Airbus A340

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Airbus A340-600
Um Airbus A340-600 da empresa South African Airways
Tipo Avião comercial
Fabricante Airbus
Primeiro voo 23 de abril de 2001 (12 anos)
Capacidade 380 passageiros
Custo unitário A340-300: $211.8 a $228.0m (2010) A340-500: $233.0 a $250.8m (2010) A340-600:$245.0 (2010)
Comprimento 76,4 metros
Envergadura 63,45 metros
Altura 17,30 metros
Velocidade máxima 907 km/h
Peso máx. decolagem 368.000 kgf

O Airbus A340 é um avião civil de passageiros de longo alcance e larga fuselagem da Airbus, o consórcio europeu de fabricação de aeronaves. É muito similar ao Airbus A330, mas está equipado com quatro motores em vez de dois. Seu desenvolvimento começou em 1981, quando ainda era chamado de TA11.

O A340 foi lançado em 1987, um avião de longo-alcance, como complemento do A320 de curto-alcance e o Airbus A300 de médio-alcance.

Ele foi desenvolvido juntamente com o Airbus A330, que divide a mesma estrutura da asa e fuselagem, e o mesmo conceito tecnológico do A320 conhecido como fly-by-wire. Em vez de manches como os que aparecem nos aviões da família Boeing, o Airbus A340, possui dois side-stick, um no lado direito para o co-piloto e um na esquerda para o piloto.

Com o lançamento do Boeing 777 em 1994, o Airbus A340 ganhou um concorrente à altura, o que fez a Airbus desenvolver novas versões do A340, lançando em 2001 o A340-500 e o A340-600.

Versões[editar | editar código-fonte]

Há 4 versões do A340, que foram lançadas em duas ocasiões diferentes. O A340-200 e A340-300 foram apresentados em 1987 e o 1º entrou em serviço em 1993. O A340-500, que é o segundo avião com maior alcance atrás do Boeing 777-200LR, e o A340-600, que é o segundo avião de passageiros mais comprido do mundo (atrás apenas do Boeing 747-800), foram lançados em 1997 e introduzidos no mercado em 2002.

Em algumas versões de diversas linhas aéreas, como o A340-600 da Lufthansa, a aeronave pode ter um andar inferior, apenas para lavatórios e armários.

Airbus A340-200[editar | editar código-fonte]

Conviasa Airbus A340-211

Uma das versões inciais do A340, ela é a menor, com capacidade para 261 passageiros divididos em 3 classes em alcance de 13,800 km. É equipado com quatro motores CFMI CFM56-5C4. O alcance do avião foi considerado um dos maiores de todos os tempos na época do lançamento, e foi designado para iniciar rotas curtas e longas, especificamente sobre o mar.

A área da asa, é maior do que o comprimento do avião. Somente 28 A340-200 foram produzidos, e a maior detentora do modelo é a South African Airways, tendo 6 unidades. Há outras operadoras que o utilizam, nomeadamente a Aerolineas Argentinas, Conviasa, Royal Jordanian e a Egypt Air. O modelo já não se encontra em produção.

Airbus A340-300[editar | editar código-fonte]

Etihad Airways Airbus A340-300

O A340-300, tem capacidade para 295 passageiros divididos em 3 classes. Tem alcance máximo de 12,400km, equipado com quatro motores CFMI CFM56-5C similares ao A340-200. Voou pela primeira vez em 25 de outubro de 1991, e entrou em serviço em março de 1993 com a Lufthansa e a Air France.

O A340-300X, é uma versão peso-pesado do A340, e a 1ª operadora desta série do modelo foi a Singapore Airlines, que já não o utiliza mais.

O A340-300E, é a ultima versão do A340-300, e a 1ª operadora deste tipo, foi a Swiss International em 2003. Ele pode ter peso máximo em uma decolagem de 276.5 toneladas, e é equipado com quatro motores CFMI CFM56-5C4s.

De todas as versões do A340-300, a versão -300E, é a única ainda em produção, com 219 encomendas, e 211 já foram entregues. A maior operadora deste modelo é a Lufthansa com 30.

Airbus A340-500[editar | editar código-fonte]

Etihad Airways Airbus A340-500.
TAM Airbus A340-500.

O A340-500, foi apresentado como o avião comercial de maior alcance do mundo com autonomia de 16,020 km. Seu 1º voo foi realizado em 11 de fevereiro de 2002, e a 1ª empresa a utilizar este modelo foi a Emirates. Ele está equipado com quatro Rolls-Royce Trent 553. Tem capacidade de carregar 313 passageiros em 3 classes. Comparado com o A340-300, o -500 tem 4,3 metros a mais na fuselagem, a aérea das asas é maior e possui maior capacidade de carregar combustível. O A340-500/-600 possui câmeras para auxiliar o piloto no momento do taxiamento.

O A340-500HGW (High Gross Weight), versão com alcance de 16,700 km (9,000nm) e MTOW de 380 toneladas. Tem algumas características do A340-600HGW, como reforços estruturais e maior capacidade de carregar combustível. A Kingfisher Airlines, que tinha encomendado 5 aviões destes, desistiu de 3, que entregou à portuguesa Hi Fly, sendo que os restantes dois nunca foram levantados, tendo sido vendidos à AZAL Azerbaijan Airlines[1] .

O A340-500HGW é equipado com quatro turbofan Rolls-Royce Trent 556, com empuxo de 56,000 libras (249 kN).

Em fevereiro de 2006, com o lançamento do Boeing 777-200LR , ele perdeu o posto de avião com maior alcance do mundo.

As operadoras deste modelo são[2] Emirates, Singapore Airlines, Thai Airways International, a Etihad Airways, a AZAL Azerbaijan Airlines e o Governo do Kuwait com dois unidades.

Os dois modelos finais da linha de montagem foram entregues ao Governo do Kuwait

Operador Brasileiro

O Airbus A340-500 no Brasil , era usado pela TAM, num total de duas aeronaves.

Companhia Quantidade
TAM 2
TOTAL 2

Airbus A340-600[editar | editar código-fonte]

Virgin Atlantic Airbus A340-600.

Foi designado para substituir as gerações mais velhas do Boeing 747. Ele tem capacidade de carregar 380 passageiros divididos em 3 classes, ou 419 em duas classes. Se comparado com um A340-300, ele possui 12 metros a mais. Carrega o título de segunda aeronave de passageiros mais comprida do mundo(75,3m), atrás apenas do Boeing 747-8 (76.3m).

Seu 1º voo ocorreu em 23 de abril de 2001. A 1ª companhia aérea a utiliza-lo, foi a Virgin Atlantic Airways, e entrou em operação em Agosto de 2002.

O A340-600HGW (High Gross Weight), versão que teve seu 1º voo em 18 de novembro de 2005, e recebeu o certificado em 14 de abril de 2006, tem um MTOW de 380 toneladas e alcance de 14,600 km (7,900 NM), graças a reforços estruturais, aumento na capacidade de combustível, motores mais potentes e novas técnicas de produção como soldas a laser. O A340-600HGW é equipado com quatro turbofans Rolls-Royce Trent 560 com empuxo de 60,000 lbf (267 kN).

A Emirates iria ser a empresa lançadora do modelo -600HGW quando no Paris Air Show de 2003 encomendou 18 unidades; mas adiou as encomendas por tempo indefinido que posteriormente foram canceladas. A rival Qatar Airways, ocupou as encomendas no mesmo evento , e recebeu a 1ª aeronave em 11 de setembro de 2006.

É operado também pela Qatar Airways, South African Airways, Lufthansa, Iberia Airlines, Etihad Airways, Virgin Atlantic Airways China Eastern Airlines e Thai Airways International. A Hainan Airlines será a nova operadora do A340-600, que serão adquiridos através de leasing com a ILFC, com entregas previstas para 2008.

A340 Entregas[editar | editar código-fonte]

Ao inicio de 2009, um total de 385 A340s foram encomendados e 365 entregues.

Entregas
Tipo Total 2012 2011 2010 2009 2008 2007 2006 2005 2004 2003 2002 2001 2000 1999 1998 1997 1996 1995 1994 1993
A340-200 28 1 3 3 5 4 12
A340-300 218 3 2 2 4 5 10 8 22 19 20 23 30 25 14 21 10
A340-500 34 2 0 2 2 1 4 5 9 7
A340-600 97 2 8 8 8 18 15 14 16 8
Total 377 2 0 4 10 13 11 24 24 28 33 16 22 19 20 24 33 28 19 25 22

Data through end of December 2012. Updated on 17 January 2013.[3]

Especificações[editar | editar código-fonte]

A340-200 (fora de produção) A340-300 A340-500/-500HGW A340-600/-600HGW
Tripulação Técnica 2
Capacidade de passageiros 261 (3-classes) 295 (3-classes) 313 (3-classes) 380 (3-classes)
Comprimento 59,39 m 63,60 m 67,90 m 75,36 m
Envergadura 60,30 m 63,45 m
Altura 16,70 m 16,85 m 17,10 m 17,22 m
Largura da Cabine 5.28 m
Área do trem de pouso 23,24 m 25,60 m 27,59 m 32,89 m
Peso vazio 129,000 kg 129,275 kg 170,400 kg 177,000 kg
MTOW 275,000 kg 276,500 kg 372,000/380,000 kg 368,000/380,000 kg
Velocidade Máxima de Cruzeiro Mach .82 (484 kn, 896 km/h, 557 mph) Mach .83 (490 kn, 907 km/h, 564 mph)
Tamanho necessário da pista em MTOW 2,990 m 3,000 m 3,050 m
3,100 m
Alcance Máximo em Carga Máxima 14,800 km 13,700 km 16,020/16,700 km 14,900/15,900 km
Capacidade Máxima de combustível 155,040 L 140,640 L 214,810/222,000 L 195,881/204,500 L
Capacidade de Carga 18 LD3s/6 pallets 30 LD3s/10 pallets 32 LD3s/11 pallets 42 LD3s/14 pallets
Teto de Serviço 11,887 m (39,000 ft)
Motores (4x) CFM56-5C2 (138.78 kN)
CFM56-5C3 (144.57 kN)
CFM56-5C4 (151.25 kN)
CFM56-5C2 (138.78 kN)
CFM56-5C3 (144.57 kN)
CFM56-5C4 (151.25 kN)
CFM56-5C4P (149.9 kN)
Rolls-Royce Trent
553/556 (236/249 kN)
Trent 556/560 (249/260 kN)

Motores[editar | editar código-fonte]

Modelo Data de Certificação Motores[4]
A340-211 22 December 1992 CFM 56-5C2
A340-212 14 March 1994 CFM 56-5C3
A340-213 19 December 1995 CFM 56-5C4
A340-311 22 December 1992 CFM 56-5C2
A340-312 14 March 1994 CFM 56-5C3
A340-313 16 March 1995 CFM 56-5C4
A340-541 3 December 2002 RR Trent 553-61 / 553A2-61
A340-542 15 February 2007 RR Trent 556A2-61
A340-642 21 May 2002 RR Trent 556-61 / 556A2-61
A340-643 11 April 2006 RR Trent 560A2-61

Acidentes[editar | editar código-fonte]

Air France voo 358.
  • 2 de agosto de 2005, um A340-300 da Air France, voo 358, não conseguiu diminuir a velocidade ao aterrissar no Aeroporto Internacional de Toronto. O avião acabou por derrapar nos últimos 200 metros de pista, parando apenas num riacho da região. Todos os passageiros foram evacuados em segurança, mas logo após a evacuação, a aeronave foi envolvida pelas chamas, que acabaram por destrui-la completamente.
  • 9 de novembro de 2007, um A340-600 da Iberia Airlines ficou muito danificado após sair da pista durante o pouso no Aeroporto de Quito. Não houve feridos entre os 333 passageiros e 14 tripulantes a bordo.
  • 15 de novembro de 2007, um A340-600, que estava prestes a ser entregue para a Etihad Airways, bateu contra um parapeito quando estava realizando testes de motor. O acidente ocorreu no complexo do fabricante aeronáutico Airbus, no Aeroporto de Toulouse. Entre as 10 vitimas, 3 ficaram em estado grave.

Aeronaves Comparáveis[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias

Referências

  1. [1]
  2. [2]
  3. Airbus orders and deliveries (Microsoft Excel). Airbus S.A.S. (31 October 2012). Página visitada em 17 November 2012.
  4. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas tcds
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.