Espectrofobia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Espectrofobia é o medo anormal de fantasmas, monstros, demônios, filmes de terror e afins.

Define-se como um persistente, anormal e injustificado medo de espectros, fantasmas e outros seres imaginários assustadores. Quem sofre desta fobia, experimenta uma ansiedade exagerada, inclusive quando se dá conta que seu medo é irracional. Podem temer visitar bosques, casas vazias, lugares escuros e podem também reagir com alarme perante ruídos estranhos e inexplicáveis. E quem sofre desta fobia sente-se sempre estar sendo perseguido por "algo, ou alguem". E tem medo de ficar sozinho em certos lugares por sentir que nunca está sozinho.

“Espectrofobia” é um termo híbrido derivado do termo latino “spectrum” (aparição) e do grego “phobos” (fobia). Na maioria das vezes, quem tem espectrofobia, não consegue ficar sozinho à noite, em um lugar que não lhe é familiar. Não consegue ver um filme de terror, nunca está sozinho no seu subconsciente. Ouve sons anormais, que não consegue explicar de onde os sons surgem, Vê vultos, e na maioria das vezes, os vultos são para os espectrofóbicos, alguém que os está vigiando para poder caçá-los ou até tirar-lhes suas vidas. Quando a pessoa tem espectrofobia, geralmente vêm junta de medo de escuro, pois a espectrofobia para eles, age no escuro, quando não se pode ver o que está em sua volta,se algo que estava no lugar some, e logo aparece em outro lugar, para eles pode-se ser assombrações que vieram para assombrá-los.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre fobias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.