Edda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eddas, Edas ou simplesmente Edda, é o nome dado ao conjunto de textos encontrados na Islândia (originalmente em verso) e que permitiram iniciar o estudo e a compilação das histórias referentes aos personagens da mitologia nórdica.

Eddas da mitologia nórdica[editar | editar código-fonte]

As Eddas, são partes fragmentarias de uma antiga tradição escandinava de narração oral (atualmente perdida) que foi recompilada e escrita por eruditos que preservaram uma parte destas histórias.

São duas as compliações: a Edda prosaica (conhecida também como Edda Menor ou Edda de Snorri) e a Edda poética (também chamada Edda Maior ou Edda de Saemund).

Na Edda prosáica se recompilam poemas muito antigos, de caráter mitológico e heroico, organizada por um autor anônimo até 1250.

A Edda prosáica foi uma coletânea literária religiosa de Snorri Sturluson (1179 - 1241) até os anos 1220 ou 1225. Não são poemas, dado o fato de estarem em prosa. Conta com muitas recomendações para poetas, já que o poeta guerreiro islandês Snorri tentava, com essas recompliações em prosa, ajudar na formação de poetas no estilo tradicional escandinavo, uma forma de poesia que data do século IX, muito popular na Islândia.

Existe um número de teorias referentes a origem do termo Edda. Uma teoria sustenta que é idêntica a palavra que, em um antigo poema nórdico (Rígthula), parece significar "a bisavó". Outra teoria argumenta que Edda significa "poética". Uma terceira teoria defende que significa "O livro de Oddi", sendo Oddi o lugar onde Snorri Sturluson foi educado.

Notas de rodapé

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

LANGER, Johnni. Mythica Scandia: repensando as fontes literárias da mitologia viking. Revista Brathair 6(2), 2006: http://www.brathair.com/revista/numeros/06.02.2006/mythica_scandia.pdf

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia nórdica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.