Ryuichi Sakamoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.

Ryuichi Sakamoto (坂本 龍一, Sakamoto Ryūichi?) (Pronúncia japonesa: [ɽju͍ːꜜitɕi sakamoto]) (Nakano, 17 de janeiro de 1952) é um músico, compositor, produtor e ator japonês, baseado em Tóquio e Nova York. Membro da banda Yellow Magic Orchestra.

Ryuichi Sakamoto
RyuichiSakamotoJI4.jpg
Informação geral
Nome completo Ryuichi Sakamoto
Nascimento 17 de janeiro de 1952 (66 anos)
Origem Tóquio
País  Japão
Instrumento(s) Piano, sintetizador
Período em atividade 1978–atualmente
Página oficial Página oficial

História[editar | editar código-fonte]

Em 1970, Sakamoto estudou na Universidade Nacional de Tóquio de Belas Artes e Música,[1][2] onde formou-se bacharel em composição e mestre com ênfase em música eletrônica e música étnica.[3] Onde também experimentava equipamentos de música eletrônica, incluindo sintetizadores como: Buchla, Moog e ARP.[4]

Em 1978, Sakamoto gravou seu primeiro disco, que inclui as canções "The Thousand Knives" (em 1981 uma versão da música também foi lançada pelo grupo Yellow Magic Orchestra no album BGM)[5] e "The End of Asia". Na mesma época, tornou-se membro da banda de synthpop Yellow Magic Orchestra, juntamente com Haruomi Hosono e Yukihiro Takahashi, no final da década de 1970, alcançaram o topo da parada britânica com o sucesso "Firecracker", influenciando o surgimento do acid house e do movimento techno do final dos anos 80 e começo dos 90.[carece de fontes?]

Sakamoto colaborou em muitos singles e álbuns com David Sylvian (banda Japan) e outros celebres da música internacional como: Fennesz, Alvo Noto, Towa Tei e DJ Dmitry (grupo Deee-Lite), Thomas Dolby, Bill Laswell, Nam June Paik, Roddy Frame (do Aztec Camera), Iggy Pop, Caetano Veloso e, Rodrigo Leão. Também produziu o álbum de Virginia Astley "Hope In A Darkened Heart", de 1986, que inclui David Sylvian como convidado.[carece de fontes?]

Filmografia e trilhas sonoras[editar | editar código-fonte]

Sakamoto fez algumas participações em filmes. Em 1983, apareceu em Merry Christmas, Mr. Lawrence, filme de Nagisa Oshima, ao lado do cantor David Bowie. Sakamoto também compôs a trilha sonora e a música-tema "Forbidden Colours", cantada por Sylvian.

Sakamoto, David Byrne e Cong Su ganharam o Oscar por sua trilha sonora feita para o filme O Último Imperador de Bernardo Bertolucci, em 1987. Entre outros filmes, Sakamoto fez a trilha dos filmes Tacones Lejanos (1992) de Pedro Almodóvar, O Morro dos Ventos Uivantes (1992), O Pequeno Buda (1993), de Bertolucci, da série de televisão Wild Palms (1993), de Oliver Stone, Love Is the Devil: Study for a Portrait of Francis Bacon, (1988) de John Maybury, Snake Eyes (1998), de Brian De Palma, Gohatto (1999), de Nagisa Oshima, e Femme Fatale (2002).

Em 2009, a cantora Utada Hikaru, utilizou amostras da música "Merry Christmas Mr. Lawrence", trilha sonora do filme de mesmo nome, em uma de suas músicas: "Merry Christmas Mr. Lawrence - FYI". Entretantos as letras foram escritas pela própria Utada.

Discografia (álbuns)[editar | editar código-fonte]

  • The Thousand Knives (1978)
  • B2-Unit (1980)
  • The Arrangement (1981 – Japanese EP w/Robin Scott)
  • Left-Handed Dream (1981 – versão dos Estados Unidos, inclui faixas de The Arrangement EP)
  • Merry Christmas Mr. Lawrence (banda sonora) (1983)
  • Coda (1983 – versões de piano de material de Merry Xmas Mr. Lawrence)
  • Ongakuzukan (1984)
  • Illustrated Musical Encyclopedia (1985 – versão do Reino Unido de Ongakuzukan com alteração de faixas)
  • Esperanto (1985)
  • Futurista (1986)
  • Neo Geo (1987)
  • Beauty (1989)
  • Heart Beat (1992)
  • Sweet Revenge (1994)
  • Soundbytes (1994)
  • Smoochy (1995)
  • 1996 – (1996)
  • Discord (1997)
  • BTTB (1998)
  • Life (1999)
  • In The Lobby At G.E.H. In London (2001)
  • Comica (2002)
  • Elephantism (2002)
  • Vrioon (2003)
  • World Citizen (2003) com David Sylvian
  • Chasm (2004)
  • Moto-Tronic (2004)
  • /04 (2004)
  • /05 (2005)
  • Insen (2005) com Alva Noto
  • Chasm (2005)
  • async (2017)

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nota
1987 Oscar Melhor Trilha Sonora Original Filme: O Último Imperador
dividido com David Byrne e Cong Su
1987 Globo de Ouro Melhor Trilha Sonora Original Filme: O Último Imperador
dividido com David Byrne e Cong Su
1991 Globo de Ouro Melhor Trilha Sonora Original Filme: "The Sheltering Sky"
dividido com Richard Horowitz
1984 BATAVIA Melhor Trilha Sonora Filme: Feliz Natal, Mr. Lawrence
1987 Grammy Melhor Trilha Sonora Original Instrumental
para Filme ou Televisão
Filme: O Último Imperador
dividido com David Byrne e Cong Su
1995 Grammy Melhor Composição Instrumental
para Filme ou Televisão
Indicado
Filme: " Little Buddha"

Referências

  1. «An introduction to Ryuichi Sakamoto in 10 records - The Vinyl Factory». The Vinyl Factory (em inglês). 9 de outubro de 2015 
  2. Dayal, Gheeta (7 de julho de 2006). «Yellow Magic Orchestra». Groove. The Original Soundtrack. Consultado em 17 de junho de 2011. 
  3. Citação:
  4. Japanese House Musicians: Girl Next Door (Band), Haruomi Hosono, Makai, Meg (Singer), Perfume (Japanese Band), Ryuichi Sakamoto, Satoshi Tomiie. [S.l.]: Books LLC. 13 de outubro de 2013. ISBN 9781230814322 
  5. «Yellow Magic Orchestra - BGM». Discogs. 2014  Parâmetro desconhecido |accesso= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.