Ununénnio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ununénio (Português Europeu) ou Ununênio (Português Brasileiro), também conhecido como Eka-frâncio (devido a suas propriedades presumivelmente semelhantes às do frâncio) ou simplesmente "Elemento 119", é o nome do elemento químico ainda não descoberto representado pelo símbolo temporário Uue possuindo número atômico 119. Será o primeiro elemento do oitavo período e oitavo do grupo I. Sua síntese já foi tentada em 1985 sem sucesso através do bombardeamento de núcleos de einstênio-254 com íons cálcio-48 no acelerador superHILAC accelerator em Berkley, Califórnia. [1].

Ununénnio e Uue são nome e símbolos temporários, estabelecidos sistematicamente pela IUPAC até que um nome definitivo seja devidamente escolhido. Na tabela periódica dos elementos, espera-se ser um elemento representativo do bloco s, um metal alcalino e o primeiro elemento no oitavo período.

Ununênio é o elemento com o menor número atômico que ainda não foi sintetizado. Múltiplas tentativas foram feitas por equipes americanas, alemãs e russas para sintetizar esse elemento, mas todas foram infrutíferas, já que evidências experimentais mostraram que a síntese do Uue provavelmente será muito mais difícil do que a dos elementos anteriores e pode até mesmo ser o penúltimo elemento que pode ser sintetizado com a tecnologia atual. A sua posição como o sétimo metal alcalino sugere que ele possua propriedades semelhantes aos seus mais leves congêneres: lítio, sódio, potássio, rubídio, césio e frâncio; no entanto, os efeitos quânticos relativísticos podem fazer com que algumas de suas propriedades sejam diferentes daqueles esperadas com uma aplicação rigorosa das propriedades periódicas. Por exemplo se espera que o ununênio seja menos reativo do que o de césio e o frâncio e tenha um comportamento mais estreitamente relacionado ao de potássio ou rubídio, e ao mesmo tempo ele deve mostrar o estado de oxidação característico dos metais alcalinos, +1; mas também está previsto que o elemento apresentaria um estado de oxidação +3 desconhecido em qualquer outro metal alcalino, uma característica muito incomum.

Tentativas de Síntese[editar | editar código-fonte]

A síntese de ununênio foi tentada pela primeira vez em 1985 bombardeando um alvo de einstênio-254 com íons de cálcio-48 no acelerador super HILAC em Berkeley, Califórnia:

Não foram identificados quaisquer átomos, o que conduz a uma limitação na secção transversal de 300 NB. [2] Cálculos posteriores sugerem que a secção transversal da reacção 3N (o que resultaria em 299Uue e três nêutrons como produtos) seria realmente seiscentos mil vezes menor do que este limite superior, em 0.5 pb.[3]

Como o ununênio é o elemento mais leve ainda não descoberto, tem sido o alvo de experiências de síntese por equipes alemãs e russas nos últimos anos.[4][5] Os experimentos russos foram realizadas em 2011, e os resultados foram divulgados, fortemente sugerindo que não foram identificadas átomos de ununénnio. De Abril a Setembro de 2012, uma tentativa de sintetizar o isótopos 295Uue e 296Uue foi feita bombardeando um alvo de berquélio-249 com titânio-50 no Helmholtz Centre GSI de Heavy Ion Research em Darmstadt , Alemanha. [19] [20] Com base na seção transversal prevista teoricamente, espera-se que um átomo de ununénnio seria sintetizado no prazo de cinco meses após o início da experiência. [10]

24997Bk + 5022Ti → 299119Uue*296119Uue + 3 10n

24997Bk + 5022Ti → 299119Uue*295119Uue + 4 10n

O experimento foi originalmente planejado para continuar em novembro de 2012,[6] mas foi parado cedo para fazer uso do alvo de 249Bk para confirmar a síntese do tenesso (alterando assim os projécteis para 48Ca). Esta reação entre 249Bk e 50Ti foi prevista para ser na prática a reacção mais favorável para a formação de ununénnio, uma vez que é bastante assimétrica, embora também seja uma fusão nuclear um pouco fria. [22]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. R. W. Lougheed, J. H. Landrum, E. K. Hulet, J. F. Wild, R. J. Dougan, A. D. Dougan, H. Gäggeler, M. Schädel, K. J. Moody, K. E. Gregorich, and G. T. Seaborg (1985). "Search for superheavy elements using 48Ca + 254Esg reaction"
  2. https://en.m.wikipedia.org/wiki/Ununennium#cite_note-17
  3. https://en.m.wikipedia.org/wiki/Ununennium#cite_note-18
  4. https://en.m.wikipedia.org/wiki/Ununennium#cite_note-19
  5. https://en.m.wikipedia.org/wiki/Ununennium#cite_note-20
  6. https://en.m.wikipedia.org/wiki/Ununennium#cite_note-23
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.