Halo 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Halo 4
Desenvolvedora 343 Industries
Publicadora(s) Microsoft Studios
Compositor(es) Neil Davidge
Kazuma Jinnouchi
Plataforma(s) Xbox 360
Série Halo
Data(s) de lançamento
  • JP 8 de novembro de 2012
  • INT 6 de novembro de 2012
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Um jogador, Multijogador
Classificação Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)[1]
Mídia Disco óptico, distribuição digital
Último
Último
Halo: Combat Evolved Anniversary
Próximo
Próximo

Halo 4 é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela 343 Industries e publicado pela Microsoft Studios exclusivamente para o Xbox 360.[2] [3] Halo 4 é o primeiro de uma nova trilogia de jogos da série Halo, nomeada de "trilogia Reclaimer".[3] O jogo começa quatro anos depois do fim de Halo 3, e marca o retorno de Master Chief como protagonista, e a IA Cortana.[4] [5] Halo 4 foi oficialmente anunciado em 4 de julho de 2011, na E3 2011. Foi revelado ao mesmo tempo que Halo: Combat Evolved Anniversary.[6] Em 26 de setembro de 2012, foi anunciado que o jogo estava completo.[7] O jogo foi lançado mundialmente em 6 de novembro,[8] [9] Com exceção do Japão, que recebeu o jogo em 8 de novembro de 2012.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Ambientação e personagens[editar | editar código-fonte]

O jogo Halo 4 se desenrola em um universo de ficção científica futurista, no ano 2557, quatro anos após os eventos de Halo 3. O jogo e livros da franquia reconstroem detalhadamente que, centenas de milhares de anos antes da era moderna, os seres humanos foram uma das várias civilizações do universo.[10]

Na sequencia, após uma guerra com um tipo de parasitas conhecidos por Floods, a humanidade e seus aliados entraram em conflito com uma raça muito superior conhecida como Forerunners, uma poderosa raça que conduzia uma política de benevolência, suportada por outras raças que chamariam de “Manto da Responsabilidade” (Mantle of Responsibility). Depois de anos de conflitos, os Forerunners derrotaram os seres humanos e lhes retiraram sua tecnologia e governo. Os Forerunners logo entram em luta contra os Floods com suas próprias forças;[11] depois de esgotar todas as outras opções estratégicas disponíveis, os Forerunners ativariam armas de destruição em massa, conhecidas como “Halo Array”, que mataria, assim, todos os seres com vida consciente na galáxia, isso para privar os Floods do seu alimento. A vida que os Forerunners haviam catalogado seria, em seguida, semeada novamente por toda a galáxia.[10]

No século XXVI, a humanidade, organizada sob o comando da UNSC (Comando Espacial das Nações Unidas) vem a ser atacada pelos Covenant, um coletivo religioso de diversas raças alienígenas, as quais reverenciam os Forerunners como deuses, e crêem que a ativação dos Halos lhes trará a salvação, e não a sua destruição.[12] Um super-soldado humano (chamados de Spartans), Master Chief John-117, juntamente com sua AI (inteligência artificial), Cortana, vieram a contribuir no que se refere à desativação dos Halos, bem como em impedir os Floods de, uma vez mais, ameaçar a galáxia. No final de Halo 3, Chief e Cortana ficam perdidos, à deriva no espaço desconhecido, a bordo do que sobrou da fragata UNSC Forward Unto Dawn.

Muito da campanha de Halo 4, bem como das missões do Spartan Ops, têm lugar ao redor ou no planeta artificial Forerunner, chamado Requiem, que é envolto por uma espécie de Esfera de Dyson.[13] Faz parte do jogo também a Estação de Pesquisa Ivanoff Instalação 03 - uma base humana em órbita em torno de um dos anéis do Halo Array - e a órbita da Terra.

Campanha[editar | editar código-fonte]

Quatro anos após os eventos de Halo 3, ainda flutuando no espaço no que sobrou da fragata Forward Unto Dawn, que parou orbitando o planeta artificial Requiem.[13] Cortana desperta Master Chief do sono criogênico pouco antes de forças Covenant abordarem a nave. O que restou da Dawn é capturado pela gravidade de Requiem, passando através de uma abertura na superfície do planeta para então chocar-se no seu interior.[14]

Logo que Chief e Cortana iniciam a exploração de Requiem, iniciam-se também os combates com os hostis Covenant e Prometheans (raça artificial criada pelos Forerunners), bem como as anomalias com Cortana.[15] Ela revela que, passado o habitual período de funcionamento de um AI (sete a oito anos), ela está tornando-se "rampant", um estado mental em que o AIs em declínio lentamente passam a "pensar" na morte. Chief promete a Cortana que a levaria de volta à Terra, acreditando que sua criadora, Drª Catherine Halsey, pode curar ou reverter a condição de Cortana.

Chief e Cortana captam as transmissões distorcidas de uma nave humana, UNSC Infinity, que captou a chamada de socorro da Dawn.[16] Cortana tenta avisar a Infinity para ficar longe da gravidade de Requiem e direciona o Chief para desativar o que ela acredita que seja sistemas comunicações. Em vez disso, Chief libera Ur-Didact, um antigo guerreiro Forerunner, de sua prisão. Didact assume o comando dos Prometheans e Covenant e inicia os ataques à Infinity, logo depois que ela é puxada para Requiem.[17]

Chief faz contato com a Infinity e religa as armas para repelir o ataque de Didact. Chief e Cortana recomendam atacar a Didact enquanto ele é vulnerável, mas o capitão da Infinity, Del Rio, ordena-lhes para destruir a gravidade artificial e, assim, a nave poder escapar. Neste meio tempo, Chief é contatado por uma Forerunner conhecida como a Librarian, a esposa de Didact, bem como a antiga protetora da humanidade. Ela explica que os Forerunners foram divididos sobre como combater os Floods. Após uma falha para descobrir uma forma de imunizar seres biológicos contra os Floods, Didact usou um dispositivo chamado de Composer para converter os guerreiros Prometheans sob seu comando em versões digitais, imunes à infecção.[13] Exigindo mais soldados, Didact forçadamente converte os seres humanos capturados em Prometheans, antes de ser detido e preso pela Librarian.[18] A Librarian, que tem guiado a humanidade ao seu desenvolvimento, acelera a evolução de Master Chief, concedendo lhe imunidade ao Composer. Depois de destruir a gravidade de Requiem, o Capitão Del Rio ordena que regressem a Terra, duvidando do depoimento de Cortana e Chief. Master Chief desobedece as ordens de retornar e, apesar do mal-funcionamento Cortana, insiste em permanecer na perseguição à Didact. O Comandante Lasky, da Infinity, dá a Chief um transporte armado (nave Pelican) e deseja-lhe boa sorte na luta.[19]

Chief e Cortana tentam sabotar a nave de Didact antes que ele parta, mas como eles foram mal-sucedidos, perseguem a Didact a um anel Halo, Instalação 03. O Composer foi transferido do Halo para as proximidades da Estação de Pesquisa Ivanoff, que passar a ser atacada pelas forças Covenant.[20] Master Chief defende a base Ivanoff, mas Didact recupera o Composer e o dispara contra a estação, desintegrando a todos, exceto a Master Chief. Chief e Cortana então utilizam uma nave caça para perseguir a Didact da nave através do “slipspace” (tipo de portal buraco de minhoca) que segue rumo a Terra. Com a ajuda da Infinity e forças da UNSC, Chief aborda a nave de Didact com um artefato nuclear, enquanto Cortana faz duplicatas de si mesma, na tentativade sobrecarregar os sistemas de proteção de Didact, que dispara o Composer contra a Terra por um corredor slipspace. Com a ajuda de Cortana, que consegue deter a Didact com suas duplicatas por alguns instantes, Chief consegue sobrepujar a Didact e detonar a bomba.[21]

Chief acorda dentro de uma blindagem de luz sólida, criada por Cortana no momento da explosão, quando ela aparece explicando que eles foram bem-sucedidos em destruir o Composer e que ela o salvou, embora ela não possa mais voltar com ele.[13] Cortana então toca a armadura de Master Chief, da meia volta e desaparece. Master Chief é então encontrado por uma equipa de salvamento da UNSC e é levado de volta para a Infinity, onde se lamenta com o Comandante Lasky sobre a perda de Cortana, sobre a Terra, sobre o dever, e o sobre o seu dever como soldado. Lasky repete algo dito anteriormente por Cortana sobre a questão de não ser apenas uma máquina, guiada pelo dever de proteger a humanidade.

Em uma cena pós-créditos, as forças da UNSC descem sobre a cidade de New Phoenix, localização onde Didact usou o Composer brevemente sobre a Terra, encontrando todos os seus habitantes mortos desintegrados. Em uma narração final, Didact proclama o papel dos Forerunner como guardiães da galáxia e sobre terem que suportar o Manto da Responsabilidade, e sobre a humanidade ser a maior ameaça na galáxia. Master Chief remove sua armadura a bordo da Infinity, e se o jogador completar o jogo na dificuldade “Legendary” (lendário), os olhos de Master Chief são mostrados rapidamente.

Spartan Ops[editar | editar código-fonte]

Os eventos de Spartan Ops acontecem seis meses após o final da campanha de Halo 4.[22] A nave Infinity retorna ao planeta Requiem, onde os Prometheans e as forças rebeldes Covenant ainda estão em atividade, lideradas por Jul 'Mdama, um guerreiro Sangheili que intitulou a si mesmo como "A Mão de Didact”.[23] Sarah Palmer, a comandante dos esquadrões Spartan-IV, envia os esquadrões para eliminarem as forças Covenant e a Promethean de Requiem com a finalidade de implantar bases de pesquisas científicas. Durante a missão, o Esquadrão Crimson recupera um misterioso artefato, que estava sendo escavado pelos Covenant; o cientista da Infinity, Doutor Glassman, desaparece depois de estudar o dispositivo.

Drª Catherine Halsey é então trazida até a Infinity, devido a seu conhecimento sobre a tecnologia Forerunner; ela é mantida sob guarda de fuzileiros e Spartans incluindo Gabriel Thorne, que perdeu toda a sua família durante o ataque de Didact a New Phoenix. Estudando o artefato, Drª. Halsey começa a receber as mensagens no seu tablet de um remetente anônimo; a fonte das transmissões é revelada como sendo 'Mdama, que capturou o Dr. Glassman e o forçou a trabalhar em um aparelho Forerunner, o qual supostamente contataria a Librarian.[24] Perseguindo a 'Mdama, o Esquadrão Crimson recupera outro artefato; quando Drª. Halsey examina o dispositivo, o qual exibe imagens que o Spartan Thorne reconhece como retratando a cidade de New Phoenix. Lasky revela então a Drª. Halsey e aos Spartans que o Conselho de Segurança da UNSC reconhece os Prometheans como sendo ex-humanos. Ao aproximar do artefato à procura de respostas, Thorne é então teleportado para Requiem e capturado pelos Covenant. Palmer prende Drª. Halsey por se comunicar com 'Mdama. Thorne consegue escapar de seu cativeiro para fora da base de 'Mdama base, e foge com Glassman; eles são finalmente resgatados pelo Esquadrão Majestic.

Halsey utiliza um código de sobreposição, forçando a AI da Infinity, Roland, a ajudá-la. Em busca de informações sobre como acessar a Librarian, Halsey descobre que Master Chief está vivo. Halsey faz então contatos com 'Mdama para tentar chegar a um acordo, uma vez que ambos querem encontrar a Librarian; a AI Roland finalmente se vê livre do controle de Halsey e alerta os guardas para apreender Halsey. Lasky decide colocar Halsey em sono criogênico para evitar ainda mais problemas, mas forças Promethean invadem a Infinity, capturam Halsey e a teleporta para base de 'Mdama. Serin Osman, chefe do Escritório de Inteligência Naval (ONI), da ordens a Lasky para encontrar e matar Drª. Halsey, no entanto ele está relutante em fazê-lo. Palmer segue para Requiem para executar a Halsey; Lasky envia uma mensagem para o Esquadrão Majestic para intervir e salvar Halsey de 'Mdama.[25] [26]

Halsey avança no dispositivo Forerunner e faz contato com a Librarian. A Librarian dá a Halsey duas partes da "chave Janus", um instrumento que fornece a localização, em tempo real, para cada peça de tecnologia Forerunner espalhados pela galáxia; a Librarian encarrega Halsey utilizar a chave Junus para evoluir a humanidade. Após receber a chave, Halsey sai do dispositivo e 'Mdama pega uma parte para si. Halsey passa então a segunda parte para Thorne, do Esquadrão Majestic qua acaba de chegar, bem como e Palmer. Palmer consegue atingir o braço de Halsey com um disparo antes que um Promethean teleportasse a 'Mdama e Halsey para fora da base. 'Mdama ajusta a rota de Requiem para que colida com estrela mais próxima[13] (o sol de Requiem, Epoloch) e dá ordens às suas forças para evacuarem o planeta. Os esquadrões Crimson e Majestic conseguem desativar os artefatos em Requiem que ancoravam a Infinity em sua órbita, permitindo que a Infinity se evadisse antes que o planeta Requiem fosse totalmente destruído. Enquanto isso, Drª. Halsey, que perdeu seu braço ferido, diz a 'Mdama que ela foi traída pela UNSC e oferece-se para aliar-se com ele para a vingança.[27]

Desevolvimento[editar | editar código-fonte]

A história de Halo 4 vai ser menos focada no tradicional gênero tiro em primeira pessoa da série, envolvendo mais mistérios, exploração e descobertas.[28] Desenvolvedores descreveram o jogo como sendo de grande escala. Elementos Forerunner vão ser muito apresentados no ambiente do jogo. O jogo poderá revelar como a humanidade e a UNSC se adaptaram à galáxia depois do fim da guerra contra os Covenants, e como eles obtiveram tecnologia Forerunner.

Diferente da trilogia original, a história foi desenvolvida para ser parte de um arco de 3 jogos desde o começo. A desenvolvedora 343 Industries quer "uma maior conectividade entre todas as suas futuras mídias do que anteriormente", e que o livro Halo: Primordium, A Saga dos Forerunners, o livro pós-guerra Halo: Glasslands, e os terminais de Halo: Combat Evolved Anniversary, vão definitivamente ter conexões com a história de Halo 4.

O Diretor de entretenimento da Microsoft UK, Stephen McGill, vê o lançamento de Halo: Combat Evolved Anniversary como uma forma de introduzir uma nova geração de fãs à série Halo antes do lançamento do Halo 4.[29]

Referências

  1. (10 de agosto de 2012) "Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação". Diário Oficial da União (Ano CXLIX Nº155): p. 31. ISSN 1677-7042. Página visitada em 3 de junho de 2013.
  2. Bungie.net : Halo Universe Bungie. Página visitada em 2012-06-10.
  3. a b Xbox.com: Halo 4 Microsoft. Página visitada em 2011-12-05.
  4. Halo 4 Official Site: STORY halowaypoint.com. 343 Industries. Página visitada em 2012-06-10.
  5. Gapper, Michael (2011-12-02). Halo 4: Why the trilogy ends on next-gen Computer and Video Games. Página visitada em 2011-12-05.
  6. Reilly, Jim (2011-06-06). E3 2011: Halo 4 announced IGN. Página visitada em 2011-12-05.
  7. Orry, James (2012-09-26). Halo 4 development is complete VideoGamer.com. Página visitada em 2012-09-26.
  8. Shea, Jessica (2012-04-17). The Halo Bulletin: 4.17.12 halowaypoint.com. 343 Industries. Página visitada em 2012-04-17.
  9. Halo 4 IGN. Página visitada em 2012-06-10.
  10. a b BEAR, Greg. Halo: Cryptum. [S.l.]: Planeta do Brasil, 2011. ISBN 9788576658672
  11. Ascedant Justice. A Voice from the Tomb (I). Página visitada em 3 de junho de 2013.
  12. Halo Waypoint: The Covenant
  13. a b c d e Dorling Kindersley (2013). Halo 4 The Essential Visual Guide. Ed. DK Publishing. ISBN 9781409334828 
  14. Halo Waypoint: Podtacular - Halo 4 Campaign, Requiem
  15. Halo Waypoint: Podtacular - Halo 4 Campaign, Forerunner
  16. (5 de outubro de 2012). Halo 4: Forward Unto Dawn (vídeo) [live-action]. Microsoft Game Studios. (em inglês)
  17. Halo Waypoint: Podtacular - Halo 4 Campaign, Infinity
  18. Terminal: Justice (vídeo). Microsoft Game Studios. Acessado em 03/06/2013.
  19. Halo Waypoint: Podtacular - Halo 4 Campaign, Reclaimer
  20. Gamesugar. Review – Halo 4.
  21. IGN. Mission 8 Midnight - Halo 4. Página visitada em 2 de junho de 2013.
  22. Spartan Ops - Episode 1: Departure (vídeo). Microsoft Game Studios.
  23. Halo 4 Terminal: Jul ‘Mdama (vídeo). Microsoft Game Studios. Acessado em 03/06/2013.
  24. Spartan Ops - Episode 4: Didact's Hand (vídeo). Microsoft Game Studios. Acessado em 03/06/2013.
  25. Spartan Ops - Episode 8: Expendable (vídeo). Microsoft Game Studios. Acessado em 03/06/2013.
  26. Spartan Ops - Episode 9: Key (vídeo). Microsoft Game Studios. Acessado em 03/06/2013.
  27. Spartan Ops - Episode 11: Exodus Conclusion (vídeo). Microsoft Game Studios.
  28. Musa, Talal. "First impressions - Halo 4 (Xbox 360)", 'Daily Mail', 21 June 2012. Página visitada em 4 July 2012.
  29. French, Michael (July 4, 2011). Halo franchise targeting new generation MCV.. Página visitada em July 5, 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]