Hemocitoblasto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde novembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Illu blood cell lineage (pt).png

Hemocitoblastos ou Células-tronco hematopoiéticas são células precursoras dos glóbulos sanguíneos, de acordo com a teoria monofilética. É uma das denominações utilizadas para designar a célula-tronco hematopoiética, multipotente, da medula óssea, de origem mesenquimatosa, e que, por sua vez, forma todos os elementos figurados do sangue. Dão origem a diversos tipos de células do sangue, da linhagem mielóide (monócitos e macrófagos, neutrófilos, basófilos, eosinófilos, eritrócitos, megacariócitos/plaquetas, células dendríticas) e da linhagem linfóide (linfócitos T, linfócitos B, célula exterminadora natural).

A célula-tronco hematopoiética, multipotente, ao dividir-se, produz uma célula-filha, que é a réplica da célula-mãe, e outra que se diferencia, nos microambientes do tecido medular ou sob a influência de mediadores químicos, para especializar-se na produção de determinado tipo de célula sangüínea.

No entanto, GUYTON (1988) relata, em sua obra intitulada Fisiologia Humana, que os linfócitos são formados, principalmente, nos gânglios linfáticos e que todas as outras células sanguíneas são produzidas na medula óssea, com uma célula antecessora comum denominada de hemocitoblasto.

PEAKMAN e VERGANI, em sua obra Imunologia Básica e Clínica, relatam que os linfócitos possuem células precursoras na medula óssea e foram divididos pela via de maturação em dois grupos:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CDCC, São Carlos, USP, Vitae, FAPESP, CNPq e Ford Foundation. Programa Educar.
  • GUYTON, A. C. Fisiologia Humana. 6ª ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 1988.
  • PEAKMAN M., VERGANI D. Imunologia básica e clínica. Rio de Janeiro, RJ. Editora Guanabara Koogan. 1999.
  • TRABULSI, L. R. Microbiologia. 3ª Ed. São Paulo, SP. Editora Atheneu. 1999.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.