Charlie Sheen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charlie Sheen
Charlie em 2012
Nome completo Carlos Irwin Estevez
Nascimento 3 de setembro de 1965 (48 anos)
Nova Iorque, NY
 Estados Unidos
Ocupação Ator, produtor
Cônjuge Donna Peele (1995–1996)
Denise Richards (2002–2006)
Brooke Mueller (2008–2011)[1]
Prêmios Globo de Ouro
Melhor Ator (série cómica ou musical) em televisão
2001 - Spin City
Página oficial
IMDb: (inglês)

Charlie Sheen (nome artístico de Carlos Irwin Estevez; Nova Iorque, 3 de setembro de 1965) é um ator, dublador, roteirista, comediante e produtor de cinema e televisão estadunidense, filho do também ator Martin Sheen e de Janet Templeton, Sheen tem dois irmãos mais velhos, Emilio Estevez e Ramon Estévez e uma irmã mais nova, Renée Estévez.[2] Seus avós paternos eram imigrantes da Galiza e da Irlanda.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Charlie Sheen é um ator aclamado por protagonizar grandes sucessos como Platoon, Wall Street, Top Gang, Os Três Mosqueteiros e Two and a Half Men, mas é também um dos atores mais polêmicos de Hollywood, por conta de envolvimento em diversos escândalos com drogas, prostitutas e brigas domésticas, chegando a ser preso e internado.[4]

Sheen começou a atuar em 1977, aos 12 anos de idade, aparecendo em um pequeno papel ao lado de seu pai no filme para televisão The Execution of Private Slovik.[5]

Sua carreira começou em Red Dawn (1984), e depois de fazer alguns filmes para a televisão, atuou em Curtindo a Vida Adoidado (1986), apesar de pequena, sua participação se tornou uma das cenas clássicas do filme e é lembrada até hoje. Também apareceu em um episódio da antológica série Amazing Stories. Depois, Sheen iria interpretar seu maior protagonista: o soldado Chris Taylor no drama sobre a Guerra do Vietnã Platoon, vencedor do Oscar de melhor filme. Fez também o filme adolescente A inocência do primeiro amor, onde atuou com Winona Ryder, por quem Sheen declarou ser apaixonado na época, e que foi ele quem sugeriu o "Ryder" a ela, como sobrenome artístico. Em 1987, mais um grande sucesso: o clássico sobre a bolsa de valores, Wall Street, que ele estrelou ao lado de Michael Douglas e de seu pai. Ambos filmes, Wall Street e Platoon, foram dirigidos por Oliver Stone. Entretanto, em 1988, Stone convidou Sheen para atuar em seu novo filme Nascido em 4 de Julho (1989), e depois retirou-o do papel colocando Tom Cruise em seu lugar. Sheen não foi sequer informado pelo diretor, e descobriu a notícia apenas através de seu irmão Emilio Estevez. Sheen então nunca mais aceitou trabalhar com Stone, só voltando a fazê-lo vinte e dois anos depois, quando aceitou fazer uma participação especial em Wall Street: Money Never Sleeps, de 2010, mas 1988 também seria marcado pelo filme de faroeste Jovens Pistoleiros com seu irmão Emilio Estevez e Kiefer Sutherland, e Eight Men Out, junto com John Cusack, onde ele interpretou Oscar "Happy" Felsh, no drama sobre a história real dos jogadores do time americano de beisebol Chicago White Sox, que insatisfeitos com os baixos salários, vendem o campeonato. E o beisebol, que é uma de suas paixões, voltaria a aparecer em "Major League" de 1989, e na continuação "Major League 2" de 1994. Em 1990, voltou a atuar com seu irmão em Men at Work.[6]

Em 1987, Sheen tinha sido escalado para o papel de Roy em Grizzly II: The Predator, a sequência do pouco rentável filme Grizzly, de 1976. Porém, devido a um acidente fatal com o diretor William Girdler no set de filmagem, o filme nunca foi lançado oficialmente.

Em 1990, estrelou com Clint Eastwood, o filme de ação The Rookie, mas o filme não rendeu o esperado. Em 1991, um dos maiores sucessos de sua carreira: a comédia Top Gang, que teria a continuação Top Gang 2, em 1993, ano que ele ainda interpretou Aramis na adaptação Os Três Mosqueteiros. Depois viria o primeiro escândalo na vida pessoal: sua então namorada Kelly Preston foi atingida pela arma de Sheen, o incidente foi apurado, e constatou-se que foi um acidente,[7] o relacionamento acabou[8] e ele se casou com a modelo Dona Peele,[9] [10] o casamento durou apenas seis meses,[2] e um dos motivos é que ele se afundou no álcool e nas drogas. Foi preso e quase morreu de overdose. Quando o escândalo envolvendo astros de Hollywood e a cafetina Heidi Fleiss veio à tona, soube-se que ele havia dormido com 27 prostitutas agenciadas por ela. O resto dos anos 1990 foi marcado por filmes de pouca expressão e bilheteria, com exceções como sua parceria com Marlon Brando em Free Money, e Tudo por Dinheiro, com Chris Tucker, e participações em Friends e Quero Ser John Malkovich.

Em 2000, foi resgatado pela televisão. Ao assumir o posto do ator Michael J. Fox na série Spin City, depois que ganhou o Prêmios Globo de Ouro de melhor ator de série cômica em 2002,[11] [12] a CBS decidiu dar-lhe um seriado próprio. Em Two and a Half Men o ator interpretou uma paródia de si mesmo: Charlie Harper, um solteirão mulherengo, beberrão e mau-caráter[13] que é obrigado a abrigar o irmão e o sobrinho em casa. Como o irmão é um zero à esquerda em matéria de mulher, Charlie cuida de dar dicas sórdidas de paquera ao sobrinho. O papel lhe lançou novamente ao estrelato, e lhe rendeu diversos prêmios e indicações. Participou de Scary Movie 3 e Scary Movie 4, e "O Golpe", de 2004, com Owen Wilson e Morgan Freeman.

Em 2005 o ator teve um final de casamento tumultuado. Sua ex-mulher, a atriz Denise Richards, o acusou de ser violento e viciado em pornografia.[14] Richards declarou ainda que temia por ela e pelas duas filhas em razão das paranoias[desambiguação necessária] do ex-marido. Charlie mantinha um revólver a seu alcance, por medo de estranhos invadirem sua mansão. A gota d'água foi sua obsessão pelo assassinato da mulher do ex-jogador de futebol americano O. J. Simpson. Ele colecionava fotos de sua autópsia. O divórcio foi finalizado em novembro de 2006 e precedeu uma disputa pela custódia de suas duas filhas.[15] [16] [17]

Um ano e meio depois da separação, Charlie se casou novamente, com a socialite Brooke Mueller. O casamento foi o terceiro de Charlie Sheen e o primeiro de Brooke Mueller, os dois tiveram os gêmeos Bob e Max,[18] [19] [20] o que fez com que Charlie chegasse a cinco filhos, já que tem mais três filhas, Sam e Lola do relacionamento com Denise Richards, e Cassandra Estevez, fruto do relacionamento com Paula Speers, uma namorada do colégial.[21]

O ator foi preso numa sexta-feira de Natal (25 de dezembro de 2009) em Aspen, cidade do Colorado (E.U.A.), acusado de violência doméstica. Depois de passar o dia preso, o ator foi fichado e liberado sob fiança de 8,5 mil dólares.[22] [23] Mais tarde, exames toxicológicos revelaram que Brooke, sua esposa, estava bêbada quando chamou a polícia, e teria exagerado no relato sobre as agressões, depois do incidente se separaram,[1] [24] [25] e Charlie voltou a circular com várias mulheres, chegando a aparecer com três namoradas, a quem ele se referiu como "deusas".[26] [27] [28]

Nenhum desses problemas parece ter afetado seu prestígio, pois Two and a Half Men continuou sendo a série cômica de maior sucesso nos Estados Unidos. No início de 2007, renovou seu contrato com a rede CBS com salário de 825 mil dólares por episódio, passando a ser o ator mais bem pago da TV americana.

Apesar de, em 2010, ter sido anunciado que Charlie Sheen poderia não voltar para uma nova temporada de Two and a Half Men,[29] [30] e após longas negociações, Charlie Sheen retornaria para, pelo menos, mais dois anos ao seriado "Two and a Half Men". Segundo o site "The Hollywood Reporter", e iria receber cerca de US$ 1,25 milhões por episódio, fora participação nos lucros, pelas próximas duas temporadas. Tal salário confirmou ele como o ator mais bem pago da história televisão americana.[31] Curiosamente, seu companheiro de cena, Angus T. Jones, que interpreta "Jake Harper", se tornou o ator mirim mais bem pago da televisão americana.[32] [33]

Em 25 de outubro de 2010, o ator deu entrada em um hospital de Nova Iorque por uso abusivo de entorpecentes, mas foi liberado. "A droga quase me matou", disse ele.[34] No dia 7 de março de 2011, depois de Charlie ter insultado os produtores do programa,[35] em entrevistas bizarras, onde lançou bordões como "winning" e "losing" e de ter faltado às gravações do programa por estar internado devido a uma noitada de 36 horas (promovida por ele próprio), a Warner Bros. demitiu Sheen de Two and a Half Men,[36] e assinou contrato com o ator Ashton Kutcher.[37] [38] Em 2012 lançou a série Anger Management, baseada no filme homônimo, que é exibida pelo canal FX, e assinou contrato para dez temporadas, e em 2013 protagonizou o filme do diretor Roman Coppola, A Glimpse Inside the Mind of Charles Swan III, no Brasil "As Loucuras de Charlie", que conta com nomes como Bill Murray no elenco, e também interpretou o Presidente dos Estados Unidos na sequência Machete Kills do diretor Robert Rodriguez.[39] [40] [41]

Em março de 2011, Sheen namorou com a atriz pornô Rachel Oberlin, mais conhecida como Bree Olson, e a modelo Natalie Kenly [42] [43] , iniciando um triângulo amoroso, no entanto, ambas terminaram com ele no mesmo ano. Em janeiro de 2013, em uma entrevista para o talk show ''Piers Morgan Live, Charlie revelou que estava namorando a atriz de filmes adultos Georgia Jones.[44] Atualmente, Charlie está noivo da atriz pornô Brett Rossi. Apesar dela estar casada legalmente, ele diz não se incomodar com a situação.

Em julho de 2013, Charlie Sheen se tornou avô. Sua filha Cassandra Estevez, se tornou mãe aos 28 anos, com a chegada de Luna.[45]

Por trás de todas as confusões, Charlie Sheen também faz suas boas ações. Em 2013, fez uma doação de US$ 12 mil para o funeral do paparazzi que perseguia Justin Bieber.[46] Fez doação de US$ 10 mil para as pessoas que sofrem epilepsia, depois que viu um homem colocar alguns cartazes sobre a doença na rua. Os cartazes contavam a história de seu neto, que foi diagnosticado com epilepsia aos 3 anos, e também doou US$ 25 mil para as vítimas do tufão nas Filipinas.[47]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Obs.
1974 The Execution of Private Slovik Garoto no casamento Filme para a televisão da NBC, sem créditos
1979 Apocalypse Now Figurante [48] [49]
1984 Red Dawn Matt Eckert
Silence of the Heart Ken Cruze Filme para a televisão da CBS
1985 The Fourth Wise Man Capitão dos soldados de Herodes Filme para a televisão
Out of the Darkness Man Shaving Filme para a televisão da CBS
The Boys Next Door Bo Richards
1986 A Life in the Day Curta-metragem
Lucas Cappie
Ferris Bueller's Day Off Garth Volbeck Participação especial
Platoon Private Chris Taylor
The Wraith Jake Kesey
Wisdom Gerente do restaurante Participação especial
A Life in the Day Curta-metragem
1987 Wall Street Bud Fox
No Man's Land Ted Varrick
Three for the Road Paul
Grizzly II: The Predator Concert Ron
1988 Young Guns Richard Brewer Vencedor do prêmio Bronze Wrangler
Eight Men Out Happy Felsch
Never on Tuesday Ladrão Participação especial, não-creditado
1989 Major League Ricky Vaughn
Catchfire Bob Participação especial
Tale of Two Sisters Narrador também roteirista (autor dos poemas)
Comicits ele próprio Curta-metragem, também produtor
1990 Cadence Pfc. Franklin Fairchild Bean
Courage Mountain Peter
Men at Work Carl Taylor
Navy Seals Ten. Dale Hawkins
The Rookie David Ackerman
1991 Hot Shots! Ten. Sean Topper Harley
1992 Beyond the Law William Patrick Steaner
Oliver Stone: Inside Out ele próprio Documentário
1993 National Lampoon's Loaded Weapon 1 Gern, manobrista Participação especial
Deadfall Morgan "Fats" Gripp Participação especial
Hot Shots! Part Deux Ten. Sean Topper Harley
The Three Musketeers Aramis
1994 Charlie Sheen's Stunt Spectacular ele próprio Filme para a televisão
Terminal Velocity Richard 'Ditch' Brodie
The Chase Jackson Davis "Jack" Hammond também produtor executivo
Major League II Ricky 'Wild Thing' Vaughn
1996 Loose Women Barman Participação especial
Frame by Frame
All Dogs Go to Heaven 2 Charles B. "Charlie" Barkin (voz)
The Arrival Zane Zaminsky
1997 Money Talks James Russell
Shadow Conspiracy Bobby Bishop
Bad Day on the Block Lyle Wilder também conhecido como Under Pressure
1998 Postmortem James McGregor
A Letter from Death Row Cop #1 Participação especial
No Code of Conduct Jacob "Jake" Peterson também produtor executivo e roteirista
Free Money Bud Dyerson
Junket Whore ele próprio Documentário
1999 Lisa Picard is Famous ele próprio
Five Aces Chris Martin
Being John Malkovich ele próprio Participação especial
2000 Rated X Artie Mitchell Filme para a televisão (Showtime)
2001 Good Advice Ryan Edward Turner
Last Party 2000 ele próprio Documentário, não-creditado
2002 The Making of Bret Michaels ele próprio Documentário
Pauly Shore Is Dead ele próprio Participação especial
2003 Deeper Than Deep Charles "Chuck" E. Traynor Curta-metragem
Scary Movie 3 Tom Logan
2004 The Big Bounce Bob Rogers Jr.
2005 Guilty Hearts ele próprio segmento "Spelling Bee"
2006 Scary Movie 4 Tom Logan Participação especial
2010 Wall Street: Money Never Sleeps Bud Fox Participação especial
Due Date Charlie Harper Participação especial
2012 She Wants Me Ele mesmo Produtor executivo
A Glimpse Inside the Mind of Charles Swan III Charles Swan III
2013 Machete Kills Presidente dos Estados Unidos
Scary Movie 5 ele próprio Participação especial

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Obs.
1986 Amazing Stories: Book Three Casey Episódio: "No Day at the Beach"
1996 Friends Ryan Episódio: "The One with the Chicken Pox"
1999 Sugar Hill Matt piloto que não foi vendido
2000 Spin City Charlie Crawford vencedor do Globo de Ouro, indicado a dois ALMA Awards (20002002)
2003 - 2011 Two and a Half Men Charlie Harper Diversos prêmios e indicações
2006 Overhaulin' ele próprio Episódio: "LeMama's Boy"
2009 The Tonight Show with Jay Leno ele próprio
Lopez Tonight ele próprio
2010 Family Guy ele próprio Episódio: "Brian Griffin's House of Payne"
The Big Bang Theory ele próprio Episódio: "The Griffin Equivalency"
2011 Drew Carey's Improv-A-Ganza ele próprio Episódio: "Fairy Tale"
Comedy Central Roast ele próprio [50] [51]
2012 Anger Management Charlie Goodson 2012 - presente

Referências

  1. a b Charlie Sheen, Brooke Mueller Officially Divorced. US Magazine. Usmagazine.com (2 de maio de 2011).
  2. a b Stated in interview on Inside the Actors Studio, 2007
  3. Zagursky, Erin (24 de fevereiro de 2011). Pilgrimage brings together Hollywood stars, academics (em inglês). College of William and Mary. Página visitada em 30 de julho de 2011.
  4. Charlie Sheen Biography (em inglês). Biggeststars.com.
  5. Charlie Sheen Biography (em inglês). Biggeststars.com. Página visitada em 31 de julho de 2008.
  6. Charlie Sheen Biography (em inglês). Biggeststars.com. Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  7. Faber, Judy (24 de August de 2006). Charlie Sheen (em inglês). CBS. Página visitada em 30 de outubro de 2009.
  8. Charlie Sheen Biography (em inglês). Biography Channel website. Thebiographychannel.co.uk. Página visitada em 26 de outubro de 2010.
  9. Charlie Sheen at NNDB. Nndb.com. Página visitada em 18 de agosto de 2011.
  10. Charlie Sheen marries for the third time (em inglês). Today (1 de junho de 2008). Página visitada em 12 de março de 2011.
  11. Charlie Sheen (em inglês). TheGoldenGlobes.com. Página visitada em 27 de julho de 2008.
  12. Weinraub, Bernard (7 de maio de 2001). Charlie Sheen Delivers A New Spin To 'Spin City (em inglês). The New York Times p. E1. Nytimes.com.
  13. Heffernan, Virginia (22 de setembro de 2003). Swinging Bachelor's Peril: Beware of Geek Bearing Kid (em inglês). The New York Times p. E6. Nytimes.com.
  14. Charlie Sheen Divorce Bombshell. The Smoking Gun. Página visitada em 16 de julho de 2008.
  15. Charlie Sheen and Denise Richards (em inglês). China Daily. Chinadaily.com.cn (13 de dezembro de 2006). Página visitada em 1 de junho de 2007.
  16. Friedman, Roger (3 de outubro de 2007). Inside Charlie Sheen's and Denise Richard's Divorce (em inglês). Fox News. Página visitada em 16 de julho de 2008.
  17. In Touch Exclusive: Charlie Sheen: "They've made me a better man". In Touch Weekly. Intouchweekly.com (10 de abril de 2009). Página visitada em 6 de junho de 2009.
  18. Wihlborg, Ulrica (30 de maio de 2008). Charlie Sheen & Brooke Mueller Get Married (em inglês). Revista People. People.com. Página visitada em 17 de julho de 2008.
  19. Finn, Natalie (30 de maio de 2008). Charlie's Got That Newlywed Sheen (em inglês). E! Online. Uk.eonline.com. Página visitada em 17 de julho de 2008.
  20. Charlie Sheen and His Wife Welcome Twins (em inglês). E! Online. Etonline.com (15 de março de 2009).
  21. Twin Boys for Charlie Sheen and Brooke Mueller Sheen! (em inglês). Revista People. People.com. Página visitada em 19 de setembro de 2009.
  22. Bond Posted (em inglês). USA Today. Usatoday.com (25 de dezembro de 2009). Página visitada em 25 de dezembro de 2009.
  23. Charlie Sheen 'threatened to kill wife (em inglês). BBC News. BBC News (29 de dezembro de 2009). Página visitada em 29 de dezembro de 2009.
  24. Charlie Sheen makes it official (em inglês). CNN. Cnn.com (2 de novembro de 2010).
  25. Charlie Sheen – Divorce Is Set (em inglês). TMZ. Tmz.com (10 de fevereiro de 2011). Página visitada em 28 de fevereiro de 2011.
  26. Robinson, Georgina (3 de março de 2011). Charlie Sheen's sons removed from his home (em inglês). The Sydney Morning Herald. Página visitada em 6 de março de 2011.
  27. Charlie Sheen, girlfriends describe their life together (em inglês). New York Post. Nypost.com (1 de março de 2011). Página visitada em 1 de março de 2011.
  28. Charlie Sheen ‘20/20′ Interview: Rachel Oberlin Says 'I Would Love to Marry Charlie. OK!. Okmagazine.com. Página visitada em 7 de março de 2011.
  29. Atriz de “Two and a Half Men” diz que sem Charlie Sheen série não existe. Contigo!. Abril.com (11 de maio de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  30. Sources: Charlie Sheen Leaving Two and a Half Men (em inglês). Revista People. People.com (1 de abril de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  31. CBS adds six new shows, hangs on to Charlie Sheen (em inglês). USA Today. Usatoday.com (20 de maio de 2010 By Gary Levin).
  32. Sheen continuará em 'Two and a Half Men', diz mídia. O Globo. Globo.com. Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  33. Garoto de “Two and a Half Men” é ator mirim mais bem pago da TV. Contigo!. Abril.com. Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  34. Charlie Sheen e internado por possível abuso de drogas. Yahoo.tecontei.com.br. Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  35. Two and a Half Men axed after rant leaves Sheen looking a proper Charlie (em inglês). The Guardian. Guardian.co.uk (25 de fevereiro de 2011).
  36. Andreeva, Nellie (7 de março de 2011). FIRED! Charlie Sheen Axed From 'Two And A Half Men', He Fires Back & Vows To Sue (em inglês). Deadline.com. Página visitada em 8 de março de 2011.
  37. Villarreal, Yvonne (13 de maio de 2011). Dude, where's my sitcom?': Ashton Kutcher officially joins 'Two and a Half Men (em inglês). Los Angeles Times. The Los Angeles Times. Página visitada em 13 de maio de 2011.
  38. Barrett, Annie (13 de maio de 2011). Official: Ashton Kutcher joins 'Two and a Half Men (em inglês). Insidetv.ew.com. Página visitada em 18 de agosto de 2011.
  39. Bill Murray joins Roman Coppola's 'Charles Swan' - Entertainment News, EXCLUSIVE, Media - Variety (em inglês). Variety. Variety.com. Página visitada em 29 de outubro de 2011.
  40. Michael Ausiello (7 de março de 2011). Breaking: Charlie Sheen 'Terminated' From Two and a Half Men (em inglês). Tv Line. Tvline.com. Página visitada em 22 de dezembro de 2011.
  41. Sheen Channels His Real Life in 'Glimpse. Variety. Showblitz.com (8 de setembro de 2011). Página visitada em 9 de setembro de 2011.
  42. Charlie sheen girlfriends describe their life together (em inglês). New York Post. Nypost.com.
  43. [1]. Okmagazine.com.
  44. Charlie sheen in love with porn star girlfriend georgia jones (em inglês). Torontosun.com.
  45. [2]. Purepeople.com.br.
  46. [3]. Cineclick.com.br.
  47. [4]. Flashland.com.br.
  48. Charlie Sheen's Milestones. Hollywood.com. Página visitada em 17 de julho de 2008. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2012.
  49. Overview for Charlie Sheen (em inglês). Tcm.com. Página visitada em 18 de agosto de 2011.
  50. Tobery, Matt (5 de julho de 2011). Comedy Central to Roast Charlie Sheen. Comedy Central Insider. Comedy Central. Página visitada em 5 de julho de 2011.
  51. Seidman, Robert (20 de setembro de 2011). Comedy Central Roast of Charlie Sheen Averages 6.4 Million Viewers (em inglês). TV By the Numbers. Página visitada em 21 de setembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charlie Sheen