Rip Torn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rip Torn em 1994, na entrega dos Prêmios Emmy.

Rip Torn (Temple, 6 de fevereiro de 1931) é um ator estadunidense.

Em 1984 foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante por Cross Creek (1983).

O ator americano Elmore 'Rip' Torn, ganhador do Emmy, foi preso após ter sido encontrado alterado e armado dentro de um banco no estado americano de Connecticut no dia 29 de janeiro de 2010, segundo as autoridades Torn, de 78 anos, era mantido em detenção sob fiança de US$ 100 mil.

Ele foi preso depois que a polícia respondeu a um chamado do banco Litchfield, na cidade de Salisbury, onde o ator vive. Ele estava dentro das dependências do banco, com um revólver carregado e "altamente intoxicado", segundo relatório da polícia.

Torn foi processado por arrombamento, invasão ilegal, dano criminoso e posse de armas. O ator, que venceu o Emmy por conta de sua participação no "Larry Sanders Show" em 1998, tem uma carreira de seis décadas nos EUA.Ele apareceu recentemente em vários episódios do programa "30 Rock", da rede americana NBC, como o chefe de TV Don Geiss. No cinema, também participou de "Men in Black" (Homens de Preto) e de sua sequência, no papel de Zed. Torn chegou a ser indicado ao Oscar em 1983, dois anos antes de sua mulher, Geraldine Page, ganhar o prêmio de Melhor Atriz. Ele também é primo da atriz Sissy Spacek.

O ator foi preso várias vezes nos últimos anos acusado de dirigir embriagado, e recebeu penas de multa, suspensão da carteira e prisão domiciliar.

Principais filmes[editar | editar código-fonte]

Video Games[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.