Cinco preceitos (budismo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Os cinco preceitos (pali: pañca-sīlāni; sânscrito: pañca-śīlāni)[1] constituem o código de éticas básico budista, realizado por seguidores leigos (upāsaka e upāsikā) do Buda Gautama no teravada, bem como nas tradições maaiana. Os preceitos em ambas as tradições são essencialmente idênticas e são os compromissos de se abster de: prejudicar os seres vivos, roubar, má conduta sexual, mentir e se intoxicar. Aceitar os cinco preceitos faz parte da iniciação de leigos budistas e das práticas regulares da piedade leiga budista.

Eles não são formulados como imperativos, mas como regras de formação que os leigos se comprometem voluntariamente de cumprir, a fim de facilitar a prática.[2]

Textos páli[editar | editar código-fonte]

A literatura páli fornece as escrituras e comentários para a prática teravada tradicional.

Regras de formação em páli[editar | editar código-fonte]

A seguir estão os cinco preceitos (pañca-sikkhapada)[3] ou cinco virtudes (pañca-sila) nos idiomas português e páli:[4] [5]

1. Eu tomo o preceito de abster-me de matar seres vivos. Pāṇātipātā veramaṇī sikkhāpadaṃ samādiyāmi.
2. Eu tomo o preceito de abster-me de tomar o que não for dado. Adinnādānā veramaṇī sikkhāpadaṃ samādiyāmi.
3. Eu tomo o preceito de abster-me de comportamento sexual impróprio. Kāmesumicchācāra veramaṇī sikkhāpadaṃ samādiyāmi.
4. Eu tomo o preceito de abster-me da linguagem incorreta. Musāvādā veramaṇī sikkhāpadaṃ samādiyāmi.
5. Eu tomo o preceito de abster-me do vinho, álcool e outros embriagantes que causam a negligência. Surāmerayamajjapamādaṭṭhānā veramaṇī sikkhāpadaṃ samādiyāmi.[6]

Para mais informações sobre o primeiro preceito, ver ahimsa. No quinto preceito, sura, meraya e majja são os tipos de bebidas alcoólicas. Em algumas traduções modernas, Surāmerayamajjapamādaṭṭhānā, torna-se mais amplo e de formas variadas, como: bebidas alcoólicas, drogas, entre outros.


Referências

  1. Em pali e sânscrito, "cinco preceitos" é mais traduzido literalmente como pañca-sikkhapada e pañca-sikśāpada, respectivamente. Assim, por exemplo, Harvey (2007, p. 199) traduzpañca-silacomo "cinco virtudes".
  2. Stewart McFarlane in Peter Harvey, ed., Buddhism. Continuum, 2001, pg. 187.
  3. Como indicado na tradução abaixo,Sikkhapada também é traduzido como "formação da regra" (e.g., Gunaratana, 2007) and "regra de treinamento" (e.g., Harvey, 2007, p. 199; and, Khantipalo, 1982/95).
  4. Bodhi Monastery: the Five Precepts. Visitado em 2011-03-14.
  5. Access to Insight: the Panca Sila (with Pali). Visitado em 2011-03-14.
  6. O páli podem ser encontrados, por exemplo, no Elgiriye Indaratana (2002), p. 2.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]