Spiceworld Tour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spiceworld Tour
Poster oficial da turnê.
Turnê Mundial de Spice Girls
Locais Europa, América do Norte
Álbum(ns) associado(s) Spiceworld
Data de início 24 de fevereiro de 1998 (1998-02-24)
Data de fim 20 de setembro de 1998 (1998-09-20)
Número de
apresentações
97 Total
Cronologia de turnês de Spice Girls
Christmas in Spiceworld Tour
(1999)

Spiceworld Tour foi a primeira turnê a nível mundial, do grupo feminino britânico Spice Girls, passando 6 meses em viagens. Foi lançada em apoio ao segundo álbum de estúdio do grupo Spiceworld (1997). A turnê norte-americana e europeia, ocorreu de fevereiro a agosto de 1998, depois que elas voltaram para o Reino Unido em setembro de 1998, para uma série de shows em estádios. O concerto final no Estádio de Wembley, em Londres, foi filmado e transmitido ao vivo em pay-per-view, para lançamento em VHS em 1998, e eventualmente lançado em DVD, em 2008. A turnê viu o grupo atrair uma estimativa de 2,1 milhões de fãs em todos, passando pela Grã-Bretanha, Europa e América do Norte. 40 dias antes dos shows, os ingressos já haviam sido esgotados, a turnê arrecadou US$ 60 milhões de dólares.[1]

Informações[editar | editar código-fonte]

Spiceworld Tour foi a primeira tunrê mundial do grupo britânico Spice Girls, iniciada dia 24 de fevereiro de 1998 em Dublin, Irlanda.[2] A turnê passou por 16 países, fazendo um total de 99 shows por onde passou. Na turnês foram apresentadas músicas do primeiro álbum Spice e do segundo Spiceworld. O maior público foi em Los Angeles,para 65,000 pessoas, sendo ainda o recorde de tempo de vendas de ingresso até o ano, em apenas 7 minutos.

Logo com o fim da primeira parte da turnê na Europa, Geri Halliwell anunciou a saída do grupo no dia 31 de Maio de 1998.[3][4] A segunda parte da turnê pela América do Norte não foi prejudicada. O último show de Wembley foi transmitido por pay-per-view na Sky e logo após lançado em VHS.

O show de Birmingham do dia 5 de Maio de 1998 foi gravado em um álbum. Porém os planos para serem lançados acabaram sendo cancelados após a saída de Geri Halliwell do grupo, sendo apenas disponibilizado para download. Já as apresentações em Sheffield, Reino Unido, curiosamente só aconteceram por causa de uma petição assinada por 20,000 fãs.

Dentre as celebridades à assistir as apresentações estão Madonna e sua filha Lourdes Maria, Alice Cooper e Anthony Kiedis (Red Hot Chili Peppers), Britney Spears, Jennifer Lopez, dentre outros.[5][6]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Contando com um cenário temático futurista da era espacial, o show começou com uma introdução em vídeo por imagens geradas por computador, de um vôo da nave espacial em uma galáxia. A introdução incluído William Shatner, como o narrador em uma paródia de Star Trek,[7][8] e incluiu amostras de "Wannabe", "Say You'll Be There", "2 Become 1" e "Mama". Então mostra-se a nave espacial pousando na terra e quando as portas da nave se abrem mostra-se as Spice Girls. As interantes do grupo estão vestidas com roupas futuristas, a primeira de 11, mudanças de roupa.[8] Elas entram no palco cantando "If U Can not Dance", seguido por "Who Do You Think You Are", que incluiu uma amostra de introdução de "Supermodel (You Better Work)" de Club 69 e "Diva" do RuPaul. Acompanhado dos dançarinos turísticos, referido-se como os "Spice meninos",[8] Em seguida, o grupo cantou "Do It", como a terceira música, durante a parte européia da turnê; a terceira música foi mudado para "Step To Me".

Depois de uma troca de roupa, o grupo voltou ao palco para cantar "Denying". Nesta performance, Geri Halliwell desempenhou o papel de uma garçonete, Mel B o papel de uma jogadora, Victoria Adams no papel de uma dançarina, Emma Bunton o papel da namorada de um gangster e Melanie C o papel de uma dona de um clube. O grupo então cantou "Too Much" sentou-se em cadeiras. Depois de mais uma mudança de roupa, o grupo cantou "Stop". Segundo a estilista e figurinista Kenny Ho, o grupo vestiu 60 roupas temáticas, algumas com influência de Motown. traje de Halliwell foi inspirado em Madonna, "Holiday da Blond Ambition World Tour. Depois de "Stop". Bunton cantou uma versão solo de "Where Did Our Love Go?" do The Supremes.[8] Bunton tinha afirmado que "sempre foi fã de Diana Ross, essa música é perfeita para mim, é o tom certo. Eu não gostaria de fazer uma música eu acha difícil de cantar." O grupo cantou em seguida, um "Move Over", retratando supermodels em uma passarela, vestidas com, roupas bizarras e ultrajantes. Os dançarinos, vestidos de preto, desempenharam o papel de fotógrafos. Após a performance de "Move Over", houve um intervalo de trinta minutos.[8]

O segundo bloco começa com "The Lady Is a Vamp". Para esta performance, o grupo usava fraques e dançou com bastões, enquanto os dançarinos usavam chapéus. O grupo cantou "Naked" em seguida, cantando atrás de cadeiras para dar a ilusão de que estavam nuas.[8] O grupo então cantou "2 Become 1", usando catsuits de veludo. Ho queria algo luxuoso, mas não muito por cima e que combinasse com o clima da música, bem como, que fosse tranqüilo e atmosférico. Depois de "2 Become 1", elas cantaram "Walk of Life". Mel B & Melanie C, em seguida, fazem um cover de "Sisters Are Doin' It for Themselves", que foi originalmente gravado por Annie Lennox e Aretha Franklin. O grupo voltou ao palco e cantou Então "Wannabe", "Spice Up Your Life" e "Mama". Para a performance de "Mama", três telões enormes foram projetados, com fotos da infância de cada integrante.[7] Em sua próxima performance de "Viva Forever", todas as cinco integrantes do grupo vestiram-se com roupas brancas,[7] A figurinista Ho quis refletir nas roupas, um sentimento de pureza e espiritualidade, para caber a música. Elas tiveram a ideia de colocar gelo seco no palco, mas a ideia foi abandonada porque deixaria o palco muito escorregadio, perigoso e muito difícil de dançar depois. O show terminou com uma temática dos anos 70, onde cada integrante do grupo vestiu roupas com um esquema de cores organizados por seu figurinista Ho, para caber ao estilo e caráter, de cada integrante. Brown tinha um monte de manchas de estampas de animais e verduras; tons vermelhos e roxos em Halliwell eram diferentes; Bunton eram quase que inteiramente vermelho brilhante, pálido azul e rosa; Chisholm usava cores muito brilhantes e Adams um espartilho. Durante o bis do show, elas cantaram "Up On The Never Give Good Times" e um cover da música "We Are Family" do Sister Sledge. Então As Spice Girls saiem do palco através das mesmas portas ao qual entraram, no topo da escada.[9]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

A turnê recebeu comentários mistos e positivos. Natalie Nichols do Los Angeles Times escreveu que "[A] energia herdada e a dedicação eram sinceras, embora a música e os pulos convincentes e o soul-pop liso, o funk levemente temperado, com hip-hop e rock."[10] Por outro lado, Jon Pareles do The New York Times, escreveu que sentiu "as canções, mais do que o cantadas, mas também ativas e reais. [...] Esses números são exuberantes, direta e imediatamente agradável, e elas se voltaram não apenas para um grupo de hard-working, mas também artistas moderadamente superdotadas em estrelas."[11]

BBC News notou foi as platéias compostas principalmente por famílias, e que "a maioria dos pais, não parecia ser divertir".[12] Gilbert Garcia do Phoenix New Times, escreveu que :"Raramente tem qualquer experiência de um concerto tão cuidadosamente trabalhado tantos ângulos de marketing ao mesmo tempo por um lado, as Spice Girls já conseguiu esculpir em nicho como um grupo pop, que mesmo as mães podem amar e elas ofereceram a nostálgia suficiente para manter os pais sitiados e felizes. Quando "Baby Spice" cantou uma versão solo de "Where Did Our Love Go" do The Supremes, ou quando o grupo lançou em uma atitude espirituosa o cover de "Sisters Are Doin' It for Themselves" de Annie Lennox e Aretha Franklin, você poderia ver as mães no meio da multidão soltar um grito".[7]

Ao longo da parte americana da turnê, apareceram comerciais nos telões, antes de começar os shows e durante os intervalos. Foi a primeira vez em que foi utilizado publicidade em concertos de música pop e foi misturado marketing com produtos da indústria da música, dessa forma.[13] Garcia escreveu que foi uma "atitude estranha", em um show e que de outra forma "entregou o que prometeu." Ele também criticou o desempenho do grupo em "Move Over" A canção fez anúncio da Pepsi, dizendo que a "desenfreada, quase subliminar das imagens da Pepsi, na tela de vídeo, parecia um pouco um demasiado mercenário para a definição ultracomercial, como esta."[7] Por outro lado, o promotor da turnê John Scher reconheceu que, "[o] custo da turnê se tornou um pouco exagerado. Se ele permite que patrocinadores corporativos colocassem mais dinheiro no mundo do entretenimento e nos permitiriam ver mais shows, é positivo." Ao abrir uma nova fonte de renda, especialistas da indústria previsivelmente mais artistas também, irão seguir o exemplo das Spice Girls.[14]

Setlist[editar | editar código-fonte]

Datas[editar | editar código-fonte]

Datas Cidades País Local
Europa
24 de fevereiro de 1998 (1998-02-24) Dublin  Irlanda The Point
25 de fevereiro de 1998 (1998-02-25)
2 de março de 1998 (1998-03-02) Zurique Suíça Hallenstadion
3 de março de 1998 (1998-03-03) Frankfurt  Alemanha Festhalle Frankfurt
5 de março de 1998 (1998-03-05) Bologna  Itália Palasport
6 de março de 1998 (1998-03-06) Roma PalaEUR
8 de março de 1998 (1998-03-08) Milão Fila Forum
9 de março de 1998 (1998-03-09)
10 de março de 1998 (1998-03-10)
11 de março de 1998 (1998-03-11) Marseille  França Le Dome
13 de março de 1998 (1998-03-13) Barcelona Flag of Spain.svg Espanha Palau Sant Jordi
16 de março de 1998 (1998-03-16) Madrid Palacio de los Deportes
19 de março de 1998 (1998-03-19) Lyon  França Halle Tony Garnier
20 de março de 1998 (1998-03-20) Lausanne Suíça Patinoire De Malley
22 de março de 1998 (1998-03-22) Paris  França Le Zenith
23 de março de 1998 (1998-03-23)
26 de março de 1998 (1998-03-26) Munique  Alemanha Olympiahalle
28 de março de 1998 (1998-03-28) Arnhem  Países Baixos Gelredome
29 de março de 1998 (1998-03-29)
31 de março de 1998 (1998-03-31) Antwerp  Bélgica Sports Palace
1 de abril de 1998 (1998-04-01) Dortmund  Alemanha Westfalenhalle
4 de abril de 1998 (1998-04-04) Glasgow  Reino Unido Scottish Exhibition and Conference Centre
5 de abril de 1998 (1998-04-05)
7 de abril de 1998 (1998-04-07) Manchester Manchester Evening News Arena
8 de abril de 1998 (1998-04-08)
11 de abril de 1998 (1998-04-11)
12 de abril de 1998 (1998-04-12)
14 de abril de 1998 (1998-04-14) Londres Wembley Arena
15 de abril de 1998 (1998-04-15)
18 de abril de 1998 (1998-04-18)
19 de abril de 1998 (1998-04-19)
21 de abril de 1998 (1998-04-21)
22 de abril de 1998 (1998-04-22)
25 de abril de 1998 (1998-04-25)
26 de abril de 1998 (1998-04-26)
28 de abril de 1998 (1998-04-28)
29 de abril de 1998 (1998-04-29) Birmingham LG Arena
2 de maio de 1998 (1998-05-02)
3 de maio de 1998 (1998-05-03)
5 de maio de 1998 (1998-05-05)
6 de maio de 1998 (1998-05-06)
6 de maio de 1998 (1998-05-06) Paris  França Palais Omnisports de Bercy
13 de maio de 1998 (1998-05-13)
15 de maio de 1998 (1998-05-15) Viena  Áustria Stadthalle
16 de maio de 1998 (1998-05-16)
19 de maio de 1998 (1998-05-19) Stockholm  Suécia Stockholm Globe Arena
20 de maio de 1998 (1998-05-20)
22 de maio de 1998 (1998-05-22) Copenhagen  Dinamarca Copenhagen's Forum
23 de maio de 1998 (1998-05-23)
25 de maio de 1998 (1998-05-25) Helsinki  Finlândia Hartwall Arena
26 de maio de 1998 (1998-05-26)
28 de maio de 1998 (1998-05-28) Oslo  Noruega Oslo Spektrum
29 de maio de 1998 (1998-05-29)
América do Norte
15 de junho de 1998 (1998-06-15) West Palm Beach  Estados Unidos Cruzan Amphitheatre
16 de junho de 1998 (1998-06-16) Orlando Amway Arena
18 de junho de 1998 (1998-06-18) Atlanta Lakewood Amphitheatre
20 de junho de 1998 (1998-06-20) Charlotte Verizon Wireless Amphitheatre
21 de junho de 1998 (1998-06-21) Washington, D.C. Nissan Pavilion
24 de junho de 1998 (1998-06-24) Virginia Beach Verizon Wireless Amphitheatre at Virginia Beach
25 de junho de 1998 (1998-06-25) Holmdel PNC Bank Arts Center
27 de junho de 1998 (1998-06-27) Philadelphia Wachovia Center
29 de junho de 1998 (1998-06-29) Wantagh Nikon at Jones Beach Theatre
1 de julho de 1998 (1998-07-01) Nova York Madison Square Garden
3 de julho de 1998 (1998-07-03) Hartford Dodge Music Center
4 de julho de 1998 (1998-07-04) Darien Lake Performing Arts Center
6 de julho de 1998 (1998-07-06) Scranton Toyota Pavilion
8 de julho de 1998 (1998-07-08) Mansfield Tweeter Center
10 de julho de 1998 (1998-07-10) Montreal  Canadá Bell Centre
11 de julho de 1998 (1998-07-11) Toronto Molson Amphitheatre
14 de julho de 1998 (1998-07-14) Cuyahoga Falls  Estados Unidos Blossom Music Center
15 de julho de 1998 (1998-07-15) Burgettstown Post-Gazette Pavilion
18 de julho de 1998 (1998-07-18) Antioch Starwood Amphitheatre
20 de julho de 1998 (1998-07-20) Cincinnati Riverbend Music Center
22 de julho de 1998 (1998-07-22) Columbus Germain Amphitheatre
24 de julho de 1998 (1998-07-24) Noblesville Verizon Music Center
26 de julho de 1998 (1998-07-26) Auburn Hills The Palace of Auburn Hills
27 de julho de 1998 (1998-07-27) Tinley Park First Midwest Amphitheatre
29 de julho de 1998 (1998-07-29) Milwaukee Stargate City Centre
31 de julho de 1998 (1998-07-31) Minneapolis Target Center
2 de agosto de 1998 (1998-08-02) Maryland Heights Verizon Wireless Amphitheatre St. Louis
3 de agosto de 1998 (1998-08-03) Bonner Springs Sandstone Amphitheatre
5 de agosto de 1998 (1998-08-05) Denver Coors Amphitheatre
8 de agosto de 1998 (1998-08-08) Tacoma Tacoma Dome
9 de agosto de 1998 (1998-08-09) Portland Rose Garden Arena
11 de agosto de 1998 (1998-08-11) Vancouver  Canadá General Motors Place
13 de agosto de 1998 (1998-08-13) Mountain View  Estados Unidos Shoreline Amphitheatre
15 de agosto de 1998 (1998-08-15) Inglewood The Forum
16 de agosto de 1998 (1998-08-16) Devore Hyundai Pavilion
18 de agosto de 1998 (1998-08-18) Irvine Wireless Amphitheatre
19 de agosto de 1998 (1998-08-19) Las Vegas Thomas & Mack City Center
21 de agosto de 1998 (1998-08-21) Chula Vista Cricket Amphitheatre
22 de agosto de 1998 (1998-08-22) Phoenix Cricket Reunion Pavilion
25 de agosto de 1998 (1998-08-25) Houston Cynthia Woods Pavilion
26 de agosto de 1998 (1998-08-26) Dallas Smirnoff Music Centre
Europa
12 de setembro de 1998 (1998-09-12) Sheffield  Reino Unido Don Valley Stadium
13 de setembro de 1998 (1998-09-13)
19 de setembro de 1998 (1998-09-19) Londres Wembley Stadium
20 de setembro de 1998 (1998-09-20)

Referências

  1. «Ginger Spice's Departure Marks "End of the Beginning"» (DOC). Rolling Stone. Consultado em 26 de Maio de 2012 
  2. «Article reporting 2 hour sell-out of Irish gigs». Rolling Stone. 26 de Maio de 2012. Cópia arquivada em 26 de Maio de 2012 
  3. «Ginger Spice Quits Spice Girls». MTV News. 26 de Maio de 2012 
  4. «Spice Girl hires lawyers over 'split'». MTV News. 26 de Maio de 2012 
  5. «Spice Girls' Speedy Sell-out Prompts Ticket Probe». MTV News. 26 de Maio de 2012 
  6. «Spice Girls' 12-Minute Sellout Draws Probe». Billboard Magazine. 26 de Maio de 2012. Cópia arquivada em 26 de Maio de 2012 
  7. a b c d e Garcia, Gilbert. "Close Encounters: Spiceworld review". Phoenix New Times. 26 de Maio de 2012. Retrieved on 26 de Maio de 2012.
  8. a b c d e f «The Girls Are Alright». Chicago Reader. 26 de Maio de 2012 
  9. «Archived copy». Consultado em 19 de maio de 2014. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  10. Nichols, Natalie (19 de Fevereiro de 2017). «Spiceworld Taps Dollar Power and Girl Power at Forum». Los Angeles Times 
  11. Parales, Jon (19 de Fevereiro de 2017). «POP REVIEW; Girl Power (and Merchandise)]». The New York Times 
  12. «It's not the end of the Spiceworld». BBC News. 19 de Fevereiro de 2017 
  13. «The Spice Girls - after this break». BBC News. 19 de Fevereiro de 2017. Consultado em 19 de Fevereiro de 2017 
  14. «What, No Old Spice Commercials?». Los Angeles Times. 19 de Fevereiro de 2017. Consultado em 19 de Fevereiro de 2017