Espanglês (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Espanglês
Spanglish
Pôster promocional
 Estados Unidos
2004 • cor • 131 min 
Direção James L. Brooks
Produção Julie Ansell
James L. Brooks
Richard Sakai
Roteiro James L. Brooks
Narração Aimee Garcia
Elenco Adam Sandler
Paz Vega
Téa Leoni
Cloris Leachman
Gênero Comédia dramática
Comédia romântica
Idioma Inglês
Espanhol
Música Hans Zimmer
Cinematografia John Seale
Edição Richard Marks
Estúdio Gracie Films
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 17 de dezembro de 2004
Brasil 4 de março de 2005
Portugal 31 de março de 2005
Orçamento US$80 milhões[1]
Receita US$55,041,367[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Spanglish (Espanglês) é um filme de comédia dramática estadunidense de 2004 escrito e dirigido por James L. Brooks, e estrelado por Adam Sandler, Paz Vega e Téa Leoni. Foi lançado nos Estados Unidos em 17 de dezembro de 2004 por Columbia Pictures e pela Gracie Films, e em outros países ao longo dos primeiros meses de 2005. Este filme arrecadou $55,041,367 em todo o mundo, muito menos do que o orçamento de produção de $80 milhões.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma doméstica mexicana, Flor Moreno (Paz Vega), decide partir para os Estados Unidos com a sua filha, Cristina Moreno, em busca de novas oportunidades. Ao chegar, começa a trabalhar na casa de uma rica família americana. Cumprindo as suas tarefas, a mexicana vê a necessidade de aprender a falar inglês devido às dificuldades de comunicação e adaptação à nova cultura. Sua filha, Cristina, sente-se muito empolgada com todas as mudanças, principalmente por saber falar inglês, mas ainda precisa de ser a intérprete da mãe que não entende outra língua. Entretanto Flor vê-se na necessidade de aprender inglês e ao fim de um tempo começa a conseguir falar fluentemente esta língua. Flor Moreno acaba por se envolver romanticamente com o patrão (Adam Sandler) após uma grande discussão entre este e Deborah Clarsky (Téa Leoni), sua esposa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Adam Sandler como John Clasky. Brooks o escolheu depois de ver seu mais dramático desempenho em Punch-Drunk Love.[2]
  • Paz Vega como Flor Moreno. Vega não podia falar Inglês, quando do início das filmagens e um tradutor estava no set durante as filmagens para que ela pudesse se comunicar com o diretor.[2]
  • Téa Leoni como Deborah Clasky
  • Cloris Leachman como Evelyn Wright. Leachman substituiu Anne Bancroft que desistiu do papel, depois de quatro semanas de filmagens devido a doença.[2]
  • Shelbie Bruce como Cristina Moreno, com 12 anos
  • Sarah Steele como Bernice "Bernie" Clasky
  • Ian Hyland como George "Georgie" Clasky
  • Victoria Luna como Cristina Moreno, com 6 anos
  • Cecilia Suárez como Monica
  • Aimee Garcia como a narradora (Adulta Cristina Moreno)
  • Sarah Hyland como Garota na festa de pijama

Produção[editar | editar código-fonte]

Jane Fonda esteve cotada para integrar o elenco de Espanglês.[3]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas. Baseado em 157 comentários recolhidos pela crítica cinematográfica no Rotten Tomatoes, 53% dos críticos deram a Spanglish uma crítica positiva.[4] Seus defensores afirmam que é um retrato comovente da dificuldade de problemas familiares e de auto-identidade (e talvez em menor grau, as dificuldades e recompensas de comunicação inter-cultural). No entanto, seus detratores o descreveu como "desigual", "estranho" e "mesquinho".

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Hans Zimmer foi nomeado para um Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora Original. Cloris Leachman foi nomeada para um Screen Actors Guild Award de Melhor Atriz Coadjuvante.

Referências

  1. a b c Spanglish (2004) Box Office Mojo. Página visitada em August 30, 2009.
  2. a b c Daly, Steve (November 12, 2004). What, Him Worry? Entertainment Weekly.. Página visitada em August 30, 2009.
  3. http://www.adorocinema.com/filmes/filme-56839/voce-sabia/
  4. Spanglish (2004) Rotten Tomatoes. Página visitada em August 30, 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]