Airbus A310

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A310
Um Airbus A310
Tipo Avião comercial
Fabricante Airbus
Primeiro voo abril de 1982 (32 anos)
Capacidade 202 passageiros
Comprimento 46,66 metros
Envergadura 43,9 metros
Altura 15,8 metros
Velocidade máxima 896 km/h
Peso máx. decolagem 138.600 kgf
Motorização 2x PW JT9D-7R4D1
Alcance (MTOW) 6.800 km

O Airbus A310 é uma linha de aviões de média e longa distância da empresa Airbus. Possui duas variantes: o A310-200 e o A310-300.

Menos de 10 anos após o primeiro voo do A300, entrava em operação o seu irmão mais novo, o A310. Junto com o A310, nascia para a Airbus o conceito de "família" de jatos, para começar a disputar nos diversos segmentos do mercado.

Inicialmente conhecido como Airbus A300B10, o A310 tem 13 seções a menos na fuselagem que o A300. Além disso, sua fuselagem traseira, asa, e arquitetura de cabine de comando (para dois tripulantes) são mais evoluídas.

O novo modelo realizaria seu primeiro voo em abril de 1982, impulsionado por dois motores PW JT9D-7R4. Numa homenagem às duas clientes iniciais, o A310 fez sua estréia com a pintura da Swissair no lado esquerdo e da Lufthansa no direito.

A homologação foi emitida pelas autoridades francesas e alemãs em março de 1983, seguida pelas primeiras entregas. Era o início do avanço da Airbus no mercado mundial: o consórcio finalmente produzia uma família de jatos.

Especificações técnicas[editar | editar código-fonte]

Airbus A310-200
  • Comprimento (m): 46,66
  • Envergadura (m): 43,90
  • Altura (m): 15,80
  • Motores/Empuxo: 2x PW JT9D-7R4D1 (21.772 kg)
  • Peso max. decol (kg): 138.600
  • Vel. cruzeiro: 896 km/h
  • MMO/VMO: .84
  • Alcance (km): 7.149
  • Tripulação técnica: 2
  • Passageiros: 202
  • Primeiro voo: 1982
  • Encomendados: 85
  • Entregues: 85
  • Em operação: 73[72] (Um caiu a 29 de junho de 2009)

Aprimoramentos[editar | editar código-fonte]

A Airbus desenvolveu uma versão melhorada do A310, incorporando tanques adicionais de combustível e cabine de comando com EFIS (mais tarde usada também no A300-600). O uso de materiais compostos na estrutura foi extensivo, sendo o primeiro avião a possuir partes da deriva em fibra de carbono.

Através destas melhorias, de refinamentos aerodinâmicos e da utilização de motores mais econômicos, a Airbus conseguiu aumentar o peso máximo de decolagem e o alcance. Foi também o primeiro avião a receber a certificação ETOPS.

Em pouco tempo o A310-300 tornou-se um sucesso de vendas, tanto entre empresas regulares quanto operadoras de voos charter, sendo inclusive utilizado em missões para as quais não fora concebido originalmente.

Especificações técnicas aprimoradas[editar | editar código-fonte]

Airbus A310-300
  • Comprimento (m): 46,66
  • Envergadura (m): 43,90
  • Altura (m): 15,80
  • Motores/Empuxo: 2x PW JT9-7R4E1 (22.680 kg)
  • Peso max. decol (kg): 157.000
  • Vel. cruzeiro: 896 km/h
  • MMO/VMO: .84
  • Alcance (km): 8.223
  • Tripulação técnica: 2
  • Passageiros: 172
  • Primeiro voo: 1984
  • Encomendados: 171
  • Entregues: 171
  • Em operação: 116

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Airbus A310 acidentes com perdas totais Aviation Safety Net
  2. 'Freios falham' em avião russo. BBC News (2006-07-09). Página visitada em 2007-04-10.
  3. Artigo da SudanTribune: 30 pessoas mortas na queda do avião da Sudan Airways
  4. Yemenia Airbus black box found. Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  5. Amir, Ahmed, Andrew Cawthorne, Jon Hemming. "Avião iêmenita cai em Comores, 150 a bordo", News, Reuters, 2009-06-29. Página visitada em 2009-06-30. (em en-US)
  6. Avião cai no Oceano Índico; há sobrevivente (no Wikinotícias)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Airbus A310
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.