Robin Williams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo é sobre uma pessoa que morreu recentemente.
Algumas informações relativas às circunstâncias da morte podem mudar a qualquer instante.

Nota: A Wikipédia não é um jornal, se pretende elaborar um resumo das notícias recentes relacionadas a esse evento utilize o Wikinotícias que é a Wiki adequada a essa função.
Editado pela última vez em 22 de agosto de 2014.

Robin Williams
Robin Williams na estreia de Happy Feet 2, em 2011.
Nome completo Robin McLaurin Williams
Nascimento 21 de julho de 1951
Chicago, Illinois
 Estados Unidos
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Morte 11 de agosto de 2014 (63 anos)[1]
Paradise Cay, Califórnia
 Estados Unidos
Ocupação Ator e comediante
Atividade 1972-2014
Oscares da Academia
Melhor ator (coadjuvante/secundário)
1997 - Good Will Hunting
Emmy Awards
Atuação individual em programa de variedade ou música
1986 - Carol, Carl, Whoopi and Robin
1987 - ABC Presents: A Royal Gala
Prêmios Globo de Ouro
Melhor ator (série cómica ou musical) em televisão
1978 - Mork and Mindy

Melhor ator (comédia ou musical) em cinema
1987 - Good Morning, Vietnam
1991 - The Fisher King
1992 - prêmio especial - Aladdin
1992 - Mrs. Doubtfire
Prémio Cecil B. DeMille
2005 - Pelo conjunto da obra

Prémios Screen Actors Guild
Melhor elenco
1996 - The Birdcage
Melhor ator coadjuvante em cinema
1997 - Good Will Hunting
Outros prêmios
Grammy - melhor gravação de comédia
1980 - Reality...What a Concept
1988 - ABC Presents A Royal Gala
1988 - A Night at the Met
1989 - Good Morning, Vietnam
2003 - Robin Williams - Live 2002
Grammy - melhor álbum falado
2003 - Live 2002
Página oficial
IMDb: (inglês)
Robin Williams em atuação para os soldados estadunidenses durante a Guerra do Iraque em 2003. Sua camisa diz "Eu amo Nova Iorque" em árabe.

Robin McLaurin Williams[2] [3] (Chicago, 21 de julho de 1951Paradise Cay, 11 de agosto de 2014)[4] foi um ator e comediante americano. Após conquistar fama interpretando o alienígena Mork na série de televisão Mork & Mindy, e pelo seu trabalho posterior com stand-up comedy, Williams foi destaque de diversos filmes desde 1980. Venceu o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua performance no filme Good Will Hunting, de 1997, e também conquistou dois Prêmios Emmy do Primetime, seis Globos de Ouro, dois prêmios do Screen Actors Guild e cinco Grammys.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Williams nasceu em Chicago, Illinois. Sua mãe, Laura Smith (1922-2001) era um ex-modelo de Nova Orleães, Luisiana.[5] Seu pai, Robert Fitzgerald Williams (1906-1987), era um executivo-sênior da empresa automotora Ford, em cargo da região do Meio-Oeste. Williams é descendente de ingleses, galeses e irlandeses pelo lado de seu pai, e de franceses pelo lado materno.[6] Cresceu frequentando a Igreja Episcopal, embora sua mãe praticasse a Ciência Cristã.[7] [8] Cresceu em Bloomfield Hills, Michigan, onde estudou na Detroit Country Day School,[9] e em Woodacre, condado de Marin, Califórnia, onde frequentou uma escola pública, a Redwood High School. Também frequentou o Claremont McKenna College (então chamado de Claremont Men's College) por quatro anos.[10] Tem dois meio-irmãos: Todd (morto em 14 de agosto de 2007) e McLaurin.[11]

Williams se descreveu como uma criança quieta, cuja primeira imitação foi a de sua avó, feita para sua mãe. Não foi capaz de superar sua timidez até se envolver com o departamento de dramaturgia, durante o ensino médio.[12]

Em 1973, Williams foi um de vinte estudantes a serem aceitos como calouros na renomada Juilliard School, e um de apenas dois a serem aceitos por John Houseman no programa avançado daquela escola, naquele ano (o outro foi Christopher Reeve).[13] Em suas aulas de dialeto, Williams não teve qualquer problema em dominar rapidamente todos os dialetos lecionados. Deixou a Juilliard em 1976.

Robin Williams faleceu em 11 de agosto de 2014, aos 63 anos, por suicídio.[14] Seu corpo foi cremado e suas cinzas foram jogadas na baía de San Francisco, segundo o certificado de óbito.[15]

Carreira na televisão[editar | editar código-fonte]

Após integrar o elenco do Richard Pryor Show, na NBC, programa de televisão de curta duração do comediante Richard Pryor, Williams foi escalado por Garry Marshall no papel de Mork, na série de sucesso Happy Days. Como Mork, Williams improvisava boa parte de seus diálogos, e criava ágeis cenas de comédia verbal e física, falando com uma voz aguda e anasalada. Sua aparência se tornou tão popular com os espectadores que foi criado um spinoff da série, a sitcom Mork and Mindy, que durou de 1978 a 1982. Embora interpretasse o mesmo personagem que fazia em Happy Days, o programa se passava na atualidade da época, na cidade de Boulder, no Colorado, em vez da Milwaukee do final da década de 1950 onde se passava o seriado anterior. Mork foi um personagem extremamente popular, que aparecia em pôsteres, livros para colorir, lancheiras e outras mercadorias.

A partir do fim da década de 1970 e início da década de 1980, Williams passou a atingir um público mais variado com seus espetáculos de comédia stand-up, incluindo três especiais para a HBO, Off The Wall (1978), An Evening with Robin Williams (1982) e Robin Williams: Live at the Met (1986). Ainda em 1986, Williams conquistou mais fama ao se apresentar na 58ª edição do Oscar.

Williams nos Academy Awards, em 1990.

Seu trabalho de stand-up tem sido um fio condutor de sua carreira, como pode se ver pelo sucesso de seu show (e o DVD subsequente) Robin Williams: Live on Broadway (2002). Obteve em 2004 o 13º lugar na lista de "100 maiores [comediantes] stand-up de todos os tempos" do canal Comedy Central.

Após ser encorajado por sua amiga, a também comediante Whoopi Goldberg, decidiu aceitar uma participação especial na série Star Trek: The Next Generation, em 1991, no episódio "A Matter of Time", porém teve que cancelar sua aparição devido a um conflito de calendário; Matt Frewer assumiu seu lugar no papel do professor Berlingoff Rasmussen, um viajante do tempo trapaceiro.

Williams também apareceu, em 2000, num episódio da versão americana de Whose Line Is It Anyway?. Durante um jogo chamado "Scenes from a Hat" ("cenas de um chapéu"), a cena "What Robin Williams is thinking right now" ("O que Robin Williams está pensando agora") foi criada, e Williams declarou: "I have a career. What the hell am I doing here?" ("Eu tenho uma carreira. Que diabos estou fazendo aqui agora?")[16]

Em 4 de dezembro de 2010 apareceu, juntamente com Robert De Niro, no programa Saturday Night Live, no esquete "What Up with That".

Carreira no cinema[editar | editar código-fonte]

A maior parte da carreira de Williams, no entanto, se deu no cinema - embora também tenha tido performances de destaque no teatro (entre as quais o papel mais célebre foi o de Estragon numa produção de Esperando Godot, com Steve Martin). Sua performance em Good Morning, Vietnam (br: Bom Dia, Vietnã), de 1987, lhe rendeu uma indicação para o Oscar de melhor ator. Diversos de seus papéis foram comédias com um toque de pathos.

Robin Williams.

Seu papel como o Gênio no filme de animação Aladdin, de 1992, foi crucial para estabelecer a importância da presença de atores famosos nas dublagens de desenhos animados. Williams também utilizou seus talentos vocais em Fern Gully, como o holográfico Dr. Know no filme A.I. Artificial Intelligence, de 2001, na animação Robots, de 2005, no vencedor do Oscar em 2006, Happy Feet, e numa performance não-creditada em Everyone's Hero, de 2006. Também foi responsável por dublar a voz de Timekeeper, uma antiga atração do parque de diversões Walt Disney World sobre um robô que viaja no tempo, encontra Júlio Verne e o leva para o futuro.

Estrela de Williams na Calcada da Fama.

Em 1998 recebeu o Oscar de melhor ator coadjuvante por seu papel como um psicólogo em Good Will Hunting (br: Gênio Indomável; pt: O Bom Rebelde).[17] No início da década seguinte, no entanto, alguns críticos afirmaram que estaria sendo escalado sempre para o mesmo tipo de papel, excessivamente sentimental, em filmes como Patch Adams (br: Patch Adams - O Amor é Contagioso), de 1998, de Bicentennial Man (br/pt: O Homem Bicentenário), de 1999.

Williams também estrelou filmes dramáticos, pelos quais conquistou duas outras indicações ao Oscar: a primeira, por interpretar um professor de inglês em Dead Poets Society (br: Sociedade dos Poetas Mortos), de 1989, e a segunda pelo papel de um mendigo problemático em The Fisher King (br: O Pescador de Ilusões; pt: O Rei Pescador), de 1991;[17] neste mesmo ano interpretou um Peter Pan adulto no filme Hook (br: Hook - A volta do Capitão Gancho). Entre outros filmes dramáticos consagrados que protagonizou estão Awakenings (br: Tempo de Despertar; pt: Despertares), de 1990, e What Dreams May Come, de 1998. No suspense dramático Insomnia, de 2002, Williams interpretou um escritor/assassino fugindo de um policial de Los Angeles que sofre de insônia, interpretado por Al Pacino, na região rural do Alasca. Também em 2002, no suspense psicológico One Hour Photo, Williams interpretou um funcionário de uma loja de revelação de fotos com distúrbios emocionais que fica obcecado por uma família cujas fotos ele revelou. Em 2006 Williams estrelou The Night Listener, suspense sobre um apresentador de rádio que percebe ter desenvolvido uma amizade com uma criança que pode ou não existir.

Assinatura e pegada de Williams na Calçada da Fama, em Hollywood.

Robin Williams é conhecido por suas habilidades de improviso e por suas imitações. Suas apresentações caracterizam-se por um humor não-ensaiado, criado e executado de maneira frenética sobre o palco. De acordo com os comentários especiais do DVD de Aladdin, a maior parte de seus diálogos como o Gênio também teriam sido improvisados.

Em 2006 estrelou cinco filmes, incluindo Man of the Year, e foi o convidado-surpresa da edição de 2006 do Nickelodeon Kids' Choice Awards. Também apareceu num episódio do programa de televisão Extreme Makeover: Home Edition, em 30 de janeiro de 2006.

Williams chegou a ser cotado para interpretar o personagem Riddler (conhecido como Charada, no Brasil, e Enigma, em Portugal) no filme Batman Forever (br: Batman Eternamente; pt: Batman Para Sempre), até que o diretor Tim Burton eventualmente abandonou o projeto. O ator também tinha sido um forte candidato a interpretar o Joker (Coringa, no Brasil) no filme Batman, de 1989, e também teria manifestado interesse em assumir o mesmo papel em The Dark Knight (br: Batman: O Cavaleiro das Trevas; pt: O Cavaleiro das Trevas), sequência de Batman Begins, de 2005,[18] embora o papel eventualmente tenha sido interpretado por Heath Ledger, que acabou vencendo o Oscar de melhor ator coadjuvante (póstumo) por ele.

Robin Williams foi interpretado por Chris Diamantopoulos na biografia feita para televisão Behind the Camera: The Unauthorized Story of Mork & Mindy, de 2005, que documenta a chegada do ator em Hollywood como um comediante ainda pouco conhecido.

Conflito com a Disney[editar | editar código-fonte]

Williams com Yola Czaderska-Hayek nos Academy Awards, em 1990.

Em gratidão por seu sucesso com o filme Good Morning, Vietnam, da Disney/Touchstone, Robin Williams dublou o personagem do Gênio no filme de animação Aladdin pelo pagamento-padrão do Screen Actors Guild (o sindicato dos atores americanos), 75.000 dólares, com a condição de que seu nome e sua imagem não fossem usados para marketing, e que seu personagem não ocuparia mais de 25% do espaço da arte feita para promover o filme, já que a animação Toys seria lançada um mês após a estréia de Aladdin. O estúdio, no entanto, acabou não cumprindo ambas as condições, especialmente na questão do pôster oficial do filme, no qual o Gênio ocupava mais de 25% da imagem, com outros personagens tanto principais quanto coadjuvantes retratados de maneira consideravelmente menor. O livro da Disney, Aladdin: The Making Of An Animated Film, publicado pela Hyperion, listou os dois personagens de Williams, "O Mascate" e "O Gênio", na frente de outros personagens principais, porém foi obrigado a referir-se a ele como "o ator contratado para interpretar o Gênio".[19]

Williams se apresentando no USO World Gala, em 2008.

Williams e a Disney tiveram um rompimento sério depois do ocorrido e, como resultado, Dan Castellaneta foi contratado para dublar o Gênio em The Return of Jafar, a série de animação para a televisão de Aladdin, e gravou sua voz para Aladdin and the King of Thieves. Quando Jeffrey Katzenberg foi despedido da Disney, e substituído pelo ex-chefe de produção da 20th Century Fox, Joe Roth (cujo último ato pela Fox foi dar o sinal verde para o filme Mrs. Doubtfire, de Williams), Roth conseguiu que a Disney se desculpasse publicamente com Williams, que por sua vez concordou em atuar em Jack, filme da Hollywood Pictures dirigido por Francis Ford Coppola, e até mesmo aceitou dublar o Gênio novamente para King Of Thieves (embora por um preço consideravelmente mais alto que o padrão), substituindo todos os diálogos já dublados por Castellaneta.[20]

Quando Williams se juntou novamente ao diretor de Doubtfire, Chris Columbus, para o filme Bicentennial Man (br/pt: O Homem Bicentenário), de 1999, a Disney pediu que o orçamento da obra fosse cortado em aproximadamente 20 milhões de dólares; quando o filme foi lançado, no dia de Natal, foi um fracasso de bilheteria. Williams colocou a culpa no marketing feito pela Disney e pelo conteúdo perdido devido aos cortes no orçamento. Novamente, as relações entre o ator e a Disney estavam abaladas, e novamente Castellaneta foi chamado para substitui-lo no papel de Gênio na série de videogames Kingdom Hearts e na série de TV House of Mouse. O lançamento em DVD de Aladdin não tem qualquer participação de Williams no conteúdo extra, embora algumas de suas sessões de gravação originais possam ser vistas.

Recentemente Robin Williams fez as pazes com a Walt Disney Company, e, em 2009, concordou em fazer parte do 'hall da fama' da Disney, sendo designado uma Disney Legend ("Lenda da Disney").[21]

Carreira no teatro[editar | editar código-fonte]

No teatro, Williams tem apresentado seu "show de um homem só", Robin Williams: Live on Broadway, encenado pela primeira vez no Broadway Theatre em julho de 2002.[22] Fez sua estreia como ator teatral na peça Bengal Tiger at the Baghdad Zoo, de Rajiv Joseph, que estreou na Broadway, no Richard Rodgers Theatre, em 31 de março de 2011.[23] [24] [25]

Comédia stand-up[editar | editar código-fonte]

Williams se apresentando.

Robin Williams fez apresentou-se em diversos lugares com seus espetáculos de comédia stand-up desde o início da década de 1970. Algumas de suas turnês mais memoráveis foram An Evening With Robin Williams (1982), Robin Williams: At The Met (1986) e Robin Williams LIVE on Broadway (2002). A última quebrou diversos recordes duradouros para shows do gênero; em alguns casos os ingressos se esgotaram depois de estarem à venda por cerca de trinta minutos.

Após um hiato de seis anos, em agosto de 2008, Williams anunciou uma turnê de 26 cidades chamada Weapons of Self Destruction. Segundo ele, esta seria sua última chance de fazer piadas com o governo Bush, embora poucas piadas do set falassem sobre o assunto. A turnê se iniciou no fim de setembro de 2009, e terminou em Nova York em 3 de dezembro, culminando com um especial para a HBO em 8 de dezembro.

Outros interesses[editar | editar código-fonte]

Williams falando durante o Debate Mundial de 2008 da BBC.

Williams é um ávido entusiasta de videogames (chegando até mesmo a dar o nome de sua filha de Zelda, em homenagem à Princesa Zelda, da série de jogos The Legend of Zelda),[26] um apreciador de role-playing games e jogos online, como Warcraft 3, Day of Defeat, Half-Life,[27] e o jogo de tiro em primeira pessoa Battlefield 2 (como um sniper).[28] Em 6 de janeiro de 2006 apresentou-se ao vivo no Consumer Electronics Show, durante a apresentação da Google.[29] Na E3 de 2006, a convite de Will Wright, demonstrou o editor de criaturas do jogo Spore enquanto comentava sobre a aparência da criatura: "Isto aqui vai fazer um ornitorrinco parecer bonito." Também elogiou a versatilidade do jogo, comparando-o a Populous e Black & White. No mesmo ano, foi uma das celebridades a participar do Dia Mundial do Dungeons & Dragons.[30]

Fã do ciclismo profissional, era uma presença constante no ônibus da equipe das equipes americanas US Postal Service e Discovery Channel Pro Cycling durante os anos em que Lance Armstrong dominou o Tour de France.[31]

Também é um entusiasta do rugby union e um grande fã do ex-jogador dos All Blacks (a equipe nacional da Nova Zelândia), Jonah Lomu.[32]

Williams apóia o uso de veículos ecologicamente corretos; dirige um Toyota Prius,[33] e está na lista de espera para um veículo elétrico Aptera 2 Series.[34]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O primeiro casamento de Robin Williams foi com Valerie Velardi em 4 de junho de 1978, com quem teve um filho, Zachary Pym (Zak), nascido em 11 de abril de 1983. Durante este casamento Williams se envolveu numa relação extra-conjugal com Michelle Tish Carter, uma garçonete que ele conheceu em 1984, e que o processou em 1986 alegando ter sido infectada por ele com o vírus herpes simplex. O processo foi arquivado mediante um acordo feito fora dos tribunais. Williams e Velardi se divorciaram em 1988.[35]

Em 30 de abril de 1989 se casou com Marsha Garces, a babá de seu filho, que já estava grávida de alguns meses da filha do ator. Ambos tiveram dois filhos, Zelda Rae (nascida em 31 de julho de 1989) e Cody Alan (nascido em 25 de novembro de 1991). Em março de 2008, no entanto, Garces pediu o divórcio de Williams, alegando "diferenças irreconciliáveis".[36]

Robin Williams adotou William Reeve (nascido em 7 de junho de 1992), único filho do casal Dana Reeve e Christopher Reeve, de quem Williams sempre foi muito amigo.

Drogas e álcool[editar | editar código-fonte]

Durante o fim da década de 1970 e início da década seguinte, Williams desenvolveu um vício em cocaína; ele desde então declarou ter abandonado o uso da droga. Williams era um amigo próximo do comediante John Belushi, com quem frequentava muitas festas, e afirmou que a morte de seu amigo, por overdose, e o nascimento de seu filho, o levaram a abandonar as drogas: "Se foi um toque de despertar? Oh, sim, em grande escala. O grand jury[37] também ajudou."[17]

Em 9 de agosto de 2006, Williams se inscreveu num centro de reabilitação para dependentes químicos localizado em Newberg, Oregon, admitindo posteriormente ser um alcoólatra.[38] Segundo declaração feita por seu publicista:

"Após 20 anos de sobriedade, Robin Williams voltou a beber, e decidiu tomar medidas proativas para lidar com isto, pelo seu próprio bem-estar e pelo bem-estar de sua família. Ele pede que vocês respeitem a sua privacidade e de sua família durante este período, e anseia em retornar ao trabalho neste outono para promover seus futuros lançamentos cinematográficos."[39]

Problemas de saúde[editar | editar código-fonte]

Williams foi hospitalizado em março de 2009 devido a problemas cardíacos, e foi obrigado a adiar seu espetáculo solo no teatro para passar por uma cirurgia na qual substituiu sua válvula aorta.[40] [41] A cirurgia foi realizada com sucesso em 13 de março de 2009, na Cleveland Clinic.[42] [43]

Obras de caridade[editar | editar código-fonte]

Williams se apresentando em Camp Victory para as USO em 13 de dezembro de 2010.

Williams e sua ex-mulher, Marsha, fundaram a Windfall Foundation, uma organização filantrópica que visa levantar fundos para diversas instituições de caridade diferentes. O ator dedicou muito às obras de caridade, incluindo o arrecadamento de fundos durante eventos como o Comic Relief. Em dezembro de 1999 cantou em francês num videoclipe com celebridades internacionais que faziam uma cover de "It's Only Rock & Roll", dos Rolling Stones, para a instituição Children's Promise.[44]

Williams se apresentou para as United Service Organizations, organizações que prestam serviço para as tropas americanas estacionadas no Iraque e Afeganistão.[45]

Após o terremoto de 2010 na Nova Zelândia, Robin Williams doou tudo o que foi arrecadado em sua performance da turnê Weapons of Self Destruction, em Christchurch, para ajudar no auxílio à reconstrução daquela cidade.[46]

Morte[editar | editar código-fonte]

Robin Williams foi encontrado inconsciente em sua casa, em Tiburon, Califórnia, por volta do meio-dia no dia 11 de agosto de 2014. A causa de morte foi asfixia devido a enforcamento. As investigações da polícia norte-americana levaram a concluir que o ator teria cometido suicídio.[47]

Segundo Mara Buxbaum, agente do ator, Williams estava "lutando contra uma depressão severa"[48] .

O corpo de Robin Williams foi cremado dias depois de sua morte e suas cinzas lançadas ao mar na Baía de São Francisco, Califórnia no Estados Unidos conforme noticiado pelo site TMZ.com.[49] [50]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Título Título em português Papel Obs.
1977 Can I Do It 'Till I Need Glasses? pt: Podes Fazer Isso Até Eu Ter Óculos? Ele próprio
1980 Popeye pt: Popeye Popeye
1982 World According to Garp, TheThe World According to Garp br: O Mundo Segundo Garp T.S. Garp
1983 The Survivors pt: Os Sobreviventes" Donald Quinelle
1984 Moscow on the Hudson br: Moscou em Nova York
pt: Um Russo em Nova Iorque
Vladimir Ivanov Indicado — Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
1986 Seize the Day pt: Agarra o Dia Tommy Wilhelm
1986 Club Paradise pt: Clube do Paraíso Jack Moniker
1986 Best of Times, TheThe Best of Times pt: O Melhor dos Tempos" Jack Dundee
1987 Good Morning, Vietnam br: Bom Dia, Vietnã
pt: Bom dia, Vietname
Adrian Cronauer Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
Indicado — Oscar de melhor ator
Prêmio BAFTA de melhor ator em papel principal
Indicado — American Comedy Award de melhor ator em papel principal
1988 Adventures of Baron Munchausen, TheThe Adventures of Baron Munchausen br: As Aventuras do Barão Munchausen
pt: A Fantástica Aventura do Barão
Rei da Lua Creditado como Ray D. Tutto
Indicado — American Comedy Award de ator coadjuvante mais engraçado em longa-metragem
1988 Portrait of a White Marriage pt: Retrato de um Casamento Branco Vendedor de ar-condicionado Não-creditado
1988 Rabbit Ears: Pecos Bill pt: Orelhas de Coelho: Pecos Bill Narrador Voz
1989 Dead Poets Society br: Sociedade dos Poetas Mortos
pt: O Clube dos Poetas Mortos
John Keating Indicado - Oscar de melhor ator
Indicado — Prêmio BAFTA de ator principal
Indicado — Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem de drama
1989 I'm from Hollywood pt: Eu sou de Hollywood Ele próprio
1990 Cadillac Man br: Um Conquistador em Apuros
pt: Um Sedutor em Apuros
Joey O'Brien
1990 Awakenings br: Tempo de Despertar
pt: Despertares
Dr. Malcolm Sayer Indicado — Globo de Ouro de melhor ator – longa-metragem de drama
Prêmio da National Board of Review de melhor ator (juntamente com Robert DeNiro)
1990 Back to Neverland pt: De volta a Neverland Ele próprio
1991 Dead Again Dr. Cozy Carlisle
1991 Fisher King, TheThe Fisher King br: O Pescador de Ilusões Parry Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
Indicado — Oscar de melhor ator
Indicado — Saturn Award de melhor ator
1991 Hook br: Hook - A volta do Capitão Gancho Peter Banning / Peter Pan
1991 Rabbit Ears: The Fool and the Flying Ship Narrador Voz
1992 Toys br: A Revolta dos Brinquedos
pt: O Fabricante de Sonhos
Leslie Zevo Indicado — Saturn Award de melhor ator
1992 Aladdin Gênio, mercador Voz
Saturn Award de melhor ator coadjuvante
Globo de Ouro especial (por seu trabalho vocal)
MTV Movie Award de melhor performance cômica
1992 Timekeeper, TheThe Timekeeper The Timekeeper
1992 FernGully: The Last Rainforest Batty Koda Voz
1992 Shakes the Clown Instrutor da aula de mímica
1993 Mrs. Doubtfire br: Uma Babá Quase Perfeita
pt: Papá para Sempre
Daniel Hillard/Mrs. Doubtfire Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
American Comedy Award de ator mais engraçado em longa-metragem (papel principal)
MTV Movie Award de melhor performance cômica
Indicado — MTV Movie Award de melhor performance
1993 Being Human Hector
1994 In Search of Dr. Seuss Pai
1995 Jumanji Jumanji Alan Parrish Indicado — Saturn Award de melhor ator
Indicado — Prêmio Blimp de ator de cinema favorito
1995 To Wong Foo, Thanks for Everything! Julie Newmar br: Para Wong Foo, Obrigado Por Tudo! Julie Newmar
pt: Os Três Mosqueteiros do Amor
John Jacob Jingleheimer Schmidt
1995 Nine Months br/pt: Nove Meses Dr. Kosevich Indicado — American Comedy Award de ator coadjuvante mais engraçado em longa-metragem
1996 Aladdin and the King of Thieves br: Aladdin e os 40 Ladrões
pt: Aladdin e o Rei dos Ladrões
Gênio Voz
1996 Hamlet Osric
1996 The Secret Agent O Professor
1996 Jack br:/pt: Jack Jack Powell Indicado — Prêmio Blimp de ator de cinema favorito]]
1996 Birdcage, TheThe Birdcage br: A Gaiola das Loucas
pt: Casa de Doidas
Armand Goldman Prêmio do Screen Actors Guild de performance de destaque por um elenco em longa-metragem
Indicado — MTV Movie Award de melhor performance cômica
Indicado — MTV Movie Award de melhor dupla (dividido com Nathan Lane)
1997 Good Will Hunting br: Gênio Indomável
pt: O Bom Rebelde
Sean Maguire Oscar de ator coadjuvante
Prêmio do Screen Actors Guild de performance de destaque por ator em papel coadjuvante
Indicado — Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante - longa-metragem
Indicado — Prêmio do Screen Actors Guild de performance de destaque por um elenco em longa-metragem
Indicado — Satellite Award de melhor ator coadjuvante - longa-metragem
1997 Flubber br: Flubber - Uma Invenção Desmiolada
pt: O Professor Distraído
Professor Philip Brainard Blockbuster Entertainment Award de melhor ator/atriz
Indicado — Prêmio Blimp de ator de cinema favorito
1997 Deconstructing Harry br: Desconstruindo Harry / pt: As Faces de Harry Personagem de Mel/Harry
1997 Fathers' Day br: 1 Dia, 2 Pais
pt: O Dia dos Pais
Dale Putley
1998 Patch Adams br: Patch Adams - O Amor é Contagioso Hunter "Patch" Adams Indicado — Globo de Ouro de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
Indicado — American Comedy Award de ator mais engraçado em longa-metragem (papel principal)
Indicado — Satellite Award de melhor ator - longa-metragem musical ou comédia
1998 Junket Whore Ele próprio
1998 What Dreams May Come br: Amor Além da Vida
pt: Além do Horizonte
Chris Nielsen
1999 Bicentennial Man br: O Homem Bicentenário Andrew Martin Indicado — Blockbuster Entertainment Award de ator favorito - comédia
Indicado — Prêmio Blimp de ator de cinema favorito
1999 Jakob the Liar Jakob Heym/Narrador
1999 Get Bruce Ele próprio
2000 Model Behavior Faremain
2001 A.I. Artificial Intelligence br/pt: A.I. - Inteligência Artificial Dr. Know Voz
2002 Rutles 2: Can't Buy Me Lunch, TheThe Rutles 2: Can't Buy Me Lunch Hans Hänkie
2002 Insomnia Walter Finch Indicado — Saturn Award de melhor ator coadjuvante
2002 Death to Smoochy br: Morra, Smoochy, Morra
pt: Smoochy
'Rainbow' Randolph Smiley
2002 One Hour Photo br: Retratos de uma Obsessão
pt: Câmara Indiscreta
Seymour 'Sy' Parrish Saturn Award de melhor ator
Indicado — Broadcast Film Critics Association Award de melhor ator
Indicado — Online Film Critics Society Award de melhor ator
Indicado — Satellite Award de melhor ator - longa-metragem de drama
2004 Noel br: Anjo de Vidro
pt: Um Milagre de Natal
Charlie Boyd/O Padre
2004 House of D br: Reflexos da Amizade
pt: Reviver o Passado
Pappass
2004 Final Cut, TheThe Final Cut br: A última Memória

pt: Violação de Privacidade

Alan W. Hakman
2005 Big White, TheThe Big White br: Quem é Morto Sempre Aparece
pt: Quem Está Morto Sempre Aparece
Paul Barnell
2005 Robots br/pt: Robôs Fender Voz
Indicado — Prêmio Blimp de voz favorita em animação
2005 Aristocrats, TheThe Aristocrats Ele próprio
2006 Man of the Year Candidato Aloprado Tom Dobbs
2006 Night at the Museum br: Uma Noite no Museu
pt:
À Noite, no Museu
Theodore Roosevelt
2006 Happy Feet br: Happy Feet: O Pinguim Ramon/Lovelace Voz
2006 Everyone's Hero Napoleon Cross Voz
2006 RV br: Férias no Trailer
pt: Com a Casa às Costas
Bob Munro
2006 Night Listener, TheThe Night Listener Gabriel Noone
2007 License to Wed br/pt: Licença para Casar Reverendo Frank
2007 August Rush br: O Som do Coração
pt: August Rush - O Som do Coração
Maxwell "Wizard" Wallace
2009 Shrink Holden
2009 World's Greatest Dad Lance Clayton
2009 Night at the Museum: Battle of the Smithsonian br: Uma Noite no Museu 2
pt: À Noite, no Museu 2
Theodore Roosevelt
2009 Old Dogs Surpresa em Dobro Dan Rayburn
2011 Happy Feet 2 Ramon, Lovelace Voz
Televisão
Ano Título Papel Obs.
1977 Richard Pryor Show, TheThe Richard Pryor Show Ele próprio Roteirista
"Homem com o braço quebrado", "John Brownstein, advogado de defesa/arqueólogo/consumidor," "ele próprio," "ele próprio/sobrevivente do Titanic/voz da arma"}}
1977 Laugh-In
1977 Eight is Enough Episódio: "The Return of Auntie V"
1978 Happy Days Mork Episódio: "My Favorite Orkan"
1978 America 2-Night Jason Shine Episódios: "Jason Shine" e "Olfactory Distosis Telethon"
1978–1982 Mork & Mindy Mork 92 episódios
Globo de Ouro de melhor ator - série de televisão musical ou comédia (venceu o prêmio em 1979, indicado em 1980)
Indicado — Prêmio Emmy do Primetime de ator principal de destaque - série cômica
1979 Happy Days Mork Episódio: "Mork Returns"
1979 Out of the Blue Episódio: "Random's Arrival"
1981 Saturday Night Live Ele próprio Apresentador/diversos
1982 Billy Crystal Comedy Hour, TheThe Billy Crystal Comedy Hour Ele próprio Episódio: #1.1
1982 Faerie Tale Theatre Sapo/Príncipe Robin Episódio: "Tale of the Frog Prince"
1982 SCTV Network 90 Diversos Episódio: "Jane Eyrehead"
1984 Saturday Night Live Ele próprio Apresentador/diversos
1984 Pryor's Place Gaby Episódio: "Sax Education"
1986 Saturday Night Live Ele próprio Apresentador/diversos
1986 The Max Headroom Show Ele próprio Episódio: "Max Headroom's Giant Christmas Turkey"
1988 Saturday Night Live Ele próprio Apresentador/diversos
1988 Wogan Ele próprio
1991 Wogan Ele próprio
1991 Wish For Wings That Work, AA Wish For Wings That Work O Kiwi Voz (creditado como Sudy Nim)
1992 Larry Sanders Show, TheThe Larry Sanders Show Ele próprio Episódio: "Hank's Contract"
1994 Homicide: Life on the Streets Robert Ellison Episódio: "Bop Gun"
Indicado — Prêmio Emmy do Primetime de ator convidado de destaque - série dramática
1994 Live & Kicking Ele próprio
1994 Larry Sanders Show, TheThe Larry Sanders Show Ele próprio Episódio: "Montana"
1994 Nyhetsmorgon Ele próprio Episódio: "Filmen 'Mrs. Doubtfire' svensk premiär"
1994 In the Wild Ele próprio Episódio: "In the Wild: Dolphins with Robin Williams"
1995 Primer Plano Ele próprio
1996 American Masters Ele próprio Episódio: "Take Two: Mike Nichols and Elaine May"
1996 Primer Plano
1996 HBO First Look Ele próprio Episódio: "Fathers Day"
1997 Friends Tomas Não-creditado
1998 Nyhetsmorgon Ele próprio/Sean Maguire Episódio: "Filmen 'Good Will Hunting"
1998 Hollywood Squares Ele próprio Convidado especial
1998 Noel's House Party Ele próprio Episódio: #8.10
1999 L.A. Doctors Hugo Kinsley Episódio: "Just Duet"
2000 Whose Line Is It Anyway? Ele próprio Episódio: #3.9
2002 Comedy Central Canned Ham Ele próprio Episódio: "Death to Smoochy"
2002 Leute heute Ele próprio
2002 Supermarket Sweep Ele próprio
2003 Player$ Ele próprio Episódios: "E3 03, Playa;" "Players Halloweenie Televizzie"
2003 Freedoom: A History of Us Josiah Quincy/Ulysses S. Grant/Missouri Farmer/Wilbur Wright/Orville Wright Episódios: "Wake Up America," "A War to End Slavery," "Liberty for All," and "Safe for Democracy"
2003 Life With Bonnie Kevin Powalski Episódios: "Psychic"
2004 This Hour Has 22 Minutes Ele próprio
2005 Just For Laughs Ele próprio
2006 Extreme Makeover: Home Edition Ele próprio
2006 Mind of Mencia Ele próprio Episódio: "That's F**king Historical"
2006 Getaway Ele próprio Episódio: #15.15
2008 American Idol: The Search for a New Superstar Ivan "Bob" Poppanoff the "Russian Idol"/Ele próprio Episódios: "Idol Gives Back" and "Live Results Show: One Contestant Eliminated"
2008 Law & Order: Special Victims Unit Merrit Rook Episódio: "Authority"
Indicado — Prêmio Emmy do Primetime de ator convidado de destaque - série dramática
2009 SpongeBob SquarePants Ele próprio Episódio: "Truth or Square"
2009 TV Land Moguls Ele próprio Episódio: "The 80s"
2010 Alan Carr Chatty Man Ele próprio
2010 Pentagon Channel Ele próprio "Promotional Advertisement for the Pentagon Channel"
2013–2014 The Crazy Ones Simon Roberts

Discografia[editar | editar código-fonte]

Williams canta uma versão de "Come Together" com Bobby McFerrin no álbum In My Life, um álbum-tributo aos Beatles produzido por George Martin. Também cantou "A Mi Manera (My Way)", na trilha sonora de Happy Feet, e, para a trilha oficial do filme Aladdin, de 1992, cantou "Friend Like Me" e "Prince Ali". Na trilha sonora do filme Mrs. Doubtfire, de 1993, cantou um fragmento do "Largo al factotum", trecho da ópera O Barbeiro de Sevilha, de Gioachino Rossini.

Também apareceu no videoclipe do hit "Don't Worry, Be Happy", de Bobby McFerrin.[51]

  • Reality...What a Concept (1979)
  • Throbbing Python of Love (1983)
  • A Night at the Met (1986)
  • Pecos Bill (1988)
  • Live 2002 (2002)
  • Weapons of Self-Destruction (2010)

Referências

  1. Robin Williams found dead in California home, local police say (11/08/2014). Página visitada em 11 de agosto de 2014.
  2. Thomas, Mike (24 de fevereiro de 2002). A nose for laughs. Chicago Sun-Times. Página visitada em 14-12-2009.
  3. McMullen, Marion (5 de outubro de 2002). Article: Weekend TV: Star profile. (Features). Coventry Evening Telegraph. Página visitada em 14-12-2009.
  4. As fontes apresentam algum conflito neste ponto; as biografias impressas, The Life and Humor of Robin Williams: A Biography e Robin Williams: A Biography, dão seu ano de nascimento como 1952. The Robin Williams Scrapbook também cita o ano de nascimento como 1952, bem como a Encyclopedia Britannica. Williams referiu-se a si próprio como tendo "55 anos" numa entrevista publicada em 4 de julho de 2007. Monk, Katherine (4 de julho de 2007). Marriage 101 with Robin Williams. StarPhoenix. Williams também confirmou sua data de nascimento como 21 de julho de 1951 numa entrevista para um fansite: Stuurman, Linda. RWF talks with Robin Williams: Proost!, 25 de maio de 2008.
  5. If Robin Williams' comedies are inspired by his life no wonder he's been in therapy. Sunday Herald (14 de março de 1999). Página visitada em 14-12-2009.
  6. People News. monstersandcritics.com.
  7. Gristwood, Sarah (18 de junho de 1998). Bobbin' Robin. Mail & Guardian Online. Página visitada em 26-12-2007. Cópia arquivada em 4-10-2006.
  8. Topel, Fred (3 de julho de 2007). Robin Williams on License to Wed. CanMag. Página visitada em 26-12-2007.
  9. Detroit Country Day: Frequently Asked Questions. Dcds.edu. Página visitada em 29-8-2010.
  10. Edição de outubro de 1982 da revista Playboy, entrevista.
  11. McLellan, Dennis (18 de agosto de 2007). R. Todd Williams, 69; winery founder, comic's brother (PDF). Los Angeles Times. Página visitada em 10-2-2008.
  12. Terry Gross (apresentador) (3 de agosto de 2006). Robin Williams: 'The Night Listener'. National Public Radio.
  13. Reeve, Christopher. Still Me. Nova York: Random House, 1998. 167–172 p. ISBN 978-067945235-5
  14. Autoridades confirmam suicídio de Robin Williams, Observador (12-08-2014), página visitada a 13 de agosto 2014
  15. TN Online (22/08/2014). Corpo de Robin Williams é cremado e cinzas são lançadas ao mar. Página visitada em 22 de agosto de 2014.
  16. Whose Line Is It Anyway?, episódio 9, 3ª temporada, 16 de novembro de 2000.
  17. a b c James Lipton (entrevistador) (10 de junho de 2001). Robin Williams. Inside the Actors Studio. Bravo.
  18. Otto, Jeff (26 de junho de 2006). Robin Williams, Joker?. IGN. Página visitada em 26-12-2007.
  19. Disney's got a brand-new Baghdad. Entertainment Weekly (4 de setembro de 1992). Página visitada em 16-3-2007.
  20. Hill, Jim (abril de 2000). Be Careful What You Wish For. Página visitada em 15-3-2008.
  21. 2009 Disney Legends Award Recipients to Be Honored During D23 Expo in Anaheim. PR Newswire (1 de setembro de 2009). Página visitada em 1-9-2009.
  22. The Broadway League. "Robin Williams: Live on Broadway". IBDB: The Official Source for Broadway Information.
  23. "Bengal Tiger to Roar at the Richard Rodgers Theatre March 11 Starring Robin Williams". Broadway.com, 12 de novembro de 2010.
  24. "Culture Monster". "Robin Williams to star in 'Bengal Tiger at the Baghdad Zoo' on Broadway". Los Angeles Times. 21 de outubro de 2010.
  25. "Tickets for Broadway's Bengal Tiger, Starring Robin Williams, Now on Sale" playbill.com, 17 de novembro de 2010.
  26. Robin Williams Jokes About Playing Call of Duty Online. 1up.com. Página visitada em 29-8-2010.
  27. Interview at Pro-HL.com
  28. Mork & Me. The Archies (5 de dezembro de 2005).
  29. Engadget.com. Engadget.com. Página visitada em 29-8-2010.
  30. Dungeons and Dragons Game Day at London Dungeon. Viewlondon.co.uk. Página visitada em 29-8-2010.
  31. Murphy, Brian. Tour de Lance: 100 percent pure. ESPN. Página visitada em 29-6-2007.
  32. Robin Williams Tickets. Ticketsnow.com. Página visitada em 29-8-2010.
  33. [1][ligação inativa]
  34. Exclusive: Aptera 2e - Article. RoadandTrack.com (11 de fevereiro de 2009). Página visitada em 29-8-2010.
  35. Hoffman, Jan (9 de agosto de 1992). THE SEXES; Pillow Talk. The New York Times. Página visitada em 26-12-2007.
  36. Garchik, Leah (27 de março de 2008). Robin Williams' wife files for divorce after nearly 19 years. The San Francisco Chronicle.
  37. Júri que, nos Estados Unidos, determina se existem evidências suficientes para que seja feito um julgamento por algum delito.
  38. Robin Williams Comes Clean on 'GMA' - ABC News. ABC News (2 de outubro de 2006). Página visitada em 29-8-2010.
  39. Robin Williams Enters Rehab for Alcohol. People (9 de agosto de 2005). Página visitada em 28-4-2007.
  40. Robin Williams in South Florida hospital. The Miami Herald (4 de março de 2009). Página visitada em 4-3-2009.
  41. Jones, Kenneth."Robin Williams' Spring Broadway Bow Postponed Due to Heart Surgery", playbill.com, 5 de março de 2009
  42. Robin Williams's Heart Surgery Called a Success. People.
  43. Robin Williams' heart surgery goes 'extremely well'. CNN (23 de março de 2009). Página visitada em 22-5-2010.
  44. Stones cover enters festive race. BBC News (10 de dezembro de 1999).
  45. Bronstein, Phil (9 de fevereiro de 2005). Good Morning, Iraq. San Francisco Chronicle. Página visitada em 4-9-2009.
  46. Robin Williams donates proceeds to Canterbury quake (em inglês) (16 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de novembro de 2010.
  47. Autoridades confirmam suicídio de Robin Williams, Observador (12-08-2014), página visitada a 13 de agosto 2014
  48. Sperling, Nicole. Robin Williams dead at 63 (em inglês). Entertainment Weekly Inc. Página visitada em 11 de agosto de 2014.
  49. Corpo de Robin Williams foi cremado e cinzas foram jogadas no mar, diz site, G1 (21-08-2014), página visitada a 21 de agosto 2014.
  50. Robin Williams (em inglês) no Find a Grave.
  51. Bobby McFerrin Homepage. Bobbymcferrin.com. Página visitada em 29-8-2010.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Robin Williams».

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • David, Jay. The Life and Humor of Robin Williams: A Biography (em Inglês). Nova York: Quill, 1999. ISBN 978-068815245-1
  • Dougan, Andy. Robin Williams: A Biography (em Inglês). [S.l.]: Thunder's Mouth Press, 1999. ISBN 978-156025213-9
  • Spignesi, Stephen J.. The Robin Williams Scrapbook (em Inglês). Secaucus: Carol Pub., 1997. ISBN 978-080651891-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Robin Williams
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Robin Williams