Henry Winkler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henry Winkler
OBE
Henry Winkler em 2013.
Nome completo Henry Franklin Winkler
Nascimento 30 de outubro de 1945 (68 anos)
Manhattan, Nova York
 Estados Unidos
Ocupação Ator, diretor, produtor e escritor
Cônjuge Stacey Weitzman (1978-presente); 2 filhos
Atividade 1972 - atualidade
Prêmios Globo de Ouro
1976 Happy Days
1977 Happy Days
IMDb: (inglês)

Henry Franklin Winkler, OBE (Manhattan, 30 de outubro de 1945) é um premiado ator, diretor de cinema, produtor e escritor norte-americano.

Ficou mundialmente conhecido por seu papel como "Fonzie" na sitcom Happy Days. Era um engraxate de roupa de couro e mecânico de automóveis, adolescente arruaceiro e malandro, que andava em gangues e simbolizava uma espécie de "James Dean" na série. Porém, o personagem, inicialmente coadjuvante, fez enorme sucesso entre o público, aos poucos "invadindo" o espaço de outros personagens (incluindo o do protagonista Richie) e tornando-se, em vias práticas, o protagonista da série. Logo, as histórias principais da série giravam todas em torno de Fonzie.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Henry Winkler nasceu em 30 de outubro de 1945, em Manhattan, Nova York. Seus pais, Harry Irving e Ilse Anna Maria Winkler, eram imigrantes judeus que fugiram do holocausto na Alemanha, migrando para os EUA em 1939.[2] Seu pai era presidente de uma empresa madeireira internacional, e sua mãe trabalhava ao lado de seu pai.[3] Após graduar-se na High School McBurney, Winkler foi capaz de incorporar a sua dislexia ao sucesso no ensino superior. Estudou drama na Emerson College em Boston e ganhou um diploma na Escola Yale de Drama.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É casado com Stacey Weitzman desde 5 de maio de 1978, com quem teve dois filhos Zoe Emily (n. 1980) e Max Daniel (n. 18 de agosto de 1983), e um enteado, Jed, do casamento de Stacey com Howard Weitzman. Ele é o padrinho da atriz Bryce Dallas Howard, filha do amigo e diretor Ron Howard.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Happy Days[editar | editar código-fonte]

Henry em Happy Days, 1977.

O primeiro papel de Henry Winkler foi como um tubo de pasta de dente em uma peça teatral sobre higiene na Hilltop Nursery School. Winkler continuou participando de muitas produções da escola e sonhava em se tornar um ator profissional. Em 1973, com poucos papéis em filmes e diversos comerciais em seu currículo, o ator se mudou para a Califórnia. Lá fez participações especiais em The Mary Tyler Moore Show e The Bob Newhart Show, antes de interpretar o maior papel de sua carreira em Happy Days. Durante os 10 anos em que participou dessa série, também atuou nos filmes Heroes (br: Heróis sem causa), The One and Only (br: Um grande gozador) e Night Shift (br: Corretores do amor).

Pós Happy Days[editar | editar código-fonte]

Depois de Happy Days, o ator passou a focar em sua carreira de produtor e diretor. Produziu diversos longas e programas de TV incluindo MacGyver, So Weird e Mr. Sunshine. Entre seus últimos trabalhos para a televisão está a série Arrested Development, além de participações especiais em South Park, The Practice, The Simpsons, Law & Order: Special Victims Unit, Third Watch, Crossing Jordan e King of the Hill. Dirigiu filmes como Memories of Me (br: Recordações de minha vida) e Cop and a Half (br: Um tira e meio).

Winkler em Setembro de 1990

Retorno ao cinema[editar | editar código-fonte]

Na década de 90, Winkler voltou a atuar em Scream (br: Pânico) e The Waterboy (br: O rei da água).

Em seguida, atuou em Down to You (br: Louco por você), Little Nicky (br: Um diabo diferente), Holes (br: O mistério dos escavadores), Click, I Could Never Be Your Woman (br: Nunca é tarde para amar), You Don't Mess with the Zohan (br: Zohan - O agente bom de corte) e Here Comes the Boom (br: Professor Peso Pesado).

Hank Zipzer[editar | editar código-fonte]

Winkler também publicou 17 livros que trazem a história de Hank Zipzer, um menino disléxico que tenta lidar com sua condição. As histórias tem como base as experiências de Winkler quando criança.[4] [5]

OBE[editar | editar código-fonte]

Em Setembro de 2011, Henry Winkler foi agraciado com a medalha da Ordem do Império Britânico (OBE) por seu trabalho de conscientização sobre a dislexia, condição com a qual conviveu durante toda sua infância mas que somente foi diagnosticada em 1976, aos 31 anos.

Desde então, o ator, produtor e diretor vem percorrendo escolas e instituições dedicadas à infância e juventude na Grã-Bretanha e nos EUA, para fazer palestras sobre a dislexia e a melhor forma de se lidar com ela.[6] [7]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Winkler em Agosto de 2008

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Globo de Ouro (EUA)

Primetime Emmy Awards (EUA)

  • Recebeu uma indicação a Melhor Documentário, por "Who Are the DeBolts? And Where Did They Get Nineteen Kids?", em 1979.
  • Recebeu uma indicação a Melhor Ator (convidado), por "The Practice", em 1997.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.