Estádio Universitário Pedro Pedrossian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Morenão
Est. Universitário Pedro Pedrossian
Logo-UFMS.jpg
Nomes
Nome Estádio Universitário Pedro Pedrossian
Apelido Morenão
Características
Local Campo Grande/MS
Gramado (110 m X 70 m)
Capacidade 45.000 pessoas (BR: 10º)[1]
Construção
Inauguração
Data 7 de março de 1971
Partida inaugural Flamengo 3 X 1 Corinthians
Primeiro gol Buião (Flamengo)
Último Jogo
Recordes
Público recorde 38.122 pessoas
Data recorde 23 de fevereiro de 1978
Partida com mais público Operário 2 X 0 Palmeiras
Outras informações
Proprietário Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Administrador Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Mandante Comercial-MS
Novoperário
CENE *

* Em jogos grandes.

O estádio Pedro Pedrossian, ou Morenão, como é chamado, é um estádio de futebol localizado na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O estádio está situado na zona sul da cidade de Campo Grande, dentro do campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). É o maior estádio de futebol do Mato Grosso do Sul e no Brasil está na posição 10, juntamente com o Estádio Olímpico de Porto Alegre. O estádio tem esse nome em homenagem ao então governador de Mato Grosso, Pedro Pedrossian, na época da fundação da UFMS (UEMT-1971) e possui uma das piores infra-estruturas esportivas do estado e do Brasil, principalmente por causa do campo desnivelado e cheio de pedregulhos.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Primórdios[editar | editar código-fonte]

Foi inaugurado em 7 de março de 1971. O primeiro jogo do estádio foi entre Flamengo e Corinthians, ganhado pelo Flamengo por 3x1. O primeiro gol foi marcado por Buião, do Flamengo.

Mistério[editar | editar código-fonte]

Em 6 de março de 1982 aconteceu um fato misterioso no estádio, um fenômeno assombrou os torcedores que assistiam a Operário-MS e Vasco pelo Campeonato Brasileiro. Luzes estranhas pairaram sobre o estádio Morenão, em uma suposta aparição de óvnis (objetos voadores não identificados), relatos dizem que era um objeto em formato de um charuto em um tom de prata que sobrevoou o estádio e que ainda era acompanhado por pelo menos quatro objetos menores em volta, dois a frente e dois atrás o qual foi visto por jogadores, jornalistas e torcedores por cerca de uns 5 segundos, e o estádio que nesta data estava com cerca de 23 mil expectadores assistindo ao jogo que prosseguiu normalmente, e até então é considerado o maior avistamento coletivo de OVNI's do mundo e o único em estádios do Brasil. Até hoje o episódio desperta curiosidade e divide opiniões. 

Copa do Mundo de 2014[editar | editar código-fonte]

A cidade de Campo Grande apostou em melhorias no Estádio Morenão para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. O projeto previa o investimento de cerca de R$ 500 milhões para aperfeiçoamento da infraestrutura no local e na cidade para se adequar às normas exigidas pela Fifa.

Atualmente com capacidade para 45.000 torcedores, o Estádio Morenão teria seu número de lugares reduzido para 44.355 espectadores. A intenção era a instalação de cadeiras individuais e numeradas, além de camarotes e modernas instalações para atender a imprensa.

Na parte externa, o projeto previa a disponibilização de um estacionamento que comportaria 7.445 carros de passeio e 2.339 vagas para ônibus. Ainda era prevista a construção do Metrô de Superfície, que ligaria o Aeroporto Internacional ao Estádio Pedro Pedrossian até o estádio.

Outro trunfo em Campo Grande era a proximidade do Hospital Universitário, que fica a apenas 800m do Estádio Morenão. Dotado de equipamentos para atender urgências e emergências, o hospital, que tem 221 leitos disponíveis, seria utilizado como base médica.

O projeto ainda ressaltava melhorias para a infra-estrutura da cidade. Estavam previstos investimentos no setor de transporte urbano, reforma e ampliação do Aeroporto Internacional, ampliação da rede hoteleira, investimentos na saúde e segurança pública e divulgação do turismo de natureza.

Infelizmente, Campo Grande não foi escolhida para ser sede da Copa do Mundo de 2014, e apenas algumas melhorias foram feitas para o jogo Brasil x Venezuela, realizado no dia 14 de outubro de 2009

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • É o maior estádio universitário da América Latina
  • Em 6 de março de 1982 no jogo Operário 2 x 0 Vasco, houve uma aparição de OVNI's sobre o estádio, e até então é considerado o maior avistamento coletivo de OVNI's do mundo e o único em estádios do Brasil.
  • Tem o apelido de Morenão em homenagem a um dos apelidos de Campo Grande ("Cidade Morena").
  • A maior lotação do estádio foi de 38.122 torcedores em 23 de fevereiro de 1978, quando o Operário venceu o Palmeiras por 2x0.
  • Em 2011, problemas de disponibilidade da Arena do Jacaré fizeram o América-MG jogar como mandante no Morenão.[1]
  • No dia 29 de setembro de 2013, a Portuguesa enfrentou o Corinthians no Morenão, o jogo acabou 4x0 para a Lusa.
  • No dia 24 de novembro de 2013, o Palmeiras vendeu o mando de campo por R$ 400 mil reais, no jogo contra o Ceará, realizado no Morenão, onde os paulistas venceram por 4x1 com o público de 7.121 pagantes. O Palmeiras ergueu a taça da Série B 2013 após a vitória no jogo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Enciclopédia do Futebol Brasileiro, Volume 2 - Lance, Rio de Janeiro: Aretê Editorial S/A, 2001.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]