Togepi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Togepi
Togepy[1]
Primeira aparição Quem vai ficar com Togepi?
Criado por Ken Sugimori
Vozes Satomi Kōrogi
Perfil
Espécie Spike ball pokémon
Raça Pokémon
Personagem de Pokémon
Portal Animangá

Togepi é uma das espécies presentes na franquia Pokémon, é um Pokémon do tipo Fada. Togepi pode evoluir para Togetic ao aumentar de nível com alta amizade e para Togekiss com exposto à uma Shiny Stone.[2]

A felicidade que Togepi recebe de outras pessoas é armazenada em sua casca para compartilhá-la com pessoas de bom coração. Há um provérbio que afirma que a felicidade virá para aqueles que conseguirem deixar um Togepi em pé enquanto ele dorme,[3] feito que aconteceu com o Togepi da personagem Misty.

Togepi assim como os outros Pokémon possui diferentes poderes, entre os principais golpes, estão incluídos: Hustle, Serene Grace, Super Luck, Sweet Kiss e Metronome. Este último o Pokémon já utilizou na série animada.

Garota fazendo cosplay de um Togepi, em sua mão está um Togepi de pelúcia.

Sua fraqueza são os pokémon do tipo metal e veneno.[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Togepi foi personagem de diversas campanhas de marketing, incluindo brinquedos e fantasias,[5] e promoções em lojas como Burger King.[6][7] Togepi ainda fez parte do jogo de cartas Pokémon Trading Card Game, e de promoções da Nintendo com a Eggo,[8] além de aparecer em um decalque de um avião comercial junto a outros personagens.[9]

Desde que apareceu em Pokemón, Togepi teve uma recepção favorável.[5][10] Alguns editores, todavia, criticam o desenho do personagem.[11][12]

No livro The Japanification of Children's Popular Culture: From Godzilla to Miyazaki, o autor Mark I. West descreve Misty, uma protagonista do desenho, como uma figura materna, e que seus instintos maternais são demonstrados através de seus cuidados com o Togepi, que ele descreve como uma "bebê hiperativo" que necessita de atenção constante.[13] Para o autor Gerard Jones, Togepi era um Pokémon para fãs que gostam de bebês.[14]

Referências

  1. Togepi (Pokémon). Bulbapedia, the community-driven Pokémon encyclopedia. Acesso em 11 de fevereiro de 2015.
  2. Pokedex: Togepi. Acesso em 28 de dezembro de 2015.
  3. SUPERGUIA de personagens Pokémon: edição de colecionador. [S.I.]: On Line Editora, 2010.
  4. Pokedex: Togepi. Acesso em 28 de dezembro de 2015.
  5. a b «Wired 7.12: Industry Players». Wired.com. 4 de janeiro de 2009. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  6. «Pok¿Monday - GBA Feature at IGN». Gameboy.ign.com. 13 de março de 2000. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  7. «Pok¿mon Toys at Burger King - GBA News at IGN». Gameboy.ign.com. 2 de novembro de 1999. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  8. «Pika! Pika! Pika-chew! - GBA News at IGN». Gameboy.ign.com. 9 de junho de 2000. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  9. «Pokemusings, week 43, Pokemon Battle Revolution Wii Features». GamesRadar. 1 de maio de 2008. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  10. «The complete Pokemon GSC pokedex, part 3, Pokemon Diamond/Pearl DS Features». GamesRadar. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  11. «SmashRadar: the Pokemon of Brawl, Super Smash Bros. Brawl Wii Features». GamesRadar. 21 de março de 2008. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  12. «Pokemusings, week four, Pokemon Diamond/Pearl DS Features». GamesRadar. 28 de junho de 2007. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  13. The Japanification of children's ... - Google Books. [S.l.]: Books.google.com. 23 de outubro de 2008. ISBN 9780810862494. Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  14. Killing monsters: why children need ... - Google Books. [S.l.]: Books.google.com. 4 de agosto de 2008. ISBN 0786723610. Consultado em 6 de outubro de 2010.