Iran Air

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Iran Air logo.png
IranAir
IATA
IR
ICAO
IRA
Indicativo de chamada
Iran Air
Fundada em 1961
Principais centros
de operações
Aeroporto Internacional de Tehran Imam Khomeini
Outros centros
de operações
Aeroporto Internacional de Mashhad
Programa de milhagem Skygift


Frota 46[1] aeronaves
Destinos 60 localidades
Companhia
administradora
Iran National Airlines Corporation
Sede Teerão, Irã
Pessoas importantes Farhad Parvaresh (CEO)
Sítio oficial www.iranair.com
Airbus A300 da IranAir em 2010.

A IranAir é a companhia aérea de bandeira do Irão, fundado em 1944, baseada em Teerão e com base no aeroporto de Teerão Imam Khomeini.

A IranAir, também conhecida como Companhia Aérea da República Islâmica do Irão, opera serviços regulares para 60 destinos e cinco serviços charter. Ela mantém seus hubs mais importantes nos seguintes aeroportos: Teerão, Isfahan, Mashhad e Shiraz. Recentemente, há notícias de que o governo iraniano pretende privatizar a companhia e suas subsidiárias, a Iran Air Tours e o Homa Hotel Group.

História[editar | editar código-fonte]

A IranAir foi fundada em 1944 sob o seu primeiro nome Iranian Airways. O voo inaugural da companhia foi entre Teerão e a cidade de Mashhad. No período de 17 anos, ampliou decisivamente sua malha aérea doméstica e manteve poucos voos internacionais por semana. Em 1954, foi fundada uma outra companhia aérea privada sob o nome de Pars Airways, que inicialmente transportava apenas carga para a Europa.

Mas, dada as peculiaridades geográficas iranianas e a falta de estradas ou caminhos-de-ferro seguros que ligassem as remotas regiões metropolitanas entre si, levou o ministro dos transportes a criar uma companhia aérea nacional em 10 de Fevereiro de 1961, com a fusão da Pars Airways e da Iranian Airways. A nova companhia recebeu o nome de Iran National Airlines Corporation (IranAir) e um novo logotipo e iniciou suas operações em Abril de 1962. Mas a expansão da IranAir deu-se nos anos 1960 e 1970.

Com a revolução iraniana, a IranAir teve que reorganizar suas operações comerciais. Teerão tornou-se o portão de entrada do país e as outras cidades perderam o status de internacional. Recentemente estão a ganhá-lo novamente. Com a guerra Irã-Iraque em 1980, a malha aérea doméstica iraniana sofreu muitos cancelamentos e irregularidades. Esta situação perdurou até 1988.

Em 1981, o nome da companhia foi alterado para "Companhia Aérea da República Islâmica do Irão". Na década de 1990, adquiriu várias aeronaves até que o governo norte-americano impediu a compra de novos Airbus A330. Os EUA e os países-membros da UE bloqueiam o fornecimento de peças sobressalentes da Boeing ante crescimento das tensões entre os governos do Irão e dos EUA a cerca do programa nuclear iraniano.

Destinos[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a malha aérea da IranAir serve aos seguintes destinos em Europa e Ásia:

  • Viena, Baku, Copenhaga, Paris, Colónia/Bona, Frankfurt, Hamburgo, Milão-Malpensa, Roma, Amsterdão, Moscovo-Sheremetyevo, Gotemburgo, Estocolmo, Genebra, Istambul-Ataturk, Ankara, Londres-Heathrow.

Na Ásia, os seguintes destinos são:

  • Tashkent, Pequim, Tóquio-Narita, Seul-Incheon, Mumbai, Karachi, Kuala Lumpur, Banguecoque, Bahrain, Kuwait, Beirute, Doha, Jedá, Damasco, Dubai.

Frota[editar | editar código-fonte]

Em Novembro de 2014, a frota da IranAir é composta por 46 aeronaves, dos quais 13 são inativos, dos seguintes modelos[2] :

  • Airbus A300 (14);
  • Airbus A310 (2);
  • Airbus A320 (6);
  • Boeing 747-200 (4);
  • Boeing 747SP (1);
  • Fokker 100 (16)
  • McDonnell Douglas MD-82 (3).

Referências

Weblinks[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Iran Air
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Aviação
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.