Bristol Blenheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bristol Blenheim Mk I
Força Aérea do Canadá.

O Bristol 142M Blenheim foi um bombardeiro ligeiro britânico utilizado durante a Segunda Guerra Mundial.

Projecto e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O Blenheim nasceu a partir de um avião ligeiro de transporte de passageiros desenvolvido pela Bristol a partir de 1934. A nova aeronave, denominada Bristol 142, voou pela primeira vez em Abril de 1935, estando equipada com dois motores radiais Bristol Mercury VIS de 650 hp (485 kW) de potência, causando sensação pela sua rapidez, superior a todos os caças britânicos em serviço na altura. Como tal, o Ministério do Ar britânico solicitou à Bristol a avaliação do aparelho como bombardeiro ligeiro, sendo então desenvolvido o protótipo Bristol 142M que voou pela primeira vez em Junho de 1936.

A nova aeronave entrou em serviço como Bristol Blenheim em 1937, sendo construída em grandes quantidades, que combateram na Segunda Guerra Mundial.

Versões[editar | editar código-fonte]

  • Blenheim Mk I (Bristol 142M): versão original com motores radiais Mercury VIII de 840 hp (626 kW), da qual algumas unidades foram fabricadas sob licença na Finlândia e na Iugoslávia;
  • Blenheim Mk IF: caça noturno provisório, equipado com radar;
  • Blenheim Mk IV (Bristol 149): versão aperfeiçoada do Mk I, com motores Mercury XV de 920 hp (686 kW), maior capacidade de armazenamento de combustível e nariz alargado, com algumas unidades construídas na Finlândia;
  • Blenheim Mk IVF: versão de caça do Mk IV;
  • Blenheim Mk V (Bristol 160): com motores Mercury 25 ou 30 de 950 hp (708 kW) e um nariz sólido alojando quatro metralhadoras;
  • Blenheim Mk VA: versão de bombardeamento do Mk V;
  • Blenheim Mk VB: versão de apoio aéreo cerrado do Mk V;
  • Blenheim Mk VC: versão de instrução;
  • Blenheim Mk VD: versão de bombardeamento adaptada a ambientes tropicais;
  • Bolingbroke Mk I: versão do Blenheim Mk IV, construída no Canadá, para reconhecimento costeiro e bombardeamento ligeiro, com motores Mercury VIII;
  • Bolingbroke Mk IV: versão do Bolingbroke com motores Mercury XV;
  • Bolingbroke Mk IV W: versão do Bolingbroke com motores radiais Pratt & Whitney R-1830 Wasp.

Operadores[editar | editar código-fonte]

Serviço em Portugal[editar | editar código-fonte]

A Marinha Portuguesa recebeu 12 Bristol Blenheim em 1943 para utilização em ataque marítimo. As unidades foram equipar a Esquadrilha B das Forças Aéreas da Armada, estacionada no Aeroporto de Lisboa. Em Março de 1945 os Blenheim foram desactivados e substituídos pelos novos Bristol Beaufighter.