Xangai (músico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xangai
Nome nativo Eugênio Avelino
Nascimento 20 de março de 1948 (72 anos)
Itapebi
Cidadania Brasil
Ocupação cantor, compositor, músico

Eugênio Avelino, popularmente conhecido como Xangai (Itapebi, 20 de março de 1948) é um cantor, compositor e violeiro brasileiro.[1] Nasceu às margens do Córrego do Jundiá, afluente do Rio Jequitinhonha, na zona rural do município de Itapebi, no extremo sul da Bahia.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho e neto de sanfoneiro, ainda aos 18 anos fixou-se com os seus pais na cidade de Nanuque, no norte de Minas Gerais. Xangai é descendente direto do sertanista João Gonçalves da Costa, fundador do Arraial da Conquista, atualmente Vitória da Conquista.[carece de fontes?]

Viveu em Vitória da Conquista, na Bahia, onde aos 9 anos de idade conheceu Elomar, que, 10 anos mais velho, tornou-se seu amigo e de quem teve influência musical.[2]

Seu pai era proprietário de uma sorveteria chamada Xangai na cidade de Nanuque, daí se originando o seu apelido e atual nome artístico.[carece de fontes?]

No ano de 1976, gravou o seu primeiro disco, Acontecimento, com as faixas "Asa Branca", "Forró de Surubim" e "Esta Mata Serenou".[carece de fontes?]

Apresenta na Rádio Educadora da Bahia o programa "Brasilerança", através do qual contribui para a divulgação da cultura musical da região nordestina brasileira.[carece de fontes?]

Em 1999 foi convidado a participar do álbum de comemoração de 100 anos do Esporte Clube Vitória, time do seu coração.[carece de fontes?]

Participou com o cantor Waldick Soriano dos últimos shows da carreira deste antigo nome da chamada música brega brasileira, inclusive na cidade natal de Waldick, Caetité, em 26 de maio de 2007.[carece de fontes?]

Novelas[editar | editar código-fonte]

Xangai estreou na TV na telenovela Velho Chico, como o repentista Avelino, a convite de Luiz Fernando Carvalho.[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
  • Acontecivento (1976) Epic/CBS LP
  • Qué Que Tu Tem Canário (1981) Kuarup LP
  • Mutirão da Vida (1984, relançado em 1998) KLP LP
  • Xangai canta Cantigas, Incelenças, Puluxias e Tiranas de Elomar (1986) Kuarup LP
  • Lua Cheia-Lua Nova (1990) Kuarup LP
  • Dos Labutos (1991) Kuarup LP
  • Cantoria de Festa (1997) Kuarup CD
  • Um Abraço Pra Ti, Pequenina (1998) CD
  • Brasilerança (2002) Kuarup Discos CD
  • Xangai (2015) CD Independente[carece de fontes?]
Álbuns ao vivo
  • Estampas Eucalol (2006) Kuarup CD.
Participações e parcerias

Carreira como ator[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Dicionário da Música Popular Brasileira». Dicionariompb.com.br. 20 de março de 1948. Consultado em 5 de julho de 2016 
  2. a b c Diego Ponce de Leon (3 de abril de 2016). «Xangai fala sobre a participação em 'Velho Chico' e a cultura do sertão» 
  3. Por Maria Clara LimaDo Gshow, Rio (23 de fevereiro de 2016). «Xangai estreia na TV em 'Velho Chico'; cantor está nas primeiras chamadas da nova novela das 9 - notícias em Música». Gshow.globo.com. Consultado em 5 de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]