçalves Telenovela
1997 Filhos do Vento Cabo Raimundo Telenovela
1997 Policias Série
1997/1998 A Grande Aposta Júlio Romero Telenovela
1998 Terra Mãe Augusto Chaves Telenovela
1998 Esquadra de Policia RTP Série
1998 A Lenda da Garça Telenovela
1999 Todo o Tempo do Mundo Manuel Cauteleiro TVI Série
2000 Crianças SOS Vicente Paz Série
2001 Olhos de Água Sebastião Torres (Bicas) Telenovela
2001/2003 Anjo Selvagem Luciano Medeiros Telenovela
2003 Amanhecer Justino Telenovela
2003/2004 Queridas Feras António Gama Telenovela
2005/2006 Mundo Meu Hermínio Santos Telenovela
2006/2007 Doce Fugitiva Francisco Santos Telenovela
2008/2009 Feitiço de Amor Joaquim Mestre Telenovela
2009 Telma TeleFilme
2009/2010 Meu Amor Horácio Telenovela
2011/2012 Rosa Fogo SIC Telenovela
2015/2016 Poderosas António Sousa Telenovela
2017/2018 Paixão Augusto Ribeiro Telenovela
2018/2019 Alma e Coração Nestor Macedo Telenovela

Dobragens[editar | editar código-fonte]

Faz também inúmeras dobragens para a Pixar e para Dreamworks, as mais conhecidas são:

Em 2010 assinou contrato de exclusividade com a SIC,[2] estando actualmente a trabalhar na novela Poderosas.[5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (pdf). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 11 de Janeiro de 2014.. Cópia arquivada (PDF) em 24 de Dezembro de 2013 
  2. a b «Manuel Cavaco assina por Carnaxide». DN. Consultado em 26 de abril de 2012. 
  3. http://www.imdb.com/title/tt0097122/?ref_=fn_al_tt_1
  4. http://www.imdb.com/title/tt6081894/?ref_=nv_sr_1
  5. Rui Lavrador (15 de Maio de 2015). «Em Poderosas o actor Manuel Cavaco será um sapateiro». Hard Musica. Consultado em 3 de Setembro de 2015.. Cópia arquivada em 3 de Setembro de 2015