Catubodua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Catubodua ("corvo-de-batalha") é uma deusa gaulesa conhecida por uma única inscrição na Alta Saboia, França oriental. Ela parece ser idêntica à deusa irlandesa Badb. Nicole Jufer e Thierry Luginbühl vincularam provisoriamente Catubodua com outras deusas aparentemente marciais atestadas em outras partes, tais como Boudina, Bodua e Boudiga, cujos nomes compartilham raízes significando ou luta ou vitória.[1] Ela poderia portanto ser comparada à deusa romana Vitória, à grega Nice, e possivelmente à deusa nórdica Sigyn.

Uma lenda romana relacionada?[editar | editar código-fonte]

Uma história das guerras romanas contra os gauleses no século IV a.C., registrada por Lívio, Aulus Gellius e Dionísio de Halicarnasso, pode preservar uma referência à deusa. Um soldado romano, Marco Valério, aceitou um desafio para bater-se em combate individual com um campeão gaulês. Quando aluta começou, um corvo pousou sobre o elmo de Valério e começou a atacar o gaulês, que aterrorizado por esta intervenção divina, foi facilmente derrotado. Valério adotou o cognome "Corvus" (corvo), e como Marco Valério Corvo tornou-se um famoso general e político da República Romana.[2]

Referências

  1. Jufer, N. e T. Luginbühl (2001). Répertoire des dieux gaulois. Paris, Editions Errance.
  2. Tito Lívio. Periochae. Livro 7:10.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia celta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.