Afonso III das Astúrias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afonso III das Astúrias
Rei das Astúrias, de Leão e da Galiza
Miniatura medieval representando ao rei Afonso III das Astúrias
Governo
Reinado 86620 de Dezembro de 910
Consorte Jimena
Antecessor Ordonho I das Astúrias (Pai)
Sucessor Em Galiza: Garcia I de Leão (Filho);
Em Leão: Ordonho II da Galiza e Leão (Filho);
Nas Astúrias: Fruela II das Astúrias e Leão (Filho)
Dinastia Asturo-Leonesa
Títulos Rei das Astúrias, Rei de Leão, Rei da Galiza
Vida
Nascimento 852
Oviedo
Morte 20 de Dezembro de 910 (58 anos)
Zamora
Filhos Ver descendência
Pai Ordonho I das Astúrias
Mãe Nuna

Afonso III das Astúrias o Grande (c. 852Zamora, 20 de Dezembro 910),[1] foi Rei das Astúrias, filho de Ordonho I das Astúrias. Dominou uma revolta dos Bascos em 867 e, mais tarde, outra da Galiza.

Consolidou o Reino da Galiza durante um período de fraqueza dos Omíadas de Córdova.

Em 868 conquista o Porto e, em 878, a cidade de Coimbra. Ordena a redacção das suas crónicas, em que apresenta o Reino das Astúrias como herdeiro do Reino visigodo[2]

Após a sua morte, a capital do Reino de Leão translada-se para Leão e o reino é dividido pelos seus três filhos: Leão para Garcia I de Leão, Galiza para Ordonho II da Galiza e as Astúrias para Fruela II das Astúrias.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Casou entre 28 de Maio e 20 Dezembro de 873 com Jimena (morta em 25 de novembro de 912), cuja identidade não está confirmada, apesar de alguns historiadores acreditarem que foi a filha de Garcia Íñiguez de Pamplona e de Urraca, e irmã do rei Fortuna Garcês.[3] Deste casamento teve:

Sarcófago de San Justo de la Vega do rei Afonso III, agora no Museo Arqueológico Nacional (Madrid)
  • Garcia I de Leão (c. 875–914),[4] rei de Leão casado com Muniadona.
  • Ordonho II da Galiza e Leão (c. 876–924),[4] rei da Galiza, e mais tarde de Leão. Herdou o trono de Leão com a morte de seu irmão mais velho, García I de Leão.
  • Gonçalo das Astúrias (m. c. 920), confirmado em numerosos privilégios da época, emitido por seus pais e irmãos, e foi arcediago da Catedral de Oviedo. Alguns autores sugerem que provavelmente estará sepultado no Panteão dos Reis da Catedral de Oviedo.
  • Fruela II das Astúrias e Leão (c. 877-925), rei das Astúrias e, posteriormente, de Leão.
  • Ramiro das Astúrias (m. 929), alguns autores sugerem a possibilidade de que herda o reino das Astúrias quando seu irmão, Fruela morre. No entanto terá herdado o trono com a morte de Ordonho II da Galiza e Leão. Pode ter se casado com a rainha Urraca das Astúrias viúva de seu irmão Fruela.[5] De acordo com a inscrição em seu túmulo no Panteão dos Reis Catedral de Oviedo, morreu a 31 de março de 929.
  • Sancha e duas filhas cujo nome é desconhecido.
Precedido por:
Ordonho I
Rei das Astúrias
866 - 910
Seguido por:
Fruela II
Armas do reino de Leão
Rei de Leão

866 - 910
Seguido por:
Garcia I
Armas do reino da Galiza
Rei da Galiza

Seguido por:
Ordonho II

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografa[editar | editar código-fonte]

  • Arco y Garay, Ricardo del. In: Instituto Jerónimo Zurita. Consejo Superior de Investigaciones Científicas. Sepulcros de la Casa Real de Castilla (em espanhol). Madrid: [s.n.], 1954. OCLC 11366237
  • Carriedo Tejedo, Manuel. ({{{mês}}} 1993-1994). "Nacimiento, matrimonio y muerte de Alfonso III el Magno" (em espanhol). Asturiensia medievalia (7): 129-145. ISSN 0301-889X.
  • Fernández Catón, José Mª. In: Centro de Estudios e Investigación San Isidro. Documentos de la monarquía leonesa de Alfonso III a Alfonso VIII (em espanhol). León: Testimonio Compañía Editorial, S.A., 2006. ISBN 84-95767-64-3 e 978-84-95767-64-6
  • Martínez Díez, Gonzalo. El Condado de Castilla(711-1038): la historia frente a la leyenda. Valladolid: Junta de Castilla y León, 2004. ISBN 84-8718-275-8
  • Salazar y Acha, Jaime de. ({{{mês}}} 2006). "Urraca. Un nome egregio en la onomástica altomedieval" (em espanhol). En la España medieval (1): 29-48. ISSN 0214-3038.
  • Ubieto Arteta, Antonio. (em espanhol). Zaragoza: Anubar, 1993. ISBN 84-86844-98-3


Ícone de esboço Este artigo sobre História da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Afonso III das Astúrias