Grão-de-bico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGrão-de-bico
Grão-de-bico branco e verde

Grão-de-bico branco e verde
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Subfamília: Faboideae
Género: Cicer
Espécie: C. arietinum
Nome binomial
Cicer arietinum
Carolus Linnaeus
Chickpea grains.jpg

O grão-de-bico, também chamado de gravanço, ervanço, ervilha-de-galinha ou ervilha-de-bengala, é uma leguminosa da família das fabáceas,[1] muito distribuída na Índia e no Mediterrâneo.

Trata-se de uma planta herbácea, que mede entre 20 e 50 cm de altura, de flores brancas que desenvolvem uma bainha, em cujo interior se encontram 2 ou 3 grãos, no máximo. Os grãos de cor castanho-claro (ou também verde) são arredondados, tendo uma pequena "espora". A sua periodicidade é anual.

O grão-de-bico é uma leguminosa com importantes qualidades culinárias e nutritivas, sendo rico em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B. Além disso, devido à grande quantidade de celulose contida na casca, o grão-de-bico estimula o funcionamento dos intestinos.

O grão-de-bico, do ponto de vista nutricional, é um excelente alimento.

Devido à sua grande quantidade de amido, é usado pelo nosso organismo como fonte de energia. É pobre em água e gorduras, e está isento de colesterol.

O grão-de-bico é usado para o preparo de uma pasta árabe chamada Homus.

Cada 100g de grão contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo a eliminar açúcares, gorduras e o colesterol.

O ácido fólico pode-se encontrar em doses generosas no grão.

Vários estudos referem a importância desta leguminosa na prevenção de doenças cardiovasculares, assim como no tratamento de vários tipos de anemia.

Contém uma generosa quantidade de cálcio, ferro e magnésio, minerais que desempenham funções importantes no nosso organismo.

Sendo um alimento relativamente barato, oferece uma grande versatilidade na culinária.

É indispensável numa dieta alimentar equilibrada.

O grão-de-bico também possui uma grande quantidade de triptofano, utilizado pra produzir serotonina, responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão a sensação de bem-estar, satisfação e confiança.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Valores nutricionais do Grão de bico [2]

Referências

Commons
O Commons possui multimídias sobre Grão-de-bico
Ícone de esboço Este artigo sobre leguminosas (família Fabaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.