Bandeira vermelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Red flag waving.svg

A Bandeira Vermelha é um emblema socialista e comunista associado particularmente com a esquerda revolucionária. No entanto, faz também parte da tradiçao social-democrata: foi um estandarte utilizado pelo Partido Trabalhista do Reino Unido, pelo Partido Socialista Francês e grupos similares em todo o mundo.

A utilização da bandeira vermelha por parte dos sociais democratas diminuiu à medida que muitos se foram distanciando da esquerda política.

Por outro lado, o sentido radical da bandeira é muito mais antigo do que o socialismo.

Na consciência popular colectiva, a bandeira vermelha está fortemente associada com o comunismo, o sindicalismo e as manifestaçoes populares, facto que é cimentado com a imagem difundida com as bandeiras de República Popular da China e da União Soviética.

Durante o período da Comuna de Paris, as bandeiras francesas da cidade foram retiradas e em seus lugares hasteadas bandeiras vermelhas.

O vermelho da bandeira é uma cor associada ao desafio, e também símbolo de sangue vertido numa luta histórica.

História[editar | editar código-fonte]

Desde meados do Século 15 a bandeira vermelha é conhecida como a "bandeira de desafio". Foi hasteada em cidades e castelos sob ataque para indicar que não haveria rendição. Dando por oposição à bandeira branca.

É conhecida desde meados de 1300, quando os navios Normandos hasteavam fitas vermelhas para indicar que não fariam prisioneiros na batalha. Esse costume persistiu até o Século 17, quando a bandeira foi adotada pelos bucaneiros, que eram piratas franceses, atuando, inicialmente, nas Índias Ocidentais. De início os bucaneiros alçam a Jolly Roger para intimidar seus inimigos. Se a vítima escolhe lutar ao invés de deixar os piratas embarcarem, estes iriam alçar a bandeira vermelha para indicar que uma vez que o navio fosse capturado, nenhum homem seria poupado.

A bandeira vermelha, logo ficou associada à Esquerda política revolucionária durante a Revolução Francesa, quando foi adotada pelos Jacobinos. Estes controlaram a inssureição da Comuna de Paris e criaram o Reinado Termidoriano

Em 1797, quando os marinheiros da Marinha Real Britânica amotinaram-se no Rio Tâmisa, eles hastearam a bandeira vermelha em vários navios.

A bandeira se tornou símbolo no tumulto de Merthyr de 1831, na Gales do Sul, quando os trabalhadores tomaram a cidade pro cinco dias, até que foram massacrados por soldados.

Socialistas e radicais republicanos na Revolução Francesa de 1848, adotaram a bandeira vermelha, ostentando como símbolo o "sangue dos trabalhadores irritados". Seguidores da Segunda República Francesa, que se estabeleceu na primeira fase da revolução, se uniram aos tricolores. A flâmula vermelha subsequentemente se tornou o estandarte da Comuna de Paris em 1871, onde a partir de então passou a ser bastante associada ao socialismo. Essa tradição foi reforçada nos comícios de Chicago em 1886.

Na pré-Guerra Civil Russa, a bandeira vermelha era usada como símbolo de aviso. Vilas que eram atacadas por doenças ou pragas deveriam hastear a faixa vermelha no seu prédio mais alto. O uso da bandeira vermelha pelo exército vermelho na guerra civil, confundiu os soldados do exército branco, que supostamente, ao vistar uma bandeira vermelha sobre um vilarejo ou cidade guardada pelos Bolcheviques, acreditavam que aquele local estava com alguma epidemia, e portanto iam embora.

Após a Revolução de outubro, a bandeira vermelha com a foice e martelo foi adotada como bandeira oficial do novo governo soviético e foi usada pelo movimento comunista ao redor do mundo. Consequentemente, o número de jornais socialistas e comunistas que passaram a usar o nome "A Bandeira Vermelha" foi incontável.

Uma das mais famosas imagens da bandeira sendo hasteada é uma filmagem feita pelo exército vermelho, fixando a bandeira da vitória acima do Palácio do Reichstag, o parlamento alemão, em abril de 1945, final da Segunda Guerra Mundial - na verdade, as imagens feitas foram filmadas dois dias após a verdadeira conquista parlamento, e consequente dominação quase que total de Berlim. [carece de fontes?]

A Flâmula vermelha, e a própria cor vermelha, foi adotada pelo partido comunista da China, onde interagiu de maneira complexa com os significados culturais que os chineses davam à cor.

Em tempos mais recentes, os partidos sociais-democrata tem procurado se livrar da bandeira vermelha como símbolo; entretanto, o "quadrado rubro" ainda remanesce como símbolo de muitos partidos socialistas europeus, como o SPD e o Partido Socialista Europeu.

O Partido Trabalhista Britânico[editar | editar código-fonte]

A bandeira vermelha também era o emblema do Partido trabalhista britânico, desde sua concepção até a Conferência do Partido Trabalhista de 1986 quando foi substituído por uma rosa vermelha. Que foi consequentemente adotada por vários outros partidos socialistas e sociais-democratas em toda a Europa. Membros do partido também cantavam o tradicional hino A Bandeira Vermelha ao final da conferência anual do partido.

Leis para banir a Bandeira Vermelha[editar | editar código-fonte]

Durante o 'primeiro terror vermelho', nos Estados Unidos, vários estados norte-americanos, aprovaram leis proibindo que as bandeiras vermelhas fossem hasteadas, incluindo Minnesota, Dakota do Sul, e Oklahoma. A maioria desses decretos foram repelidos pelas legislaturas estatais, mas a legislação de Oklahoma ainda define que hastear "qualquer bandeira vermelha ou outro emblema ou faixa, indicando deslealdade ao Governo dos Estados Unidos ou a crença na anarquia ou outras doutrinas e crenças políticas, cujo objetivo sejam a interrupção ou a destruição do governo organizado, ou o desacato das leis dos Estados Unidos ou do estado de Oklahoma" é crime capital com a possibilidade de sentença de 10 anos de prisão e fiança de US$ 1.000. A constitucionalidade desse estatuto está em debate mas ainda não foi verificado nas cortes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Bandeira vermelha