André Previn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
André Previn
Nascimento 6 de abril de 1929 (89 anos)
Berlim
Cidadania Alemanha, Estados Unidos
Cônjuge Mia Farrow, Anne-Sophie Mutter
Alma mater High School de Beverly Hills
Ocupação maestro, autor-compositor, músico de jazz, compositor, pianista, compositor de bandas sonoras
Prêmios Cavaleiro Comandante da Ordem do Império Britânico, Cruz de Cavaleiro Comandante da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, Grammy Lifetime Achievement Award, Gramophone Award for Lifetime Achievement, Oscar de melhor musical original, Oscar de melhor musical original, Oscar de Melhor Trilha Sonora Adaptada, Oscar de Melhor Trilha Sonora Adaptada, Prêmio Kennedy
Página oficial
http://www.andre-previn.com/
André Previn (1973)

André Previn, (nome original Andreas Ludwig Priwin, (Berlim, 6 de abril de 1929) é um compositor, pianista e maestro norte-americano, nascido na Alemanha. Recebeu treze nomeações para o Prêmio da Academia e venceu por quatro vezes Oscares da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pela categoria banda sonora original.

Biografia[editar | editar código-fonte]

André Previn nasceu com o nome Andreas Ludwing Priwin em uma família judaica em Berlim, Alemanha. Seu irmão foi o diretor Steve Previn (1925 - 1993). Com sua família, ele emigrou para os Estados Unidos em 1939 para escapar do regime da Alemanha Nazi. Previn tornou-se naturalizado cidadão dos Estados Unidos em 1943 e cresceu em Los Angeles. No verão de 1946 graduou-se na Escola de Beverly Hills e começou a tocar um dueto musical com Richard M. Sherman: Previn tocava piano, acompanhando Sherman, que tocava flauta. Por coincidência, 21 anos depois, ambos os compositores ganharam o Óscar por diferentes filmes.

Em 1967, Previn tornou-se diretor musical da Orquestra Sinfônica de Houston. EM 1968, Previn tornou-se o principal maestro da Orquestra Sinfônica de Londres, servindo neste posto até 1979. Durante seu mandato na Sinfônica de Londres, ele e a orquestra apareceram no programa de televisão chamado André Previn's Music Night. De 1976 até 1984, Previn foi o diretor musical da Orquestra Sinfônica de Pittsburgh e apareceu em outro programa de televisão: Previn and the Pittsburgh. Também foi o maestro principal da Orquestra Filarmônica Real.

Em 1984 foi nomeado diretor musical da Orquestra Filarmônica de Los Angeles, ficando à frente da orquestra, oficialmente, em 1985. O mandato de Previn com a orquestra foi musicalmente satisfatório, outros maestros, incluindo Kurt Sanderling, Simon Rattle e Esa-Pekka Salonen, fizeram diferentes trabalhos em seus mandatos.

Previn fez muitas gravações com a Orquestra Sinfónica de Londres, incluindo três ballets completos de Tchaikovsky (O Lago dos Cisnes, A Bela Adormecida e O Quebra Nozes), e as sinfonias completas de Raplh Vaughan Williams. Com a Orquestra Filarmônica de Los Angeles, ele fez gravações de obras de Sergei Prokofiev, Antonín Dvorak, William Kraft, John Harbison e Harold Shapero.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

André Previn foi casado cinco vezes. Seus três primeiros casamentos foram com Betty Bennett, Dory Langdon e Mia Farrow (1970-1979). É o pai adotivo de Soon-Yi Previn. Depois do seu quarto casamento (com Heather Sneddon em 1982, que durou até 2002), Previn casou-se com a violinista alemã Anne-Sophie Mutter, posteriormente escrevendo um concerto de violino para ela. Divorciaram-se em 2006 e continuam a trabalhar juntos ocasionalmente.

Gravações[editar | editar código-fonte]

Broadway

Filme

Ópera

Televisão

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre André Previn
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.