Jean Aicard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Aicard
Jean Aicard
Retrato em lápis de carvão por Félix Régamey (circa 1878).
Nome completo Jean François Victor Aicard
Nascimento 4 de Fevereiro de 1848
Toulon, França
Morte 13 de maio de 1921 (73 anos)
Paris, França
Nacionalidade França francês
Ocupação escritor, poeta

Jean Aicard (Toulon, 4 de Fevereiro de 1848Paris, 13 de Maio de 1921) foi um escritor e poeta francês.

Aicard cantou as crianças, a bondade e o amor e, sobretudo, a Provença, evocada na sua beleza e luminosidade nos Poèmes de Provence (1864-1878). Romancista, tornou-se popular o seu pitoresco Maurin des Maures (1908). Aichard também foi um dramaturgo, entre os seeus dramas merece destaque a obra Le Père Lebonnard (1889), escrito em verso, que conheceu notável êxito em França e em Itália.

O fundo arquivístico do escritor está conservado nos arquivos muncipais de Toulon.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Les Rebellions et les apaisements (1871)
  • Les Poèmes de Provence (1874)
  • La Chanson des enfants (1876)
  • Miette et Note (1880)
  • Le Livre d'heures de l'amour (1887)
  • Jésus (1896))

Romances e novelas[editar | editar código-fonte]

  • Notre-Dame-d'Amour (1896). Texto integral
  • L'Âme d'un enfant (1898)
  • Tatas (1901)
  • Benjamine (1906)
  • La Vénus de Milo (1874)
  • Maurin des Maures (1908)

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Pygmalion (1878)
  • Othello ou le More de Venise (1881)
  • Le Père Lebonnard (1889)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]