Click (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Click
Click (PT/BR)
 Estados Unidos
2006 • cor • 107 min 
Direção Frank Coraci
Roteiro Steve Koren
Mark O'Keefe
Elenco Adam Sandler
Kate Beckinsale
Christopher Walken
Henry Winkler
Julie Kavner
David Hasselhoff
Género comédia
Drama
ficção científica
Idioma inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Click é um filme estadunidense de drama, ficção científica e comédia de 2006, dirigido por Frank Coraci e com Adam Sandler no papel principal. Foi lançando nos Estados Unidos em 23 de Junho de 2006.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Michael Newman é um arquiteto que mora com sua esposa Donna Newman e tem seus filhos Ben e Samantha. Ele trabalha muito e sempre chega exausto e cansado. Um dia ele queria ligar sua televisão, mas acaba pegando o controle errado e ativando aparelhos como ventilador e a porta de sua garagem automática. Ele fica furioso e seus filhos sugerem que ele compre um controle remoto universal, igual ao seus vizinhos, no qual poderá controlar tudo com um só objeto. Então ele vai em uma loja e encontra um inventor chamado Morty, que o mostra um controle e diz que tem uma tecnologia ultra-avançada e ainda nem está nas lojas, e o oferece de graça. Michael aceita a oferta e leva o controle. Mas chegando em casa percebe que o objeto tem o poder de controlar sua vida, e descobre que pode avançar e voltar no tempo, modificar o som e cor de tudo a sua volta e outras coisas. Ele começa a achar que está louco e volta para a loja onde comprou e pergunta a Morty do que se trata, ele responde dizendo que o controle tem a capacidade de controlar toda a vida dele. No começo ele gosta, mas depois o controle entra no avanço automático, que avança na vida dele para uma época em que os problemas que o perturba sejam resolvidos, mas acaba prosseguindo cada vez mais em sua vida.Seu maior desejo e subir de cargo na empresa ele deseja isso e o controle leva ele pra 2017, onde está muito obeso devido a comer muitos doces e fast-food, com isso ele avança cada vez mais no tempo. Ele fica desesperado quando descobre que no momento que ele acelera o tempo, ele fica no piloto automático, isso significa que ele não faz nada por si próprio, sua mente fica "viajando". Isso traz problemas a ele, como dizer uma coisa que afetou profundamente seu pai Ted, o chamando de estúpido, além de muitos outros erros na sua vida. Desesperado tentando corrigir, Morty diz que isso é impossível. Então ele deve decidir o que fazer antes que sua vida acabe.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Click tem recepção geralmente desfavoável por parte da crítica profissional. No Rotten Tomatoes tem Tomatometer de 32% em base 167 críticas. Por parte da audiência tem 67% de aprovação.[3]

Referências

  1. Página no Studio Universal
  2. Click - 2006 - InterFilmes.com (em português). Página visitada em 3 de janeiro de 2014.
  3. Click - Rotten Tomatoes (em inglês). Página visitada em 3 de janeiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]