The Supremes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Supremes
A banda em 1966 no programa The Ed Sullivan Show. Da esquerda para a direita: Florence Ballard, Mary Wilson e Diana Ross.
Informação geral
Também conhecido(a) como The Primettes, Diana Ross & The Supremes, Florence Ballard and The Supremes
Origem Detroit, em Michigan
País  Estados Unidos
Gênero(s) R&B, pop, soul, soul psicodélico, Motown, doo-wop, disco
Período em atividade 1959-1977
Gravadora(s) Lupine, Motown
Afiliação(ões) The Temptations, The Four Tops
Ex-integrantes Florence Ballard
Mary Wilson
Diana Ross
Barbara Martin
Cindy Birdsong
Jean Terrell
Lynda Laurence
Scherrie Payne
Susaye Greene
Betty McGlown

The Supremes foi um bem-sucedido girl group da gravadora estadunidense Motown, ativo de 1959 a 1977. Apresentava vários estilos musicais, como doo-wop, pop, soul, psicodelia e disco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Uma das marcas registradas da Motown, The Supremes (traduzido do inglês, "As Supremas") foi o mais famoso grupo musical negro dos anos 1960. Foi conhecido inicialmente como "Primettes". Por volta de 1959, era uma banda vocal formada por Florence Ballard, Diana Ross e Mary Wilson. Emplacou 20 sucessos no Hot 100 da Billboard entre 1964 e 1969, muitos deles escritos e produzidos pelo principal time criativo da Motown, Holland-Dozier-Holland. O sucesso das Supremes durante essa época pavimentou o caminho para que futuros artistas de soul e R&B ganhassem as plateias dos Estados Unidos e de diversos países.

Discos no Top Ten britânico e norte-americano[editar | editar código-fonte]

Nove álbuns das Supremes, listados abaixo, entraram para a parada Top 10 tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido. Além deles, houve, também, inúmeros compactos.

  • 1964: Where Did Our Love Go (#2)
  • 1965: More Hits By The Supremes (#6)
  • 1965: Merry Christmas (#6)
  • 1966: I Hear a Symphony (8)
  • 1966: The Supremes A' Go-Go (#10105)
  • 1967: The Supremes Sing Holland-Dozier-Holland (#6)
  • 1967: Diana Ross & the Supremes Greatest Hits, Vols. 1 & 2 (#1)
  • 1968: Diana Ross & the Supremes Join the Temptations (#2)
  • 1968: TCB (com o The Temptations) (#2)
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre The Supremes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.