Viva Forever

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
"Viva Forever"
Single de Spice Girls
do álbum Spice World
Lançamento 20 de julho de 1998 (1998-07-20)
Formato(s)
Gênero(s) Pop
Duração 5:09
Gravadora(s) Virgin
Composição
  • Spice Girls
  • Matt Rowe
  • Richard Stannard
Produção
  • Matt Rowe
  • Richard Stannard
Cronologia de singles de Spice Girls
"Stop"
(1998)
"Goodbye"
(1998)

"Viva Forever" é uma canção do grupo feminino britânico de música pop Spice Girls. A música foi lançada em 20 de julho de 1998 no Reino Unido e recebeu aclamação da crítica. A música também foi bem recebida, tornando-se o sétimo single número 1 no Reino Unido, do grupo, ganhando uma certificação platina, além de liderar as paradas na Nova Zelândia. O single foi um sucesso comercial, apesar da má promoção.

Um videoclipe dirigido por Steve Box foi lançado com as cinco integrantes do grupo como fadas animadas que interagem com dois amigos em uma floresta. O vídeo foi encomendado meses antes da partida de Geri e, como tal, ela aparece no vídeo e na obra de arte que acompanha. As quatro integrantes restantes, promoveram a faixa em shows como Top of the Pops e no programa de televisão National Lottery. Uma versão dupla adaptada foi cantada com Pavarotti em seu evento anual de caridade Pavarotti e Friends. A música também foi tocada ao vivo na turnê de retorno das meninas, The Return of the Spice Girls. "Viva Forever" é amplamente considerado pela critica, como o melhor trabalho das Spice Girls em sua carreira.[1] No livro The Spice Girls Revisited de David Sinclair, foi confirmado pelos co-escritores/produtores da música Matthew Rowe e Richard Stannard, que Geri Halliwell era a compositora principal da música.

Antecedentes e lançamentos[editar | editar código-fonte]

No final de março, o single foi relatado pela primeira vez como "Never Give Up on the Good Times"/"Viva Forever".[2] Originalmente, o single iria ser lançado em 11 de maio de 1998. Logo depois, foi adiado para trás, neste primeiro caso até 25 de maio.[3] No final de abril, a data de lançamento foi adiada novamente para 8 de junho, e neste momento uma cassette promocional para "Viva Forever", circulou sem "Never Give Up on the Good Times". No início de maio, a data de lançamento mudou novamente para 29 de junho. Uma competição apareceu no Evening Mail (Em 19 de maio de 1998) dizendo o seguinte: "10 cópias do vídeo serão dadas. Cada vencedor do prêmio também receberá uma T-Shirt das Spice Girls e uma cópia do novo single A-side Forever/Never Give Up on the Good Times, lançado em 29 de junho."[2]

"O último número um do grupo com a Ginger Spice, Geri Halliwell."

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

No dia 27 de maio, as Spice Girls apareceram na Loteria Nacional, performando "Viva Forever" e "Spice Up Your Life" sem Geri Halliwell, com a desculpa da cantora estar doente.[4] No início de junho, o single foi confirmado para simplesmente como "Viva Forever". O single deveria ser lançado em 13 de julho, mais de dois meses após a data de lançamento original prevista em 11 de maio. Mesmo que os cartazes foram impressos mostrando a data de lançamento para 13 de julho, não demorou muito para que as datas de lançamento começassem a mudar novamente.[2] No dia do lançamento, as lojas ao redor do Reino Unido receberam um aviso dizendo que o single não seria lançado no dia 13 de julho, e seria lançado em uma semana ou duas. Após os constantes atrasos, o single foi finalmente lançado em 20 de julho.[5]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Recepção da critica[editar | editar código-fonte]

"Viva Forever" recebeu críticas positivas dos críticos de música. Sputnikmusic chamou-o de "uma canção genuinamente excelente", acrescentando que ela de uma forma "sincera se move" e que "nunca teria imaginado que as Spice Girls pudessem lançar uma música como essa".[6] A Rolling Stone chamou a música de "uma grande balada que é tão convincente quanto os lançamentos espanhóis das Spices".[7] O Yahoo! Music comparou a música com "Mama", e acrescentou que "uma guitarra de flamenco rasgantes e cordas exuberantes tecem na balada de "Viva Forever" com um toque de Madonna dentro disso [...] as inspirado ".[8]

Recepção comercial[editar | editar código-fonte]

"Viva Forever" foi mal promovido, devido às quatro meninas restantes terem viajo para a América. Sua única forma de promoção, foi sua data de lançamento que foi planejada para coincidir com o clima triste que ficou para os fãs, com a saída de Geri. A música foi lançada em 20 de julho de 1998, vendendo 100 mil nos primeiros três dias e 277 mil cópias na primeira semana.[9][10] Ele ficou no número um por duas semanas no Reino Unido, gastando nove semanas no top 40 e treze semanas dentro dos top 75;[11] passou a ser certificado de platina[12] e vendeu 690 mil cópias no Reino Unido como de julho de 2017.[13] Na Itália, o single estreou no número três,[14] atingindo o número dois por cinco semanas não consecutivas, sendo bloqueado da primeira posição pela "Life" de Des'ree e "I Don't Want to Miss a Thing" do Aerosmith[15][16] e ficou dezesseis semanas nas paradas. Na Suíça, o single estreou em 9 de agosto de 1998 no número seis, atingindo uma posição máxima de três, duas semanas depois. Permaneceu treze semanas nos dez primeiros, vinte e duas semanas no total[17] e foi finalmente certificado de ouro pelo IFPI.[18] Na Áustria, o single estreou no número quinze, atingindo uma posição máxima de quatro, por duas semanas (a maior posição de pico desde maio de 1997, quando "Mama" chegou ao topo da parada),[19] ficando dez semanas nos dez primeiros e quinze semanas no total.[20] Na Nova Zelândia, a música estreou no topo, ficando no número um, por duas semanas e onze semanas no total na parada.[21] Na Austrália, estreou no número cinquenta e nove,[22] pisando no número dois por duas semanas (impedido por "I Don't Want to Miss a Thing"), passando trinta e uma semanas na parada[23] e recebendo uma certificação platina pela ARIA.[24]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

As Spice Girls como fadas, no clipe.

Antecedentes e lançamentos[editar | editar código-fonte]

O videoclipe, que incluiu a animação stop motion das Spice Girls (incluindo Halliwell), como fadas, foi dirigido pelo vencedor do Oscar, Steve Box, do Aardman Animations.[25] Box foi o principal animador do filme Chicken Run de Aardman, que também usou animação stop motion. Para o vídeo, ele criou cinco, fantoches de 12 polegadas de altura dede lata de especiais com asas que convocam um dos dois adolescentes da vida real, surpreendidos para fazer, a produção demorou cinco meses para ser concluída, consideravelmente mais do que demorou para se fazer Spiceworld: The Movie.[26] Foi exibido pela primeira vez no Reino Unido em 22 de junho de 1998. O vídeo marca a aparição final de Geri com as Spice Girls, porque foi feito meses antes de sua saída.[27] O vídeo pode ser visto como um elemento interativo no CD1 do Reino Unido, foi primeira vez que este recurso estava sendo usado, em um CD das Spice Girls.[28]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O vídeo começa com um livro de histórias sobre dois meninos que são considerados melhores amigos, que correm ao redor da floresta quando encontram um caso (semelhante ao caso que está dentro de um Kinder Ovo, mas de tamanho natural) que se abre por si só, o que revela Um frango como brinquedo. Os dois amigos perseguem o frango até verem outro caso, o qual a galinha do brinquedo salta. Ele abre por si só, e cinco fadas, as Spice Girls, saem. Enquanto um menino foge assustado, o outro, presumivelmente mais velho, permanece e as fadas brincam com ele, sussurram um segredo, dão um beijo no nariz e outras coisas semelhantes. Elas também removem seus óculos, revelando uma cara fofa. Então, elas o levam para outro lugar em frente ao enorme cubo mágico. As fadas dançam no cubo, para a música, até que o meio da parte superior se abre. O menino, assistido pelas fadas, sobe por dentro. Enquanto isso, o menino mais novo vê as fadas prestes a fechar o cubo. Quando chega ao cubo, seu amigo se foi, as fadas desaparecem e o cubo torna-se menor. Ele então entra na floresta por si mesmo com o cubo (que se encolhe para um tamanho normal) até que ele avista uma máquina de vendas gigantes de moedas que contém outros casos. Uma luz azul brilha na frente dele. Ele colocou o cubo mágico, agora colocado dentro de um estojo, o joga na máquina de venda de moedas e se afasta com tristeza. O vídeo termina com as fadas que voam para fora da máquina de vendas automáticas.

Performances ao vivo[editar | editar código-fonte]

A música foi incluída na set-list definitiva da turnê Spiceworld. Depois que Geri saiu, nas partes americanas e na Grã-Bretanha da turnê, as meninas cantaram a edição de rádio da música em vez da versão do álbum. Melanie C também cantou "... Spice Girls forever" ao invés da letra original "... viva forever", perto do final da música. A música também foi cantada na turnê de Natal da Spiceworld.[29] "Viva Forever" foi a última apresentação do grupo na televisão como um quinteto, no Top of the Pops. O desempenho foi realizado em 21 de maio de 1998 e foi transmitido em 5 de junho de 1998.[30] Foi também a primeira música que tocaram na televisão sem Geri, em 27 de maio de 1998, na Loteria Nacional.[4] As Spice Girls (4 garotas na formação) cantou esta música em 1998, nos concertos de caridade organizados anualmente Pavarotti e Friends (amigos para as crianças da Libéria).[31] A versão no Pavarotti, foi apresentada no álbum de Pavarotti, intitulado Pavarotti and Friends.[32] A música foi reimposta na turnê mundial The Return of the Spice Girls em 2007, com elementos de Flamenco e as meninas que ficaram em pódios rotativos.[33] [34]

"Viva Forever" foi regravado por Jim O'Rourke no álbum de compilação "Guilt By Association" e Deja Vu, que pode ser encontrado também no álbum "Tribute to the Spice Girls". Em 2013, o artista australiano de hardcore S3RL lançou uma regravação da música em ritmo dance.

Faixas[editar | editar código-fonte]

UK CD1/Australian CD/Brazilian CD/Taiwanese CD1
  1. "Viva Forever" [Radio Edit] - 4:10
  2. "Viva Forever" [ Tony Rich Remix] - 5:30
  3. "Viva Forever" [Tony Rich Instrumental] - 5:42
  4. "Viva Forever" [Interactive Element]
UK CD2/UK Cassette/Malaysian CD/Taiwanese CD2
  1. "Viva Forever" [Radio Edit] - 4:10
  2. "Who Do You Think You Are" [Live] - 4:22
  3. "Say You'll Be There" [Live] - 4:25
European CD
  1. "Viva Forever" [Radio Edit] - 4:10
  2. "Viva Forever" [Tony Rich Remix] - 5:30
Japanese CD
  1. "Viva Forever" [Radio Edit] - 4:10
  2. "Viva Forever" [Tony Rich Remix] - 5:30
  3. "Who Do You Think You Are" [Live] - 4:22
  4. "Say You'll Be There" [Live] - 4:25
French 12" Promo Vinyl single
  1. A1:"Viva Forever" [Album Version] - 5:09
  2. B1:"Viva Forever" [Groovy Mix - Tony Rich Remix] - 5:30
UK 7" Promo Vinyl single
  1. A1:"Viva Forever" [Radio Edit] - 4:10
  2. B1:"Who Do You Think You Are" [Live] - 4:22

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Steele, Matt (5 de janeiro de 2012). «Every Spice Girls Original Song, Ranked From Worst To Best». BuzzFeed. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  2. a b c Double-A side. Foreverspice.com . Retrieved 29 September 2007.
  3. Original Release Date. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007.
  4. a b Geri Halliwell on the National Lottery. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007.
  5. Viva Forever reached number-one. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007
  6. Sputnikmusic Review. Sputnikmusic.com . Retrieved 29 September 2007.
  7. Rolling Stone Review. Rollingstone.com . Retrieved 29 September 2007.
  8. Yahoo! Music Review. Uk.launch.yahoo.com . Retrieved 29 September 2007.
  9. UK Sales in three days. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007.
  10. UK Sales first week. Rollingstone.com. Retrieved 6 October 2007.
  11. UK Chart-History. Hitparadeitalia.it. Retrieved 13 October 2007.
  12. UK Certification. BPI.co.uk . Retrieved 18 September 2007.
  13. a b Copsey, Rob (5 de janeiro de 2012). «Official Chart Flashback 1998: Spice Girls, Viva Forever». Official Charts Company. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  14. Italian debut. Hitparadeitalia.it. Retrieved 5 de janeiro de 2012.
  15. Des'ree-Life. Hitparadeitalia.it. Retrieved 18 September 2007.
  16. Aerosmith-I Don't Want to Miss a Thing. Hitparadeitalia.it . Retrieved 18 September 2007.
  17. a b Swiss Charts. Hitparade.ch. Retrieved 18 September 2007.
  18. Swiss Certification. Swisscharts.com . Retrieved 18 September 2007.
  19. Mama-Austrian Charts. Austriancharts.at. Retrieved 13 October 2007.
  20. a b Austrian Charts. Austriancharts.at. Retrieved 17 de agosto de 2010.
  21. a b New Zealand Charts. Charts.org.nz. Retrieved 18 September 2007.
  22. «The ARIA Australian Top 100 Singles Chart - Week Ending 30 Aug 1998». Australian Recording Industry Association. Consultado em 5 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 5 de janeiro de 2017 
  23. «ariaNET The Chart! Top 100 Singles - Week Commencing 29th March 1999». Australian Recording Industry Association. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  24. Australian Certification. ARIA.com.au . Retrieved 18 September 2007.
  25. Steve Box. Screenonline.org.uk . Retrieved 18 September 2007.
  26. Viva Forever video. News.bbc.co.uk. Retrieved 6 October 2007.
  27. Video Release. Highbeam.com. Retrieved 6 October 2007.
  28. «Enhanced CD Format & How To Use It, Part 1». soundonsound.com 
  29. Christmas in Spiceworld-Set list. Melanie-c-news.com. Retrieved 13 October 2007.
  30. Last performance as a quintet. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007.
  31. Viva Forever with Pavarotti. News.bbc.co.uk. Retrieved 13 October 2007.
  32. Pavarotti and Friends. Shopping.yahoo.com. Retrieved 22 September 2007.
  33. http://jam.canoe.ca/Music/Artists/S/Spice_Girls/ConcertReviews/2008/02/27/4879305-sun.html
  34. https://www.theguardian.com/uk/2007/dec/17/pop.live
  35. German Charts Arquivado em 17 de junho de 2009[Erro data trocada] no WebCite. Charts-Surfer.de. Retrieved 18 September 2007.
  36. Australian Charts. Australian-charts.com. Retrieved 17 de agosto de 2010.
  37. Belgian Ultratop 50 Chart. Radio2.be. Retrieved 17 de agosto de 2010.
  38. «Official Scottish Singles Chart Top 100». officialcharts.com 
  39. French Charts. Lescharts.com. Retrieved 18 September 2007.
  40. Irish Charts. Irishcharts.ie. Retrieved 18 September 2007.
  41. Italian Charts. Hitparadeitalia.it. Retrieved 18 September 2007.
  42. Norwegian Charts. Norwegiancharts.com. Retrieved 18 September 2007.
  43. Dutch Charts. Radio538.nl. Retrieved 17 de agosto de 2010.
  44. «Chart Stats – Spice Girls – {{{song}}}» (em inglês). UK Singles Chart.
  45. Swedish Charts. Swedishcharts.com. Retrieved 18 September 2007.
  46. «Top 100 Single-Jahrescharts». GfK Entertainment (em German). offiziellecharts.de. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  47. Australian Recording Industry Association (1998). «Aria 1998 Charts». aria.com.au. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  48. «Jahreshitparade 1998» (em German). Hung Medien. Consultado em 17 de agosto de 2010. Arquivado do original em 17 de agosto de 2010 
  49. «Rapports annuels 1998» (em French). Ultratop. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  50. RPM 1999 (1998). «Top 100 Hit Tracks». aria.com.au. Consultado em 17 de junho de 2009 
  51. «Classement Singles - année 1998» (em French). SNEP. Consultado em 17 de agosto de 2010. Arquivado do original em 17 de agosto de 2010 
  52. «I singoli più venduti del 1998» (em Italian). Hit Parade Italia. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  53. «Single Top 100 Van 1998» (PDF) (em Dutch). Stichting Nederlandse Top 40. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  54. 1998 British Singles Chart http://www.uk-charts.top-source.info/top-100-1998.shtml  Em falta ou vazio |título= (ajuda) . Retrieved 20 June 2017.
  55. 1998 Swedish Singles Chart «Archived copy». Consultado em 18 de abril de 2011. Arquivado do original em 17 de agosto de 2010  . Retrieved 31 July 2013.
  56. «Swiss Year-end Charts 1998». Hung Medien. Consultado em 17 de agosto de 2010 
  57. «"Gold-/Platin-Datenbank (Spice Girls)"» (em inglês). BVMI. Consultado em 9 de setembro de 2009. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2012 
  58. «ARIA Charts > Accreditations > 1998 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 9 de setembro de 2009. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2012 
  59. «Ultratop 50 Albums Wallonie 1998». Ultratop. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  60. «"French single certifications – Spice Girls"» (em francês). SNEP. Consultado em 9 de setembro de 2009. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2012 
  61. «Top 50 Singles Chart, 25 October 1998». Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  62. «"British single certifications – Spice Girls"» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 9 de setembro de 2009. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2012 
  63. «"Guld- och Platinacertifikat − År 1987−1998"» (PDF). GLF. 17 de agosto de 2010. Consultado em 18 de dezembro de 2010  |trabalho= e |obra= redundantes (ajuda)
  64. «"The Official Swiss Charts and Music Community: Awards (Spice Girls)"». GLF. 17 de agosto de 2010. Consultado em 18 de dezembro de 2010  |trabalho= e |obra= redundantes (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.