Henrique de Borgonha, conde de Portucale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Henrique de Borgonha
Conde de Portucale (Condado Portucalense)
Henry, Count of Portugal.jpg
Henrique da Borgonha, Conde de Portucale
Governo
Antecessor nenhum
Sucessor Teresa de Leão
Casa Real Borgonha
Dinastia Capetiana
Vida
Nascimento 1066
Morte 24 de abril de 1112 (46 anos)
Astorga, Leão
Esposas Teresa de Leão
Pai Henrique de Borgonha
Mãe Sibila de Barcelona

D. Henrique de Borgonha conhecido em Portugal, geralmente, por Conde D. Henrique(1066Astorga, 24 de Abril de 1112) foi conde de Portucale desde 1093 até à sua morte.

Pertencia à família ducal da Borgonha, sendo filho de Henrique, herdeiro do duque Roberto I com Beatriz ou Sibila de Barcelona, e irmão dos também duques Odo I e Hugo I.

Sendo um filho mais novo, D. Henrique tinha poucas possibilidades de alcançar fortuna e títulos por herança, tendo por isso aderido à Reconquista da Península Ibérica. Ajudou o rei Afonso VI de Leão e Castela a conquistar o Reino da Galiza, recebendo como recompensa pelos seus serviços casamento com a filha ilegítima do monarca, Teresa de Leão.

Alguns anos mais tarde, em 1096, D. Henrique recebeu de Afonso VI o Condado Portucalense, que passava a lhe prestar vassalagem directa. O rei de Leão e Castela pretenderia assim limitar o poder do conde Raimundo de Borgonha, casado com Urraca de Leão e Castela.

Henrique morreu a 24 de Abril de 1112, tendo sido sepultado na Sé de Braga. Tinha tido vários filhos com Teresa, mas só o mais novo sobreviveu à infância: D. Afonso Henriques, que sucedeu ao pai e se tornou no segundo conde de Portucale em 1112.

No entanto, o jovem D. Afonso Henriques pretendia ser mais do que conde; em 1128 rebelou-se contra a sua mãe,que convivia com condes de Leão e Castela, pois não pretendia prestar vassalagem ao rei desse reino (queria que o Condado Portucalense fosse independente), ao contrário da sua mãe. As tropas de Afonso Henriques e dos barões portucalenses enfrentaram as de Fernão Peres de Trava e dos seus partidários portugueses e fidalgos galegos no dia de S. João Batista no ano de 1128 (Batalha de São Mamede). A vitória foi para D. Afonso Henriques. Por isso, em 1139 Afonso reafirmou-se independente de Leão e proclamou-se 1.º Rei de Portugal, recebendo o reconhecimento oficial de Leão e Castela em 1143, e a do Papado em 1179.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com Teresa de Leão nasceram:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira de D. Henrique, mais tarde a primeira bandeira do Reino de Portugal
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com O Conde D. Henrique
Precedido por
---
PortugueseFlag1095.svg
Conde de Portucale

1096 - 1112
Sucedido por
Teresa de Leão
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Henrique de Borgonha, conde de Portucale

Fonte importante: http://www.infopedia.pt/$batalha-de-s.-mamede;jsessionid=039JjqhgRMQzM9ytYaHiSw__