Tom Odell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Odell
Tom Odell (2013)
Informação geral
Nome completo Thomas Peter Odell
Nascimento 24 de novembro de 1990 (29 anos)
Origem Chichester, Inglaterra
País  Reino Unido
Género(s) Indie pop
Ocupação(ões) Cantor, Compositor
Período em atividade 2012-atualmente
Gravadora(s) RCA Columbia Records In the Name Of
Página oficial tomodell.com
Zelt-Musik-Festival em 2015 Freiburg, Alemanha
Zelt-Musik-Festival em 2015 Freiburg, Alemanha

Thomas Peter Odell (24 de novembro de 1990, Chichester, West Sussex, Reino Unido) é um cantor e compositor inglês. Lançou seu primeiro EP (extended play), Songs From Another Love, em 15 de outubro de 2012. Em 2013, foi vencedor do premio BRITs Critics' Choice Award e mais tarde no mesmo ano, em 24 de junho, lançou seu álbum de estreia intitulado Long Way Down. E seu sucessor Wrong Crowd lançado dia 10 de Junho de 2016. 

Infância e início da carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Chichester, Tom Odell é filho de uma professora do primário e de um piloto de avião. Passou parte de sua infância em Nova Zelândia por causa do trabalho de seu pai, mas foi educado em West Sussex, no Seaford College. Durante sua infância, ao ver com frequência sua avó tocar piano, ficou muito interessado no instrumento, e trocou suas aulas de natação pelas lições de piano da irmã. E então, aos treze anos, começou a escrever suas próprias canções secretamente, pois sentia que não era algo “legal”.

Aos dezoito anos, planejava entrar na University of York, porém desistiu para tentar uma vaga em uma faculdade de música em Liverpool. Participava de open-mic nights (noites de microfone aberto, em português. São locais onde há permissão para qualquer pessoa ir ao palco e cantar) e era muitas vezes humilhado, então voltou para Chinchester após ser demitido de seu emprego como barman.

Ainda assim, ia a Londres com o carro de sua avó frequentemente para se apresentar e fazer anúncios em escolas de música. Em 2010, aos vinte anos, juntamente a quatro amigos, formou a banda Tom & The Tides. Algum tempo mais tarde, optou por seguir carreira solo.

Carreira Musical[editar | editar código-fonte]

O lançamento de seu EP Songs From Another Love, em 2012, obteve bons resultados, gerando grandes expectativas para seu álbum de estreia. Entretanto, Long Way Down recebeu muitas avaliações negativas. Críticos do NME descrevem o álbum como sem graça (apesar de o álbum ter alcançado posição #1 nos charts ingleses).

Long Way Down começou a ser gravado em 2012 logo após o cantor ter assinado com a Columbia Records. Seu talento foi descoberto por Lily Allen, que comentou que a energia de Odell a lembrava de David Bowie. Conseguiu sua estreia em televisão no programa Later... with Jools Holland.

Odell foi anunciado como um dos quinze nomeados para o BBC Sound of 2013 em janeiro de 2013. Foi nomeado o vencedor BRITs' Critics' Choice Award, categoria vencida por artistas como Adele e Florence and the Machine e recebeu o premio da vencedora anterior, Emeli Sandé, durante a cerimônia de televisão em fevereiro 2013.

Em 2014, Tom foi recebeu o premio de “Songwriter Of The Year” (compositor do ano) na cerimônia de 2014 do Ivor Novello Awards. Em novembro do mesmo ano, após um período sem lançar material novo, seu cover de Real Love da banda The Beatles foi canção tema do comercial de natal da John Lewis, rede de lojas de departamentos. Em dezembro, performou sua canção natalina no BBC Radio 1, intitulada Spending All My Christmas With You (Next Year).

Duas de suas canções do álbum fizeram parte da trilha sonora de filmes adolescentes em 2014: Long Way Down, em A culpa é das estrelas; e Heal, em Se eu ficar (tendo ganhado uma versão diferente da original).

Influências[editar | editar código-fonte]

Tom Odell cresceu ouvindo Elton John. Um dos primeiros álbuns que ouviu foi Goodbye Yellow Brick Road (1973). Ele também cita David Bowie, Jeff Buckley, Bob Dylan, Arthur Russell, Leonard Cohen, Leon Russell, Billy Joel, Randy Newman, Tom Waits, Rodríguez e Bruce Springsteen como influências. É fã de Arcade Fire, James Blake, Cat Power, Blur, Beach House, Radiohead e Ben Folds.

Odell disse em entrevista que suas músicas são inspiradas em sua "capacidade de sustentar uma relação com alguém por nada mais que seis meses." Ele diz, "Acho que escrevo músicas melhores quando estou sendo honesto, e escrevendo sobre coisas que acontecem comigo. Isso pode ficar um pouco estranho quando amigos ou namoradas descobrem que alguma música é sobre eles. Mas é maravilhoso o que você pode liberar com isso. Licença artística, eu acho que chamam assim."

[1]

Referências